“20 anos mais jovem”: gracinha, divertido e delicioso!

 

Por Biba Mello

 

 

 

FILME DA SEMANA:
“20 Anos Mais Jovem”
Um filme de David Moreau
Gênero: Comedia Romântica
País:França

 

Alice volta de uma viagem ao Brasil e ao seu lado um estranho e charmoso rapaz, 20 anos mais jovem, chamado Balthazar, tenta puxar papo. Ao sair do avião, ela esquece um pen drive. Balthazar o encontra e vai a sua procura para devolver. Se achando muito ultrapassada e pensando que isto reflete em sua carreira, Alice resolve engatar um romance com Balt.

 

Por que ver:

 

Pense em um filme gracinha….Pronto, achou!

 

Várias cenas divertidas e críveis te fazem torcer por esse casal.

 

O personagem do rapaz é tão carismático que apaixona no primeiro olhar inocente, e leve, também, típico de quem tem 20 anos…

 

Em nenhum momento a gente acha a relação absurda, ao contrário, torcemos para que Alice perceba o quanto este rapaz tão jovem é especial.

 

Como ver:

 

Com aquele maridão que está cansado de ser gentil… Será um aprendizado interessante…

 

Quando não ver:

 

Com gente preconceituosa…Vão ter que achar um defeito nesta relação deliciosa!

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

 

Pode me chamar de Francisco: filme para ser assistido e querido por todos

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Pode Me Chamar de Francisco”
Um filme de Daniele Luchetti
Gênero: Série Biografica
País:Itália

 

Biografia do papa Francisco. Originalmente chamado de Jorge Maria Bergolio, o papa teve sua vocação descoberta em Buenos Aires, Argentina, que, em 1960, passava por uma ditadura que não poupava nem os padres. Em meio ao conturbado momento político um dos seres humanos mais benevolentes era querido por todos.

 

Por que ver:

 

Em vários momentos a série tem acontecimentos bem tensos. Sabe aquela coisa de segurar a respiração…. Então, boa parte da vida do Papa foi assim, se arriscando para ajudar ao próximo e em que acreditava ser o correto.

 

O diretor é o mesmo do filme “Meu irmão é filho único”, e para esta pegada de filme político ele realmente manda muito bem.

 

As cenas são realistas, do tamanho certo, e sem sensacionalismo ou exagero na exaltação da humanidade de Bergolio.

 

Bergolio era um homem sensacional, humano, benevolente e sempre, sempre que possível livre de julgamentos. Um Papa no sentido mais espiritual da palavra…

 

Como ver:

 

À noite é uma boa pedida. Apesar de momentos tensos, não vai te tirar o sono, nem te fazer dormir rápido demais… Pode convidar a família…Avós e etc…

 

Quando não ver:

 

Se você quiser manter a rixa Brasil x Argentina… Com este Papa seus conceitos vão mudar hahahahahahah…

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

“X-Man” – Apocalipse: se é X-Man, assista!

 

Descobri nos “drafts” do meu blog, este texto da Biba Mello, escrito ano passado, com mais uma boa dica de filmes. Por erro deste blogueiro, não programei a publicação do post e lá ficou pendurado. Aproveito que estamos em férias para trazer esta sugestão da nossa colunista (desculpa aí, Biba!)

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“X-Man : Apocalipse”
Um filme de Brian Singer
Gênero: Ficção
País:USA

 

Apocalipse, o primeiro mutante, retorna após milhares de anos adormecido. Seu poder é estrondoso pois sua habilidade é tomar o poder de outros mutantes, inclusive se mudar para um novo corpo, jovem e poderoso, tornando-o imortal. Ele recruta jovens mutantes para juntos destruirem toda a humanidade. Xavier, por sua vez, com a sua turma do bem, entra em conflito com este enorme mal para salvar o planeta desta destruição completa.

 

Por que ver:

 

“Gentem”, e tem X-Men ruim? Nãaaaaooooo! Não tem! Espetáculo garantido.

 

Até quem não curte muito ficção como eu, curte! Meu marido sempre fala: “amor, é X-Men, não tem como você não gostar”… Ele sempre acerta!

 

O que mais gostei do filme foi ver os X-Mens jovens. Também mostra como a Tempestade virou a tempestade, e entendemos o porquê muitos deles se tornaram o que são hoje…

 

Como ver:

 

Como, quando e onde quiser!

 

Quando não ver:

 

Desculpem os muitos chatos, mas X-mens é fundamental ! Assistam!

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

Billions: qual é o seu lado B?

 

 

FILME DA SEMANA:
“Billions”
Uma série de Brian Koppelman, David Levien e Andrew Ross Sorkin
Gênero: Drama
País:USA

 

Um “self made man” genial e bilionário ocupa a mente, dia e noite, de um competente e perturbado promotor de justiça que quer prendê-lo a qualquer custo.

 

Por que ver:

 

A história é bastante inteligente, com alguns detalhes técnicos do mundo jurídico e financeiro, mas sem ser chata… Sabe aquela sensação de gostar do bandido? Então… É exatamente o que vai acontecer com você nesta série.

 

O promotor Rhoades, é um personagem menos cativante que o Bobby Axelrod e tem um lado B muito sombrio… Sua ética é duvidosa apesar dele querer fazer justiça. Já o Axe, é um cara que comete crimes financeiros mas queremos arrumar um jeito para salvar este personagem, afinal ele é tão bacana…

 

Um bandido com um lado humano incrível, um mocinho com lado obscuro terrível…(rima infame rsrsrs)

 

E ai qual é o seu “lado B”?

 

Como ver:

 

Com tempo… Um capítulo vai ser pouco. Se prepare para maratona.

 

Quando não ver:

 

Com alguém que você goste que está fazendo delação premiada ou com aquele amigo “bacana mas bandido”… Vai pintar um climão!

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

A La Mala: um teste de infidelidade

 

Por Biba Mello

 

 

 

FILME DA SEMANA:
“A La Mala”
Um filme de Pedro Pablo Ibarra
Gênero: Comédia Romântica
País:México

 

Uma atriz aspirante, a pedido de sua amiga, faz um teste de fidelidade com seu namorado… Bom, parece que a moça leva jeito e outras mulheres começam a utilizar estes dotes para testar seus respectivos amados… Logicamente, em uma destas aventuras, ela acaba se apaixonando por um de seus alvos…

 

Por que ver:

 

É uma graça de comédia romântica e nada óbvia. Meu marido amou tanto quanto eu.

 

Muito interessante sair do circuito EUA-Inglaterra e dar chance para filmes como esse, que no caso é mexicano, mas não perde em nada para as comédias românticas que estamos acostumados.

 

O elenco super alinhado com a direção e roteiro…Tudo na mais perfeita ordem e qualidade de execução.

 

Como ver:

 

Com amigos… Será divertido brincar com as hipóteses de fazer testes de fidelidade… Com certeza será a maior zoação entre vocês…

 

Quando não ver:

 

Veja a idade de censura pois tem cena de sexo( é leve), no mais está ok, não é um filme pesado.

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

Outlander: espetacular!

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Outlander”
Uma série de Ronald D. Moore, baseada nos livros de Diana Gabaldon
Gênero: Ação/Romance/Drama/Épico
País:Inglaterra/USA

 

Uma enfermeira chamada Claire sai em uma segunda lua de mel com seu marido Frank, logo após o término da Segunda Guerra Mundial. Estão há 5 anos sem se ver, e precisam retomar a intimidade. Escolhem uma cidadezinha escocesa e vão observar um grupo de bruxas em um ritual. No dia seguinte ao passeio, Claire volta ao local pois viu uma florzinha que ela quer colher, além de pesquisar a botânica no bosque. Chegando lá, Claire toca em uma pedra e acaba voltando no tempo, mais precisamente 200 anos!!!

 

Por que ver:

 

Lendo a sinopse parece ficção científica mas não é… Tenho até dificuldade em descrever esta série a ponto de fazer jus a mesma, de tão boa que ela é!

 

Na primeira temporada, as cenas de sexo são simplesmente espetaculares e passam uma verdade sem fazer sensacionalismo…

 

A direção parece ter um joystick nas mãos enquanto assistimos às cenas, tanto as de sexo quanto as violentas; cada sensação nos é imputada com uma precisão cirúrgica, e parece que fazemos parte daquela vida de uma maneira tão intensa que me deixei levar completamente.

 

Os atores são excepcionais e viscerais. Um em especial, Tobias Menzies, que faz um vilão chamado Jack Randall… Que virtuosismo! Um balé!

 

Apenas uma advertência…Cuidado ao ver pois a série não te poupa…Sabe aqueles momentos que você é levado a supor algo pois aquilo é muito forte para ser mostrado? Seja um assasinato… um estupro… sexo… então, nada nesta série fica na suposição ou sugestão… tudo é escancarado com uma crueza cortante.

 

Como ver:

 

À noite, só, ou com seu amor…

 

Quando não ver:

 

Com crianças NEMMMM pensar!!! É uma das séries mais fortes que já vi…Com a vovózinha então…esqueça… Bom, falei isto para minha avó e adivinhe: ela esta vendo sozinha…. rsrsrsrsrs

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

“Ghostbusters Caça Fantasmas”: veja, mas o original é melhor

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Ghostbusters Caça Fantasmas”
Um filme de Paul Feig
Gênero: Ação/fantasia/Comédia
País:USA

 

Uma respeitada cientista tem um livro de sua autoria republicado por sua colega e co-autora. Ela vai atrás desta amiga pois o livro  afirma a existência de fantasmas, coisa não muito respeitada em seu atual meio acadêmico.

 

Bom, obviamente tudo dá errado para ela que acaba se unindo a essa antiga amizade para provar a existência de fantasmas e logo depois salvar o mundo.

 

Por que ver:
É um entretenimento bacaninha sim, porém, achei fraco em alguns aspectos.

 

As piadas são feitas com uma mão muito pesada do roteiro…Sabe, daquele tipo, “gente riam, sou engraçada”…

 

Trejeitos, reboladas, caras e bocas forçadas, chegam a incomodar a ponto de dar um pouco de raiva…

 

No mais é OK e vale ver em um domingo ocioso.

 

Que fique registrado que não gostei da interpretação de ninguém…

 

Prefiro o filme original.

 

Como ver:
Relax, sem vontade de morrer de rir nem de pensar…

 

Quando não ver:
Depressivo, achando que dará altas risadas…Bom, não vai acontecer…

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

“A Lenda de Tarzan”: um gatão criado por gorilas

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“A Lenda de Tarzan”
Um filme de David Yates
Gênero: Aventura
País:USA

 

Tarzan é Tarzan…..rsrsrsr.  Enfim, é a história original. Ele é um lorde inglês que por motivo de naufrágio acabou na selva e seus pais foram mortos. Ele foi adotado e criado pelos gorilas a ponto de ter uma estrutura óssea diferente da maioria dos humanos. Ele agora está de volta a Londres, como lorde, e precisa retornar à África e salvar o Congo das garras de exploradores brancos.

 

Por que ver:

 

É um verdadeiro espetáculo de efeitos especiais, mas não sem fundamento, lógico…Um sujeito voa com cipós, luta com gorilas, anda com uma manada de guinus…

 

O roteiro é bacana e próprio de uma grande super produção…

 

Os personagens coerentes e ninguém esta over ou fora de contexto, porém sem nenhum brilhantismo.

 

O destaque especial, portanto, fica para o corpo escultural do Tarzan, o ator Alexander Skarsgard….Sorry meninos… Para suavizar, digo que a Jane é uma gata também…

 

Não vou entrar “numas”de discutir a história original x momento político atual.

 

Alguns sites questionam isto e acho que levantar a questão racial, paternalista e machista pode ser feito usando, quem sabe, uma sequência… Gostei do fato da história original não ter sido modificada e acharia legal levantar os assuntos em questão em outra fita… Uma Jane mais emponderada? O negro como o salvador da pátria? É, seria bem bacana sim…

 

Eu gostei do filme e acredito que vale como entretenimento. Sempre fui fã do Tarzan e costumava assistir com meu avô,portanto me trouxe boas memórias.

 

Como ver:

 

No fim de semana. Acho forte para vermos com crianças menores, mas acredito que uma de 10 já seja madura para tal. A censura é 12, achei exagerada, mas fica a critério de vocês.

 

Quando não ver:

 

Tá no começo de namoro? Tá meio gordinho? Se incomoda com isto? Então, escolha outro filme pois o Tarzan é viril demais, gatão demais…hahahahahahahahahahah

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

“Como Eu Era Antes de Você”: para amar a nossa própria vida

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Como Eu Era Antes de Você”
Um filme de Thea Sharrock
Gênero: Drama
País:USA

 

Will, um playboy gato, bem sucedido, esportista, tipo a reencarnação do Jonh Jonh Keneddy, sofre um acidente e vira tetraplégico. Sua nova condicão o torna uma pessoa depressiva e cínica, fazendo seus pais contratarem Louisa, uma moça divertida e simpática para alegrá-lo.

 

Por que ver:

 

É uma comédia romântica? HUMM, não! Está mais para um “híbrido” de comédia romântica e drama pesado… Pesado pois discute a eutanásia…

 

O filme nos coloca na situação da personagem várias vezes e nos faz amar nossa própria vida! É muito louco o efeito que a desgraça alheia causa em nós.

 

Os personagens são razoáveis, em especial o Sam Caflin, que consegue fazer sem tropeços a transição do papel de galã para tetraplégico. Ponto para ele.

 

Roteiro um pouco previsível, apesar do final…Não vou contar, juro!

 

Vale o entretenimento.

 

Como ver:

 

Acho melhor ver sozinho(a).Eu chorei horrores.

 

Quando não ver:

 

Bom, vou pegar o gancho da pergunta acima…Não veja com muita gente…Vai passar vergonha…

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

 

Amanda Knox: assista e diga qual é o seu veredicto?

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:

 

“Amanda Knox”
Um filme de Brian Mcginn / Rod Blackhurst
Gênero: Documentário
País:USA/Dinamarca

 

A americana Amanda chega a Perugia, Itália, para  intercâmbio e conhece Meredith, sua colega de quarto. Poucas semanas depois, Meredith é assassinada. Amanda e seu namorado, Raffaele, são os principais suspeitos de um crime brutal. Muitos detalhes de um verdadeiro conto ao estilo Sherlock Holmes, vão te fazer pirar.

 

Por que ver:

 

Pessoal, este documentário teve uma importância a mais para mim pois eu morei em Perugia… É uma cidade medieval, linda, com uma vida cultural agitada,alegre, no coração da Úmbria, cheia de estudantes, enfim o lugar perfeito para ser intercambista.

 

Quando este assasinato aconteceu, pegou-me de surpresa pois jamais pensaria que algo parecido pudesse acontecer.

 

A linguagem do documentário é super estética e moderna, vale a pena! Amei!

 

O conteúdo não fica atrás e nos conduz através do raciocínio das autoridades e dos próprios suspeitos, que participaram ativamente das gravações.

 

Muitas perguntas não respondidas, muitas convicções quebradas…Convido você a dar seu veredicto aqui nesta coluna…Eles são ou não culpados?

 

Eu tenho o meu,  mas prefiro ouvir  você antes, e ai?

 

Como ver:

 

Com a cabeça aberta a muitas possibilidades. E claro, pronto para dar seu veredicto aqui!

 

Quando não ver:

 

Se você é daquela pessoas que quer sempre estar certo, não importam os argumentos…sua convicção mudará algumas vezes durante o doc, portanto sabichão, não assista!

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung