@jornaldacbn: presidente do Inep explica reajuste na inscrição do Enem

 

 

779c2799-f76c-4fe3-869d-04c6ed28bdc3.jpg.640x360_q75_box-0,269,4365,2724_crop_detail

foto do site CBN

 

O Inep anunciou algumas mudanças para a realização do Enem deste ano, como a divisão das provas em dois domingos, e não mais no mesmo fim de semana. As provas também serão distribuídas com o nome do candidato para conter riscos de vazamento. Das novidades, porém, nenhuma gerou tanta repercussão quanto o aumento de 20% na taxa de inscrição para o exame. Antes custava R$ 68 e agora custará R$ 82.

 

Em entrevista ao Jornal da CBN, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, disse que 70% dos participantes tem isenção da taxa e o novo valor foi necessário para cobrir parte dos custos da prova. Segundo ela, é uma maneira de tratar o dinheiro público com respeito.

 

Aqui você acompanha a entrevista completa, na qual conversamos sobre taxa, provas, logística e segurança:

 

 

Algumas das regras do ENEM 2017 publicas pelo Portal G1:

 

  • Prazo de inscrição começa em 8 de maio e vai até 23h59 de 19 de maio.
  • Provas serão em dois domingos: 5 de novembro (linguagens, ciências humanas e redação, com cinco horas e meia de prova) e 12 de novembro (matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia de prova)
  • Cadernos de prova serão personalizados, com nome do participante na capa e cartão de respostas
  • Isenção: Estudante da rede pública (no terceiro ano do ensino médio), pessoas cadastradas no CadÚnico e candidato que se encaixa na Lei 12.799/201 (clique aqui para saber mais).
  • Isentos que não comparecem perdem direito ao benefício no ano seguinte se a ausência não for justificada por meio de atestado médico, documento oficial judicial ou, ainda, por meio de boletim de ocorrência

Saiba como mudar o local da prova do Enem

 

Alunos que estudam em São Paulo, capital, escalados para fazer a prova do Enem, no Guarujá. Estudantes que moram na zona sul com exames marcados em Guarulhos. Todos eles erraram ao se inscrever para o Exame Nacional do Ensino Médio que se realizará sábado e domingo próximos. É o que diz o Ministério da Educação a propósito do grande número de reclamações de inscritos que terão de “viajar” para realizar o Enem. Seja o Ministro Fernando Haddad, entrevistado pelo Carlos Alberto Sardenberg, seja o presidente do INEP, Reinaldo Fernandes, entrevistado por mim, não admitem que a falha possa ter sido do instituto que organiza o exame.

Em relação aos estudantes de São Paulo que terão de atravessar a cidade, pois apesar de terem sido inscritos como moradores de uma região foram escalados para outra bem distante, Fernandes explica que o problema deve ter ocorrido pela falta de vagas no bairro.

Nos dois casos, a única saída é enviar pedido de mudança de endereço para o e-mail faleconosco@indep.gov.br e esperar que a troca de local seja autorizada.

Ouça as explicações e orientações de Reinaldo Fernandes, do Inep

Cerca de 4 milhões e meio de estudantes se inscreveram para o Enem em todo o Brasil. O telefone de informações do Inep é o 0800 616161