Mundo Corporativo: André Oliveira alerta que orgulho do empreendedor quebra a empresa

 

 

“Sabe o que quebra as empresas hoje, os pequenos negócios, é uma palavra chamada orgulho; às vezes as pessoa insistem no erro e não pedem ajuda: não tem nada de errado você parar de vender um produto ou mudar de ramo, não tem problema nenhum, faz parte do jogo” — a lição é de André Oliveira, empreendedor desde os tempos em que era um menino de calça curta e atualmente no comando da Credifácil, uma rede com mais de 100 lojas no Brasil. Ele começou vendendo sacolé com o irmão para comprar um presente para mãe, foi para a faculdade, montou seu negócio próprio, teve dificuldades financeiras, quebrou e recomeçou.

 

Entrevistado pelo jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, da rádio CBN, Oliveira conta o que aprendeu ao longo de sua carreira: “não adianta você ser só querer ser um empreendedor, é necessário você ser ser um gestor”.

 

O Mundo Corporativo pode ser assistido, ao vivo, às quartas-feiras, 11h da manhã, pelo site e na página da CBN no Facebook. O programa vai ao ar, aos sábados, no Jornal da CBN, ou aos domingos, às 11h da noite, em horário alternativo. Colaboraram com o programa Gustavo Boldrini, Ricardo Gouveia e Débora Gonçalves.

Mundo Corporativo: Luciano Meira diz como ser produtivo na era da sabedoria

 

 

 

 

 

 

A necessidade de as empresas estarem sempre em busca de resultados imediatos não pode ser justificativa para que se atropele o bem-estar das pessoas. O alerta é do consultor Luciano Alves Meira —- entrevistado do jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, da rádio CBN. Meira é um dos fundadores da Caminhos, empresa que trabalha com desenvolvimento humano, e escreveu o livro “A segunda simplicidade — bem-estar e produtividade na Era da Sabedoria” no qual defende que a preocupação das organizações seja ajudar seus profissional a se desenvolverem de forma plena:

 

 

“Se as organizações tivessem um olhar mais diferenciado — vamos partir para um desenvolvimento mais integral das pessoas sem nos preocupar agora com o resultado de curto prazo — os resultados de longo prazo seriam infimamente maiores do que são hoje; eu digo que isso é um limitador do próprio capitalismo, do sistema que estamos vivendo; é não saber olhar para o ser humano com toda sua potencialidade”

 

 

O Mundo Corporativo pode ser assistido ao vivo, às quartas-feiras, 11 horas da manhã, no site e na página da CBN no Facebook. O programa vai ao ar aos sábados, no Jornal da CBN, ou aos domingos, às 11 da noite, em horário alternativo. Colaboraram com o Mundo Corporativo Gustavo Boldrini, Rafael Furugen e Débora Gonçalves.

Mundo Corporativo: políticas em favor da diversidade podem aumentar em até 15% resultados das empresas

 

 

Ao trabalhar em equipe, valorizando o conhecimento, entendendo o que cada um tem a contribuir e respeitando suas diferenças, as empresas tendem a se desenvolver mais e alcançar resultados melhores. É no que acredita Andreia Dutra, presidente da Sodexo On Site, empresa que historicamente desenvolve políticas que beneficiam a diversidade no ambiente de trabalho. Ela é uma das poucas mulheres a ocupar o cargo de CEO no Brasil.

 

Em entrevista ao jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, da rádio CBN, Dutra disse que investir na diversidade de gênero, orientação sexual e raça “pode aumentar em até 15% o resultado financeiro da companhia”. Mais do que isso, essas ações afirmativas têm o poder de transformar a sociedade.

 

O Mundo Corporativo pode ser assistido, ao vivo, às quartas-feiras, 11 horas, no site cbn.com.br ou na página da CBN no Facebook. O programa é reproduzido aos sábados, no Jornal da CBN, ou domingo, às 11 da noite, em horário alternativo. Colaboram com o Mundo Corporativo Juliana Causin, Rafael Furugen e Débora Gonçalves.

Sua Marca: se tiver tradução em português, prefira o português

O brasileiro é muito receptivo ao uso de palavras estrangeiras, mas isso não deve ser motivo para que as marcas abusem deste recurso ao se comunicar com seus clientes. A afirmação é de Cecília Russo que ao lado de Jaime Troiano participam do quadro Sua Marca Vai Ser Um Sucesso, apresentado pelo jornalista Mílton Jung, na edição de sábado do Jornal da CBN. Neste episódio eles identificam as situações em que expressões estrangeiras podem ser usadas na comunicação das marcas.

A primeira regra para decidir-se pelo uso de expressões estrangeiras é identificar se fazem algum sentido para o seu público-alvo.

Em seguida, pense se não existe para esta palavra estrangeira uma tradução em português. Prefira essa.

E, finalmente, como em outros setores do ‘branding’ – este é o nome em inglês do que nós podemos também chamar de gestão de marcas – evite seguir a manada e usar a expressão somente porque todos estão usando: entenda se essa palavra estrangeira consegue traduzir aquilo que você é e o que você quer comunicar.

Sua Marca: é preciso saber atender o consumidor conforme seu estado mental

 

 

Na onda de produtores saudáveis, em que cada vez mais consumidores estão atentos ao que consomem e na busca de alimentos mais naturais, algumas marcas decidiram fazer o movimento contrário e conseguiram bons resultados. O Sua Marca Vai Ser Um Sucesso, com Jaime Troiano e Cecília Russo, trata da estratégias dessas empresas e mostra porque, às vezes, seguir na contramão do mercado pode dar certo.

 

Para Troiano, não existe contradição em propor ao consumidor um produto que não esteja no padrão do que é tendência em um determinado momento: “nem só de alface vive o homem”, brinca.

 

Para Cecília, o estado mental do consumidor varia conforme o momento. Segundo ela, no mercado de alimentos, por exemplo, “algumas vezes estamos mais indulgentes e em outras mais fitness”. Cabe às marcas saber atender o consumidor conforme o estado mental dele.

 

“A mesma marca talvez não consiga operar nos dois mundos, porque marcas têm personalidade, mas saber que o consumidor pode combinar controle com indulgência é fundamental”, conclui Troiano.

 

O Sua Marca Vai Ser Um Sucesso vai ao ar aos sábados, às 7h55, no Jornal da CBN. Tem apresentação de Mílton Jung e comentários de Jaime Troiano e Cecília Russo.

Mundo Corporativo: você está pronto para mudar de carreira?

 

 

“Cuide da sua própria carreira como você cuida da sua própria vida; a carreira é uma das etapas da vida que no fundo é a mais longa; é onde você vai passar a maior parte do seu tempo; em tudo que a gente decide, desde a infância você planeja, você tem um sonho, você tem um objetivo; a carreira é mais um desses caminhos, só que ele começa cedo” A afirmação é do consultor Rubens Prata em entrevista ao jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, da rádio CBN. Prata é CEO da Stato, consultoria de recrutamento e desenvolvimento organizacional e transição de carreira.

 

O Mundo Corporativo pode ser assistido ao vivo, às quartas-feiras, 11 horas no site e na página da rádio CBN no Facebook. O programa vai ao ar aos sábados, no Jornal da CBN. Participam do programa Juliana Causin, Rafael Furugen e Débora Gonçalves

Sua Marca: pense sempre na melhor tradução para o seu cliente

 

 

Para tornar a comunicação mais produtiva, as empresas têm de alinhar o seu vocabulário ao do seu consumidor. O alerta é de Jaime Troiano e Cecília Russo que participam do programa Sua Marca Vai Ser Um Sucesso, apresentado pelo jornalista Mílton Jung, aos sábados, no Jornal da CBN.

 

Especialistas em gestão de marcas, eles lembram que muitas empresas cometem o pecado de balizar o mercado pelo seu próprio olhar. “É necessário se colocar no sapato do consumidor e afastar a vaidade corporativa”, diz Troiano.

 

Um bom exemplo de como tornar a conversa mais próxima foi o de um banco que usou um cliente que já tinha enfrentado problemas de dívida para falar sobre o assunto em seus anúncios.

 

Jamais assuma que o seu consumidor saiba o que você quer dizer. “Pense sempre na melhor tradução para ele”, conclui Cecília Russo

Mundo Corporativo: coragem para experimentar depois dos 50 anos

 

 

“O mais importante é buscar autoconhecimento, fazer as reflexões do que eu gosto e no que eu sou bom para que essa experiência de testar outras possibilidades possa lhe trazer algo útil; se você não reflete, a experiência passa e você não faz nada com ela”. A sugestão é do consultor Rafael D’Andrea que tem se dedicado a cuidar de profissionais que, após os 50 anos, precisam estar prontos para enfrentar o processo de transição de carreira.

 

Na entrevista ao jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, D’Andrea foi explicou que é fundamental que se tenha coragem de experimentar: “o medo da mudança é talvez o principal fator que nos causa esse sofrimento com relação a mudança; é muito mais o medo que causa o sofrimento do que a própria mudança. É a angustia que nos dá esse sofrimento, que acaba nos impedindo de alcançar resultados melhores nessa transição”.

 

O Mundo Corporativo vai ao ar aos sábados, no Jornal da CBN, e tem a colaboração de Juliana Causin, Rafael Furugen e Débora Gonçalves.

Mundo Corporativo: indústria 4.0 exigirá mudança na educação de profissionais, diz Gustavo Leal, do Senai

 

 

“A inovação aumenta a produtividade, que aumenta a renda, que aumenta os negócios, que aumenta os investimentos, que gera mais emprego: agora, os empregos mudam e vão mudar profundamente e vão estar muito mais assentados em competências que exijam uma educação mais elaborada, mais trabalhada, daí a importância do país se dedicar a projetos educacionais”.

 

A afirmação é de Gustavo Leal, diretor de operações do Senai Nacional, em entrevista ao jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, da CBN.

 

Leal falou dos impactos das tecnologias digitais a medida que forem implantadas pela indústria brasileira. Entre essas novas tecnologias estão a Internet das Coisas, a Inteligência Artificial, a Impressão 3D e o Big Data, que serão fundamentais para a competitividade das empresas.

 

O dirigente do Senai defende a ideia de que os profissionais continuarão sendo necessários para o andamento dos processos: “o trabalho humano não é substituído por essas novas tecnologias, por esses novos paradigmas; ele tem de se adaptar a isso”.

 

O Mundo Corporativo vai ao ar aos sábados, no Jornal da CBN, e aos domingos, às 11 da noite, em horário alternativo. Participam do programa Juliana Causin, Rafael Furugen e Débora Gonçalves.

Sua Marca: como trabalhar com o tema da diversidade

 

 

O tema da diversidade é muito importante e ao mesmo tempo sensível para ser tratado pelas marcas como se fosse apenas mais um modismo, por isso as empresas dispostas a abordar o assunto com o seu público precisam ter alguns cuidados essenciais.

 

O alerta é de Cecília Russo e Jaime Troiano em conversa com o jornalista Mílton Jung, no quadro Sua Marca Vai Ser Um Sucesso, que vai ao ar aos sábados, às 7h55, no Jornal da CBN.

 

“Não fale sobre diversidade apenas porque é o assunto do momento; trabalhe o tema se essas condições são verdadeiras na sua empresa”, recomenda Cecília Russo.

 

Por exemplo, defender a diversidade de gênero na comunicação com o público e internamente essas características não estarem presente na empresa, vai transparecer falsidade. O que seria uma oportunidade se transformará em oportunismo.

 

Inspirado pela frase “a face é o espelho da alma”, Jaime Troiano recomenda que você “aproveite a sua alma e com a alma fale o que você é”

 

Anote algumas dicas dos nossos especialistas de branding:

 

  1. Antes de entrar no tema da diversidade, verifique se você tem convicção no que está falando
  2. Identifique qual a aderência que o tema tem na sua empresa
  3. Se o tema for muito controvertido a ponto de ser algo que você não controle, fique de fora
  4. Evite a tentação de entrar no assunto apenas porque todos estão falando dele
  5. Diversidade é importante mas não é uma alavanca para parecer moderno