De bordados da Malú

 

Por Abigail Costa

Domingo é dia de Maria Lucia Solla. Ela volta na próxima semana.
Enquanto isso aproveito pra falar um pouco do que aprendi com ela.

Tem mais ou menos quinze dias que umas amigas me perguntaram quem poderíamos entrevistar no nosso “piloto”. Estamos como umas idéias para um programa, mas isso já é uma outra história.

Pois bem, assim que me deram o perfil, o que queriam, logo pensei: Maria Lúcia Solla! Não só minha professora/tradutora/terapeuta/amiga/conselheira. Uma espécie de faz tudo que me encanta!

Já teve oportunidade de ver as habilidades da Malú (para os íntimos)? Pensa num bordado? Numa bolsa diferente? Num cabide com as sua iniciais (chic!) Num espelho emoldurado com flores! Fico sempre encantada não só pela agilidade com as agulhas e linhas. Me fascina a facilidade como ela me ensinava a saída para meus grandes problemas….

Com ela fiquei sabendo que não preciso me sentir a pior das piores quando a TPM aperta e literalmente “descarrego” em casa. Família é palavra íntima, sinônimo de perdão, então pode falar, desabafar….. Depois da tempestade vem o arco-íris, com ele novos tempos… Com todas as letras, se tem intimidade, se conhece; se conhece….. a tendência é deixar pra lá.

Quanta vezes fui socorrida?
E quantas vezes mudei minhas atitudes depois de ouvir Malú dizendo: “Gato mia; cachorro late!” De vez em quando ainda dou umas derrapadas…. e aí me lembro do gato e do cachorro.

Hoje, Maria Lucia está em Porto Alegre. Com certeza ajudando a botar os pingos nos “is” na vida de outras pessoas. Tenho certeza que voltará pra São Paulo feliz como sempre. Não por ter ajudado mais uma vez, mas poder ter adquirido mais uma estrela na preciosa avaliação de ser a pessoa que pode fazer a diferença. Do outro lado deixará alguém aliviado, com mais força pra seguir em frente.

Semana que vem vou convidá-la para gravar o nosso programa. O tema será FELICIDADE. É assim que vejo Maria Lucia: Feliz com a vida – com todas as suas quedas e afluentes!

A confiança dela é estimulante.
E pode contar que no final vai dar tudo certo.

Como ela diz,
Pense nisso ou não…
(eu digo: Você me faz falta!)


Abigail Costa é jornalista e já escreveu bastante aqui no Blog do Mílton jung. Voltou neste domingo, com saudade da Malú