Mais um depósito de ônibus abandonados

 

Depósito de ônibus

Uma antiga área da CMTC na avenida Guido Caloi, na capital paulista, abriga cerca de 600 ônibus em processo de sucateamento. Douglas Nascimento, do site São Paulo Abandonada, diz que é possível identificar trólebus fabricados entre 97 e 98 abandonados na enorme área do Jardim São Luiz, na zona sul. Pesquisando em sites e blogs de busólogos (você acha que só existe o Adamo Bazani) descobri que por lá ficam veículos que eram da companhia municipal ou usados por empresas clandestinas e apreendidos nos anos 90. Há modelos como os O 362, Veneza, Numbus e Condor Urbano. Douglas fez as fotos de alguns dos ônibus que apodrecem a céu aberto. Ao lado há uma garagem de ônibus que estão em operação.

13 comentários sobre “Mais um depósito de ônibus abandonados

  1. Estes onibus não poderiam ser vendidos para algumas cidades do interior e , reformado, poderem levar trabalhadores rurais de suas casas para as plantações? Nós sabemos o como é precario o transportes destas pessoas nestas regiões.

    E por que não?

  2. E o prefeito, sem consultar a câmara, está propondo reajuste de 300% para os secretários.
    Seria bom lembrar a câmara que a crise no senado começou com a indignação do povo com o custo campeão mundial do mandato dos senadores.
    Abaixo a lista das LIDERANÇAS DA CÂMARA DOS VEREADORES
    vejam seus endereços em http://www.camara.sp.gov.br/vereadoresl.asp
    DEMOCRATAS – Carlos Apolinario

    PC do B – Jamil Murad

    PDT – Claudio Prado

    PMDB – Jooji Hato

    PP – Wadih Mutran

    PPS – Claudio Fonseca

    PR – Aurelio Miguel

    PRB – Atílio Francisco

    PSB – Eliseu Gabriel

    PSC – Marcelo Aguiar

    PSDB – Carlos Alberto Bezerra Jr.

    PT – João Antonio

    PTB – Celso Jatene

    PV – Penna

  3. Milton vendo essa foto de ônibus abandonados aí na cidade de São Paulo, aqui na Região Metropolitana de BH, mas precisamente na saída da Rodovia Fernão Dias sentido São Paulo, há um local também com vários ônibus da cidade de São Paulo abandonados.

  4. .Lamentável,enquanto coletivos apodrecem em pátios, falta na rua, quero aproveitar e fazer um desabafo , volto a dizer trabalho na região central para ser mais preciso, passo pela Avenida Nove de Julho e o embarque no período da manhã a partir das 7h. e a noite a partir das 18h. na Parada Getúlio Vargas ( corredor da avenida nove de julho) está cada vez mais difícil, os ônibus chegam amarrotados e o cidadão que arrisca subir, é socado, empurrado, espremido para dentro do transporte , pagamos para ter uma prestação de serviço como esta? Sugiro ao Prefeito e autoridades que tomem as devidas providências, o Prefeito que fez promessas , propostas de melhorias , e qualidade para o setor, precisa rever ou seja dar uma olhadinha, analisar o que precisa ser feito, porque a situação está cada vez mais difícil, inclusive em entrevista ao CBN São Paulo na campanha a reeleição tive a oportunidade de encaminhar foto que registrei no local, comprovando a situação por mim registrada por mensagem enviada ao CBN São Paulo , e ele visualizou ,disse que eu estava certo quando fotografei, prometeu trazer melhorias para o transporte coletivo, mas não é isto que o cidadão percebe quando precisa circular em coletivos pela cidade de São Paulo, principalmente em horários de pico, as pessoas se aglomeram, pisam um no pé do outro, esbarrões,reclamações…, atrasos.
    quem depende de transporte coletivo ” em horários de picos ” ( Trem, ônibus e metrô ), sabe o que eu estou dizendo .

  5. Herança maldita da extinta CMTC. Podemos ver pela foto que se tratam de carros do tipo Padron, com um pouco mais de conforto oferecido ao passageiro. Pena é o estado lastimável a que chegou. E depois São Paulo ainda quer ser sub-sede da Copa de 2014. Fico me perguntando se nestes próximos 4 anos e pouco ira ser realizado algo de positivo ao transporte feito por ônibus. Olha os “ditos” corredores BRT (?) da cidade disputados por taxitas, automóveis particulares, motos e quem mais quiser. Isso é falta de seriedade com a população.

  6. Os busólogos mostram a cada dia que têm sua importância. Não são apenas aficcionados que fotografam ônibus epela rua e alienados em nomes de modelos e empresas, mas usam seu gostoi e conhecimento para pedir um transporte melhor. É que há anos, antes do advento da internet, que era busóogo (antrs mesmo desse termo se tornar popular), não tinha espaço e contato com pessoas do mesmo gosto.
    E saber de modelos e anos de fabricação é importante para auxiliar nas informações dadas ao público em geral. Como a informação dos trolebus 1997……eles deveriam sim estar em operação, porque têm mais de 10 anos, sim, mas a vida útil de um trolebus é maior. Além disso, HOJE alguns veículos encostados nesse pátio têm mais de 10 anos, mas quando foram abandonados, muitos tinham idade para servir a população ou serem vendidos a preços de ônibus e não de sucatas.

  7. Hoje experimentei ir de carro até o metrô Penha e ambacar nesta estação com a intenção de chegar mais cedo no trabalho ,mas a situação não foi diferente do que acontece todos os dias na estação metrô Itaquera. Quando embarquei por volta das 7h metrô Penha , havia muita gente aguardando na plataforma a oportunidade de embarque ,
    preocupados com o horário ,seja para o trabalho, escola ou consulta médica, quando a composição chegava como sempre empurra-empurra, reclamações , esbarrões e pisadas no pé, um pedido de perdão aqui outro lá dos mais educados …várias paradas e quase 20min, para chegar na estação anhagabaú , ponto de ônibus avenida Nove de Julho, quem disse que foi fácil embarcar no ônibus ?Há tempos a situação por alí é péssima e atá agora nenhuma providência foi tomada, agora vamos aguardar o retorno por volta das 18h.
    Como usuário ,peço ao Governador José Serra e ao Prefeito Kassab e Secretários que por favor tomem providências, a situação em horário de pico é caótica.

  8. Mas Marcos, são os fretados que dão problema à cidade. Não garantiram que descendo dos ônibus fretados na estação de trem e metrô o conforto continuaria??????

  9. Ola a todos
    A uns anos desisti de me deslocar pela caotica São Paulo de automovel, por razões óbvias.
    Como não tenho horarios definidos, para mim, sem automovel por causa do caos que se encontra são Paulo, seria mais fácil o deslocamento pela cidade” de onibus, metrô.
    LEDO ENGANO!
    O nosso transporte publico é uma porcaria!
    Lamentável!
    Triste!
    Sofrível!
    Como o Marcos mencionou acima, nos horarios de pico somos transportados pior que gado, porcos em caminhões.
    E dependendo do lugar, mesmo não sendo em horarios de pico a situação e praticamente a mesma!
    Gostaria de pedir por gentileza ao nosso nobre Prefeito e aos Senhores secretários dos transportes, estadual e municipal, para “darem uma voltinha” nos onibus de São Paulo, metrô, trens, nos horarios de pico.
    Mas tem que pegar o onibus no meio do trajeto, ou então chegar no ponto as quatro da madrugada na periferia para ver como é que somos tratados.
    Andei lendo que as empresas de onibus andaram retirando parte da frota de circulação com proposito de redução de custos.
    Verdade ou estão inventando essa historia?
    Acho que é verdade, pois algumas linhas que circulam pela caotica São Paulo, estão demorando mais que em outros tempos para chegar nos pontos de parada para apanhar passageiros.

  10. Caro, Armando Italo obrigado pela sua atenção!
    O retorno pra casa mais uma vez, foi muito difícil o ponto onde embarco Parada Getúlio Vargas ( corredor da avenida Nove de Julho ) estava cheio de gente que aguardava há um bom tempo a oportunidade ou seja condições dignas e humanas para o embarque com segurança , imagine as mulheres nestas condições, já é constrangedor para nós homens e para elas, então? Os coletivos chegavam no ponto completamente lotados e quem arrisca subir seguia como “sardinha em conserva”, eu por exemplo estudo e preciso chegar no horário na universidade depois de um dia de trabalho,no metrô a situação também piora a cada dia.

  11. Ola Marcos
    Essa é a realidade, nua e crua em que vivemos aqui em São Paulo
    Tudo aqui deixa a desejar, sobre vários aspectos.
    Não somente o precaríssimo transporte publico em um todo.
    Apesar do grande esforço sobre humano das nossas policias a segurança publica deixa a desejar, por falta estritamente de recusos, equipamentos, armamentos, contingente, etc.
    A saude publica então nem se fale.
    Os salarios dos profissionais que nela atuam, é uma verdadeira vergonha o que recebem.
    Falta quase tudo nos hospitais publicos, sau de publica federal estadual e municipal, desde equipamentos, pessoal, medicamentos, leitos, macas, medicamentos, atendimento digno.
    Sem contar a porcaria de salario que um profissional da saude publica recebe
    Em quanto isso o pessoal do alto escalão politico, deputados, senadores, vereadores,…..$$$$$$$$$$$
    Nem em hospital veterinario o atendimento é péssimo como vemos nos hospitais publicos
    Sei o que passei com a minha mãe aos 93 anos quando adoeceu e tive que infelizmente por falta de convenio medico por causa da udade avançada recorrer a hospitais publicos.
    Foi uma verdadeira via crucis.
    Para voce ter umam ideia
    Minha mãe teve que tomar soro fisiologico em pé porque não tinha lugar ou maca, disponiveis.
    Imagine então o cidadão que infelizmente fica doente, ou um aprente a exemplo da minha falecida mãe, tem que recorrer ao serviço publico e ainda ter que depender do paupérrimo transporte publico.
    Como solucionar desmandos, toda a sorte de precariedade existente numa cidade com quase dose milhões de habitantes e quase sete milhões de veiculos pelas ruas.
    Sem contar a grande São Paulo, pois a maioria vem a São Paulo tentar tratar das suas saudes e familiares.
    De outros estados idem
    Porque no estado de muitos doentes, coisa que inesixte é saude publica.
    Desculpa o desabafo
    Não se trata somente da precariedade do transporte publico
    “Uma coisa puxa a outra”
    Como se fosse uma reação em cadeia.
    Está praticamente, em todos os setores, tudo sem controle em São Paulo.
    Sai administração entra administração, fazem promessas e mais promessas antes de se elegerem e nada melhora.
    Muito Pelo contrario.
    Em fim
    Qualidade de vida, dignidade, respeito ao cidadão, ao funcionário publico mediano e abaixo, são itens que não existem em São Paulo e no Brasil inteiro.
    Só acomphar as noticas veiculadas na mida falada, escrita e televisiva.
    Fora aquilo que não sabemos.
    Será que, como cidadãos paulistanos estamos sendo tão ingratos assim e exagerando em nossas reclamações, reinvidicações, sofrimentos, mazelas, etc.

  12. Caro Milton,
    Gosto muito do seu programa e ouço sempre que posso.
    Não conheço bem a legislação sobre os bens apreendidos mas eu sou colaboradora de uma ONG que combate o tráfico de fauna, a SOS Fauna. Parte de nossas atividades consiste em dar apoio às Polícias (Ambiental, Civil, GCM, etc) no pós apreensão com os primeiros socorros e transporte dos animais para locais adequados (DEPAVE, Parque Ecológico Tiête, etc). Também estamos iniciando um trabalho de devolução de fauna reabilitada para as suas origens, em locais do nordeste e do centro-oeste.
    Como dependemos apenas de doações, não temos verbas para a compra de veículos adequados, como um caminhão, caminhote, etc. Seria muito relevante para o nosso trabalho e acredito que também para o trabalho de tantos projetos sérios que existem (não aquelas ONGs sem sede e cheias de dinheiro do governo que vemos por aí) se fosse possível entregar esses veículos e equipamentos em depósito para que possamos realizar nosso trabalho. Nada mais justo do que o criminoso ajudando a reparar a sujeira que ele criou!
    Também acho um absurdo a polícia não se utilizar mais desses veículos e objetos frutos de apreensão. Já vi gente da Polícia Federal no norte do nosso amado país andar por 5, 6 horas em um barquinho de alumínio, com assentos duros e sem encosto, sem abrigo da chuva e do sol, para ir atrás de traficantes, desmatadores, etc, quando existem apreensões de iates e barcos muito bons dos próprios traficantes. Está na hora de darmos um destino para essas apreensões para que possa ser feito um bom uso delas e ao mesmo tempo evitando que virem sucata e fonte de contaminação ambiental.
    Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s