Quando o menos é mais

 

Por Abigail Costa

Das primeiras vezes que ouvi isso, as pessoas se referiam as roupas.

Muitas cores, muitos colares, muitos anéis. Tudo “over”.

Bastou um olhar mais atento para camisa branca ou o pretinho básico e as diferenças apareceram.

Das roupas para a vida nossa de cada dia, ficou mais fácil.

É natural, além de ser mulher, mãe, esposa, profissional, incorporar outras figuras.

Foi num desses momentos de múltiplas funções que me deparei com um desgaste fora do normal.

O cansaço veio acompanhado de uma sensação de ser incompleta.

Poucos minutos para o café da manhã já que o dia tem pressa.

Uma espécie de cronômetro para medir se o que foi feito estava absolutamente certo ou pela metade.

Uma cobrança invisível de sofrer.

Ninguém diz nada mas você sabe.

Poderia ter ido mais além aqui. Deveria ter brecado ali.

Era como ir para o quarto e perceber que com algumas mudanças nos móveis conseguiria mais espaço para ter um corredor.

Em alguns momentos é hora de sacar o pretinho básico do guarda-roupa para não perder tempo com as combinações de cores que estão fora de moda.

Uma dúzia de funções ficam bem para mostrar para os outros como você é ou se sente ocupada.

Ocupada, mas sem tempo de desempenhar as principais tarefas que só dependem de você.

DESCENTRALIZAR.

Estou “in love” com essa palavras.

Ando namorando, o mais é menos.

Descobrindo que posso, não preciso, andar com o cronômetro na bolsa.

Quer saber?

Me perguntaram outro dia.

– Esta fazendo o quê?

– NADA.

Do outro lado lado:

– Aí que inveja!

Eu me senti vestida de menos, o outro me viu DEMAIS.

Estou conseguindo.

Abigail Costa é jornalista e escreve às quinta-feiras no Blog do Mílton Jung

3 comentários sobre “Quando o menos é mais

  1. Essa máxima do “quando o menos é mais” pode ser aplicada em tudo na vida.Li outro dia em um site e se soubessemos aplicar no dia-a-dia, seria perfeito: menos ciúme, mais segurança. Menos incertezas, mais convicções. Menos questionamento, mais convicções. Menos interrogações, mais estabilidade.Menos medo, mais fé. Menos o que passa…. mais amor! E finalizava dizendo “deus não demora, ele capricha”. Mais uma quinta-feira você foi muito feliz no seu comentário. Esta é a mensagem que fica para a semana.

  2. Posso resumir da seguinte forma, para podermos levar uma vida “nos conformes”, dentro dos nossos limites, dentro das nossas reais necessidades básicas, objetivos, anseios, convicções, preferencias, etc.
    EQUILIBRIO!
    TER e SER, devem caminhar lado a lado.
    Belo texto Sra Abgail
    Obrigado!
    Abraços
    Aarmando italo

  3. DESCENTRALIZAR

    Eu graças a Deus nasci com esse dom!!!!!
    Muitas fezes fui considerada "folgada" por delegar às pessoas assuntos e trabalhos que não me tornavam mais ou menos "competente", mas sim por mera falta de tempo, e por outro lado para permitir que as pessoas que me cercam, sejam elas funcionários ou famíliares simplesmente aprendessem coisas novas. Até mesmo como gerenciar a própria vida.
    Eu não considero ser necessário que as pessoas centralizem todos os trabalhos, conhecimentos, as que o fazem considero inseguras.
    Afinal quem muito centraliza quando se vai, deixa um bando de inúteis, mal acostumados pelo simples fato de nunca terem a oportunidade de desenvolver e usar seu potencial.
    Não devemos esquecer que temos data de validade aqui na terra, e quando ela expira temos como obrigação deixar pessoas treinadas para suprirem suas necessidades, ocupar o lugar daquele que gerenciava a vida de outros tantos.
    Posso ter escrito bobagens, sido repetitiva, mas…. não acredito que temos o dever de carregar o mundo nas costas sozinhos, muito menos podar o desenvolvimento alheio.

    Abraços

    Walnice

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s