Adote um vereador e a lição de cidadania

 

Reunião do Adote dia 11 de junho 2011

Um jornalista interessado, uma recém-chegada entusiasmada e a vontade de sempre de contar o que foi feito no último mês estavam em torno das duas mesas que ocupamos no bar do Pátio do Colégio, nesse sábado à tarde, em São Paulo. É lá que o Adote um Vereador escolheu se encontrar uma vez por mês e conversar sobre avanços e recuos no esforço de influenciar o trabalho da Câmara Municipal de São Paulo.

Chico Junior é repórter do Metrô News e queria saber o que acontece nas reuniões do Adote. Conversou com alguns integrantes e “encalhou” ao sentar do lado de Alecir Macedo, dos que mais falam sobre política, cidadania e outras tantas coisas. Sempre de olho na própria pressão, Alecir às vezes parece não crer que a sua pressão sobre os vereadores resultará em sucesso. Interessante, porém, é ver que não desisti nunca. E não é porque é brasileiro, não. É porque nasceu assim, incomodado e interessado.

Luciana Bueno é novata na rede do Adote e experiente quando o tema é política. Mantém contato com parlamentares – no Senado, na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa. Quer escolher um vereador para acompanhar o trabalho e se envolver com a política local. Desde agora tem um blog interessante no qual escreve e direciona seus leitores a entender conceitos políticos em discussão na reforma em curso, o Observatório da República.

O primeiro casal da cidadania paulistana, Sonia e Danilo Barbosa, fizeram-se presentes, também. Parece que eles recarregaram as baterias e se deram conta de que são reféns do compromisso que assumiram há alguns anos quando chegaram a São Paulo e se transformaram voluntários do Movimento Voto Consciente. Precisamos deles.

Massao Uehara, Audrey Danezi, Marcos Paulo Dias, Liliane Silva, Frederico Sosnowski. Cláudio Vieira e Camila Migliorini completaram a mesa nas mais de duas horas de bate-papo.

Um dos temas foi a baixa participação popular nas discussões em plenário e nas audiências públicas, além da manipulação que existe em muitas dessas reuniões que impede o debate aprofundado. Boa parte do tempo o microfone é ocupado por parlamentares, assessores de parlamentares, representantes de parlamentares e os convidados dos parlamentares.

Das coisas mais curiosas que ouvi, foi o Alecir quem me contou – ele conta muita coisa. Durante sessão no plenário, acompanhada pela Tv Câmara e comentada pelo Twitter, o vereador Antônio Carlos Rodrigues, do PR, decidiu dar a ele aulas de cidadania.

Lição nº 1 de ACR: “Você precisa conhecer o Regimento Interno para comentar sessões da Câmara”.

Lição nº 2 de ACR: “Entendo a importância do trabalho que vocês realizam e acredito que a fiscalização de parlamentares deve ser sempre pautada pela imparcialidade”.

O ex-presidente da Câmara se engana duplamente.

Para cobrar do vereador basta ser cidadão. O que o Adote um Vereador incentiva é que este cidadão esteja mais próximo do legislativo para entender como a casa funciona (ou não). Conhecer o regimento interno da Câmara Municipal pode ser importante, mas não é fundamental. Aliás, muitos dos vereadores não o conhecem e precisam da ajuda de colegas até mesmo para elaborar um projeto de lei. Não por acaso, usam e pagam com dinheiro público técnicos da área jurídica.

Para ser do Adote, exige-se tudo menos imparcialidade. A rede é formada por blogueiros e voluntários compromissados até o pescoço com a cidadania. E a ideia é aumentar o número de adeptos dispostos a escolher um vereador, abrir um blog e fiscalizar o trabalho dele desenvolvendo seu olhar crítico. Não há nada que exija destes voluntários isenção, apenas ação.

Se você estiver disposto a se unir ao Adote um Vereador, não espere o próximo encontro. Abra logo seu blog, conte para gente e seja mais um cidadão a fazer parte desta rede.

Conheça mais o Adote um Vereador:


Blog do Adote um Vereador


Site do Adote um Vereador

WikiSite do Adote um Vereador

Twitter @AdoteUmVereador

Álbum de fotos do Adote um Vereador, no Flickr

Jornal eletrônico do Adote um Vereador

7 comentários sobre “Adote um vereador e a lição de cidadania

  1. É sempre uma satisfação rever os amigos e trocar idéias, botar o papo em dia vale a pena. Conhecer novos amigos e a descontração com os mais antigos renova a esperança de que um dia tudo será diferente e nossa batalha terá valido a pena!

    Conviver com Sonia e Danilo Barboza não tem preço, a gente aprende a cada dia mais.

    O Milton carregou demais na tinta, não sou tudo isso não!

    Apenas sonho com um país mais justo e igual a todos nós e, que um dia meu neto se orgulhe de mim e diga “meu avô ajudou melhorar isso tudo”.

    Um forte abraço a todos que estão descritos na matéria, é um orgulho ter amigos como vocês!

    Sempre alerta!

  2. é isso aí Alecir!!! Concordo com você é sempre bom lutarmos por dias melhores e o encontro foi muito bom..estou aprendendo com vocês…

  3. Caro Milton Jung

    Não quis dar aula de cidadania ao Alecir, o que, aliás, seria muita pretensão da minha parte.

    Apenas fiz um comentário ou uma sugestão, numa mensagem pessoal via twitter, dizendo que as pessoas interessadas em fazer o acompanhamento do trabalho parlamentar na Câmara Municipal de São Paulo deveriam conhecer o Regimento Interno.

    Afinal, o Regimento Interno estabelece um conjunto de regras que regulam o funcionamento da Casa. Se uma das metas do adote um vereador é entender como a Câmara funciona, acredito que conhecer o Regimento Interno ajudaria bastante.

    Fiquei surpreso com a sua afirmação “que exige-se tudo menos imparcialidade.” Mais uma vez, sem pretensão de dar aula, acredito que as pessoas comprometidas com a cidadania devam ser imparciais. Entendo também, na minha modesta opinião de cidadão, que o comprometimento com uma causa pressupõe uma visão crítica, abrangente e imparcial.

    Atenciosamente

    Vereador Antonio Carlos Rodrigues

  4. Boa tarde Milton e aos colegas do blog,

    Milton não querendo entrar no merito da questão em si, eu acho quem deveria conhecer o regmento da camara é o veriador. Eu acho nós eleitores, não estamos interesados em conhecer regimento, mesmo por que ele foi feito sem a nossa participação. Alem do mais, esse regimento, foi criado para proteger eles proprios e não a nós.
    Se eu fosse ele, eu trataria de fiscalizar as aberações que o prefeito anda fazendo com a cidade de SP e eles dizem amem para tudo isso.
    Os jornais, estão noticiando, que o prefeito esta distribuindo fichas para os funcionarios da prefeitura/subprefeituras para que eles arrumem aliados para o seu partido. A população gostaria de saber o que eles vão fazer para acabar com essa palhaçada. O prefeito esta vendendo a cidade para o setor imobilhario e eles estão fazendo o que para parar com isso? O prefeito, atraves da CET, esta cirando a industria da multa e eles estão fazendo o que para torna isso transparente? Ou até mesmo acabro com isso e fazer coisas mais justas? Agora ele querer que conhencemos regimento da camara? o que tem de interesante nisso? não somos os autores desse maquievelismo.
    Só queremos, que não só ele mas eles já que não fazem nada, façam pelo menos o minimo. E ai, quem sabe possamos acreditar nos politico desse país. Por que atualmente, estão mais desacreditados do que wisk do Paraguai.

    Abr,

    JS.

  5. Sr. Vereador,

    Não ia nem me manifestar a respeito de seu comentário, mas o José Sinval chamou me a atenção para o já jurássico regimento datado de 26 DE ABRIL DE 1991.

    Ele cobre apenas as ações dos vereadores dentro da casa, ou seja “nossa casa”, não cobre o que acontece fora de lá. Como as barbaridades que aconteceram por ocasião da eleição da mesa diretora no final do ano passado e ficaram impunes.

    Infelizmente as coisas na CMSP são levadas na base de gritos, dedos em riste, ameaças e caras feias pelos corredores. Quem assistiu a sessão plenária ontem (17/06) e viu o pronunciamento do vereador Milton Leite, na sessão extraordinária, sabe muito bem do que estou falando.

    Vereadores usam o regimento interno apenas em seu favor e esquecem daqueles que os colocaram lá, com a finalidade de defender os interesses da cidade e consequentemente do cidadão.

    É chegado a hora de acabar com esta vergonha e começar a trabalhar em pról daqueles que os elegeram. (Nós simples cidadãos que se quer podemos acompanhar ou criticar suas ações sem antes conhecermos o regimento da casa).

    “Imparcialidade”, parece piada!

  6. Bom Dia Milton e aos Colegas do Blog.

    Pessoal, eu acho que o gato comeu a lingua do veriador ou então ele não tem argumento para contestualizar os comentarios. Não deve ter mesmo, o prefeito colocou até pessoas mortas para filiar-se ao partido dele e eles até agora, estão de bico calados.
    Alias, o que eles fazem mesmo? por que trabalhar, eles não trabalham e nós pagamos um salario de 15 mil reais? Somos umas antas mesmo Não é? Não tem problema, 2012 esta chegando, vamos dar a nossa resposta para eles.

    Abr a todos,

    S.

  7. Boa Tarde Milton e aos colegas do Blog,

    Milton, depois os veriadores não querem ser criticados. Como não desconfiar deles! vejam o que aconteceu dia 24/06/011, eles estão todos reunidos para decedir como vão meter a mão no nosso dinheiro. Por que pensar que eles estavam trabalhando em beneficio da população e da copa de 2014, é brincadeira. Ainda mais, em um feriado prolongado como esse e de comemoração das festas em praticamente todos os cantos do país.
    Isso, só vem mostrar como eles agem sorrateiramente, na calada da noite. Por que com toda certeza, eles não escolheram fazer essa reuinião nessa data por acaso e nem por causa da copa de 2014. Só nos resta saber quanto que essa reuinião vai custar para o nosso bolço. Por que não vai ser pouco. Sem falar no cx. dois, por que isso, não vai sair de graça.
    Como cidadão, sinto-me envergonhado, tripudiado, roubado e ao mesmo tempo nojo com tanta sugeria e podridão. Pra frente sucopaula.

    Abr,

    SR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s