Papai, quero casar

 

 

Você atenderia o pedido de uma filha de 15 anos?

Realizar o sonho de nossos filhos é sempre um prazer. Às vezes, difícil de negar. Mas quando o pedido é para sair de casa, morar com o namorado? A resposta pode parecer simples demais: “claro que não!” – diriam as mães que conheço; para alguns pais nem teria coragem de fazer esta pergunta.

Nem sempre é isso que acontece. A morte de uma adolescente que saiu da casa dos pais para morar no apartamento do namorado, um jogador de futebol, destaque no noticiário paulistano nesta semana, abriu uma discussão importante: a responsabilidade dos pais.

Não é difícil encontrar alguém que diz que o filho “apesar” de 15, 16 anos tem uma cabeça boa. Especialistas pensam diferente. O menino/rapaz, a menina/moça, ambos têm o direito de pensar que sabem e podem tudo, é da idade. Também como o corpo, a cabeça está em formação. E os desejos não podem significar realizações. Principalmente quando o assunto é casamento.


Leia o texto completo no Blog Adote São Paulo, no site da Época São Paulo

Um comentário sobre “Papai, quero casar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s