Calçada, pra que te quero?

 

“No ritmo do teu post de terça-feira (E segue o desrespeito ao espaço público), aqui vai o registro do meu passeio na semana passada. Uma única quadra, na Rua Dr. Fonseca Brasil, na Vila Andrade. Deus salva a Rainha e nos salve dos reizinhos!” – mensagem de Maria Lucia Solla, comentarista do Blog e autora das imagens a seguir:

Se você encontrar mais problemas no seu caminho, mande o recado aqui para o Blog do Mílton Jung pelo e-mail milton@cbn.com.br

2 comentários sobre “Calçada, pra que te quero?

  1. Na região onde moro e trabalho, Imirim, Mandaqui, sua mais importante avenida, a Eng. Caetano Alvares, famosa pelas muitas revendas de automóveis, as calçadas foram transformadas em EQUIPAMENTO DE TRABALHO dessas revendas. Nelas você não anda, você se equilibra. O único jeito é andar no meio fio. A pior calçada e a mais desrespeitosa delas, é a da Pro-Alto. Num dos trechos dessa calçada, a inclinação é enorme, mais ou menos uns 0,60 cms, só vendo para acreditar.
    Muitos moradores fizeram denuncias, mas o desrespeito continua lá.

  2. Em se tratando de desrespeito ao pedestre e ao uso ilegal do passeio público, nada supera o que se verifica há anos na Avenida Lider nº 01, onde uma lanchonete fastfood resolveu criar seu drivethru por cima do passeio público, além de demarcar diversas vagas para estacionamento de veículos. Tanto a CET quanto a Subprefeitura de Itaquera, ambas fecham os olhos para tremendo abuso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s