Avalanche Tricolor: vitória comemorada nas nuvens

 


Grêmio 1×0 Cruzeiro
Brasileiro – Arena Grêmio

 

image

 

Estou passando em algum ponto qualquer próximo do continente africano a caminho do europeu. Faltam pouco mais de quatro horas de voo até Munique, primeira parada antes de chegar ao destino final, Roma. São 37 mil pés de altitude, e acabo de vibrar com mais uma vitória do Grêmio, a quarta seguida neste campeonato.

 

Quando deixei São Paulo, cheguei a lamentar com os parceiros de viagem o horário do voo, que me impediria de assistir ao jogo desta noite, na Arena. Como, porém, era a melhor opção neste início de férias, registrei, antes do embarque, em telefonema para o meu pai, o desejo de sorte para nós, nesta partida contra um adversário clássico do futebol brasileiro. Era o bicampeão que estaríamos enfrentando e tendo o desafio de manter uma sequência de vitórias difícil para o nível da competição.

 

Fui,porém, surpreendido pela tecnologia. O avião da Lufthansa no qual embarquei oferece acesso à internet ao custo de 9 euros uma hora e 14 euros por quatro horas. No anúncio que fazem dizem que é oportunidade para as tarefas corporativas e acesso aos amigos pelas redes sociais. Eu tinha um só interesse, assistir ao jogo do Grêmio e o fiz pelo aplicativo do Premier.

 

Foi gratificante, a caminho das férias, ver o Grêmio jogar mais uma vez futebol de gente grande. Luan acabou com o jogo e não por acaso sofreu o pênalti que nos fez justiça, depois de uma série de chutes defendidos pelo goleiro adversário. A marcação e a velocidade na troca de passes se repetiram e foram fundamentais para a conquista.

 

Ao fim do jogo ainda deu tempo de ouvir Douglas dizendo que queremos ir longe neste campeonato e lembrei de Avalanche publicada recentemente quando fui efusivo ao escrever que o Grêmio chegaria ao G4 e além.

 

Só não esperava mesmo é que o Grêmio fosse junto comigo tão além-nuvens assim como nesta noite.

 

Aqui do alto, saudações tricolores!

3 comentários sobre “Avalanche Tricolor: vitória comemorada nas nuvens

  1. Essa saudação, “aqui do alto”, parece ter dúbio sentido.
    VC quis dizer também, do alto da tabela, certo?
    E nós aqui em baixo, no chão e no baixo da tabela!

  2. Agora,que já não estás no ar,espero que a tecnologia te acompanhe. Nessa quarta-feira sequei o Santos. Não fui feliz. Em casa,o Santos talvez tente vingar-se da derrota no jogo contra o Flu. Torço para que Róger Machado faça jus ao sobrenome e corte as asinhas do nosso próximo adversário. No mais,que nada estrague tuas férias ao lado da família. Espero notícias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s