Conte Sua História de SP: uma carta escrita pelo livreiro da cidade

 

Por José Xavier Cortez
Ouvinte da rádio CBN

 

 

Esta é uma carta de alguém que se tornou editor e livreiro nessa cidade.
Cidade que acolhe pessoas que aqui aportam, vindas desse mundão de meu Deus, e o fazem sem indagar, sem exigir, sem distinguir se sua busca quer o bem ou não. Aqui nos fixamos.

 

Chegamos às vezes trazendo apenas uma única indicação, ou simples carta de apresentação para nos mostrarmos aos residentes daqui. Indicação ou apresentação obtidas por vezes junto a alguém conhecido na nossa origem, parente ou não.

 

As incertezas, o pavor, o medo, nos acompanham. De repente você se vê tão pequeno, diminuído, com pouco ou nenhum saber no meio dessa multidão, que está a disputar e a conviver com todas as bondades, riquezas e mazelas da grande cidade.

 

Minhas lembranças voltam no tempo. Só hoje, não sei porque não pensei nisso antes. Resolvi agradecer de coração por tudo o que de bom o povo dessa cidade de São Paulo me proporcionou e ainda me proporciona.

 

Quando aqui cheguei, no dia 05 de janeiro de 1965 não imaginava que quarenta anos depois, em 2005, receberia o tão honroso título de cidadão paulistano concedido a mim pela Câmara Municipal de São Paulo.

 

E não imaginava também que essa honra, 51 anos após minha chegada, se ampliaria a ponto de ver uma escola pública estadual da cidade de São Paulo ser denominada Escola Estadual José Xavier Cortez, homenagem sancionada pelo Governador de São Paulo, Gerald Alckimin, em 2016, ambas as indicações formuladas pelo vereador e posteriormente deputado estadual Carlos Giannazi.

 

Por que a mudança para São Paulo?

 

A punição que me impôs o regime militar em 1964 me fez mudar do Rio de Janeiro para cá. Não tinha profissão, mas tinha vontade ferrenha e muita disposição para ir à luta, para crescer, para me desenvolver como pessoa e como cidadão.

 

O que eu não queria mesmo era voltar para o local de onde saíra dez anos antes, o sertão do Rio Grande do Norte, sem conhecimentos, a não ser aqueles que você adquire observando o cotidiano das grandes cidades e que se traduzem no corre corre das pessoas, nas enchentes, nas favelas, na miséria, na riqueza não distribuída, nos crimes, etc.

 

Foi dentro desse contexto que consegui meu primeiro emprego sem carteira assinada, como lavador de carro num estacionamento que ainda existe hoje, na Rua Asdrubal do Nascimento, no centro de São Paulo.

 

Tenho apreço e orgulho de viver e trabalhar com minha família nessa cidade.
Foi ela que me ofereceu toda infraestrutura para minha aprendizagem e meu crescimento, tendo contribuído decisivamente para que eu construísse e consolidasse aquilo que sou e que faço hoje: ser um editor e livreiro em permanente comunhão com a metrópole.

 

José Xavier Cortez é personagem do Conte Sua História de São Paulo. A sonorização é do Cláudio Antonio. Conte você também a sua história: escreva para milton@cbn.com.br.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s