“Stranger Things”: um terror, uma declaração de amor e está no Netflix

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Stranger Things”
Uma série original Netflix dirigida pelos Duffer Brothers
Gênero: Terror/suspense,drama
País:USA

 

Quatro garotos, no melhor estilo ”Goonies”, são amigos inseparáveis. Um belo dia, um deles som, e estranhos acontecimentos assustam moradores da cidade. Um detetive determinado a resolver o caso misterioso envolvendo uma importante central de pesquisa nos conduz a uma trama inteligente .

 

Por que ver:

 

A série é uma declaração de amor à decada de 80, além de evidentes referências cinematográficas e literárias da época como Stephen King, Spilberg ,Amazing Stories, Conta Comigo e, provavelmente, outras que eu  não tenha “pescado”.

 

O elenco é muito carismático, bem dirigido e as atuações muito dignas de nota, em especial a menina que faz o papel da “Eleven”.  Ela se chama Millie Bobby. Que loucura os tempos de interpretação desta criança! Perfeita, maravilhosa! Corro o risco de dizer que é a mini Meryl Streep!

 

O roteiro sem monotonia cativa do primeiro minuto ao último.

 

Como ver:

 

À noite, no melhor clima “terror”possível. Não é aquela pegada “O Exorcista” que envolve espíritos na trama, pois aí eu não teria visto: morro de medo!

 

Quando não ver:

 

Não recomendo para crianças. As chances de pesadelo são enormes!

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

 

Os suspeitos: um filmaço!

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Os Suspeitos”
Uma série de Dennis Villeneuve
Gênero: Suspense
País:USA

 

Keller é um pai de família bem bacana. Sua vida é feliz e tranquila. Um dia resolve fazer uma visita a um casal de amigos. Sem que eles percebam, a filha de Keller desaparece. A polícia e Keller acham um suspeito, mas por falta de provas o deixam ir. Keller não se conforma e resolve fazer sua própria investigação com a ajuda de seu melhor amigo; e sequestra o suspeito.

 

Por que ver:

 

Ai, papai! Se segura, pois o “trem é forte”!

 

Digo de boca cheia: este é um suspense dos bons. Não entrega o ouro e brinca com o espectador do início ao fim.

 

Roteiro, direção e interpretação perfeitos.

 

Em resumo: filmaço.

 

Como ver:

 

Com amigos no fimde semana pois vai demorar para que você consiga dormir depois. Adrenalina vai a mil.

 

Quando não ver:

 

Acabou de ter filho? Hummm … não é um filme, digamos, recomendado. Vai te deixar em uma paranóia do tipo “querer andar com a criança na coleira”…rsrsrsrs

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Dá dicas de filmes e séries aqui no Blog do Mílton Jung

Um Porto Seguro: romance e suspense direto das páginas de Nicholas Sparks

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Um Porto Seguro”
Um filme de Lasse Hallstrom
Gênero: Romance
País:EUA

 

Uma jovem e bela moça chamada Katie se muda para uma cidadezinha da Carolina do Sul e conhece Alex. Apesar de sua discrição e distância, Alex, um viúvo gato com 2 filhos, acaba conquistando Katie… O que Alex não sabe é que Katie esconde um segredo de seu passado recente.

 

Por que ver:
Se você gosta de romances água com açúcar, mas com algum suspensezinho, é para você. Obra adaptada do livro de Nicholas Sparks, lembra os outros filmes baseados em seus livros… Eu, particularmente, gosto de todos… Meus colegas cineastas e críticos de cinema acham ruim… O público classifica como muito bom…

 

Como ver:
Tá fazendo nada? Quer relaxar? Pronto, achou a hora! Pegue a gatinha ou gatinho, faça uma pipoquetz, um churros congelado de sobremesa e manda bala no play!

 

Quando não ver:
Acabou o futebol e aquele monte de marmanjo resolve ver um filminho… Este, de fato, não é uma opção quando a sala esta repleta de testosterona!

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos.

Relatos selvagens: o que te faria surtar?

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Relatos Selvagens”
Um filme de Damián Szifron.
Gênero: Suspense, Comédia, Drama.
País:Argentina, Espanha

 

Um avião, uma estrada, uma mansão,um restaurante, uma repartição pública e um casamento; nessas locações acontecem situações prosaicas mas com desfecho inesperado e muito selvagem.

 

Por que ver:
Este diretor consegue te capturar em um ritmo incrível. É um filme 6×1; seis histórias diferentes, e completas, em apenas um filme. Por vários momentos me questionei se não reagiria da maneira que os personagens reagem. Muitas vezes essa identificação com a história não é imediata, mas esse filme te faz imergir e se colocar no lugar de cada história te fazendo flertar com a babárie. As situações são tão corriqueiras e vão tomando uma proporção de loucura plausível em um ritmo perfeito entre direção, atuação e roteiro. Nesse filme, os personagens vão um pouquinho além e te levam junto… O que te faria surtar? Me conte nos comentários abaixo.

 

Como ver:
Depois de um dia duro de trabalho. Diversão na certa! Um dos melhores filmes dos últimos tempos.

 

Quando não ver:
Se você tiver raivinha de Argentinos… Vai te dar mais raiva ainda ao perceber quão talentosos este hermanos foram na execução desse filme. Não quero te ver surtar, hein! Está avisado(a)…

 


Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Escreve no Blog do Mílton Jung

A Vida dos Outros: para ver sem nenhum mala ao lado

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“A Vida dos Outros”
Um filme de Florian Henckel
Gênero: Suspense
País: Alemanha

 

É uma história real do sistema de espionagem existente na Alemanha durante o período da guerra fria. Nos anos 80, o Ministro da Cultura se interessa por uma atriz famosa que por sua vez é namorada de um importante dramaturgo. Com suspeitas dos dois serem infiéis às ideias comunistas, eles começam a ser espionados por um temido capitão que acaba adorando conviver com a história deles, e se envolvemdo muito mais do que deveria.

 

Por que ver:
Sabe aquele filme que simplesmente não existe a possibilidade de alguém não gostar, tipo como chocolate… Este é o caso! Sucesso total de público e critica.

 

Como ver:
Agora que começou o friozinho, você troca seu jantar por uma sopinha em frente ao sofa e aperta o play; no meu caso, que estou de regime, o filme ajudará a esquecer a fome de tão bom!

 

Quando não ver:
Se você tiver aquele amigo super mala junto! Sabe aquele que adora ser do contra? O mundo ama chocolate, ele detesta… O mundo amou este filme e ele, só para encher o saco, dirá que é ruim!!! Mala deve ficar na casa dele! A sopa será uma melhor companhia.

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos.

 

A Pele que Habito: cenas elegantes e história provocante

 

 

FILME DA SEMANA:
“A Pele que Habito”
Um filme Pedro Almodovar
Gênero: Drama/Suspense
País:Espanha

 

Um cirurgião plástico famoso vive o drama de ter perdido a amada esposa, vítima de suicídio após ficar deformada por queimaduras decorrentes de um grave acidente de carro. Ele então desenvolve uma pele, que pode ser ultilizada em humanos, à prova de queimaduras que se regenera em caso de cortes. Os meios que ele ultiliza para chegar a esta descoberta nos leva a desvendar “vários esqueletos do armário”.

 

Por que ver:
Eu simplesmente amo o Almodovár. Na minha opinião, ele é um hibrido entre Fellini e Kubrick, outros dois grandes mestres. Este filme me faz lembrar de “Laranja Mecânica” com pitadas de “Amarcord”.

 

Como ver: vinho tinto deve e pode acompanhar o filme. Combina com o clima. E lógico que você deve estar acompanhada/do. Mesmo os amantes de “hollywood movies” vão gostar. As cenas são elegantes e a textura do filme bem americana.

 

Quando não ver: com filhos ou parentes ascendentes… Meio “fortchenhas” as cenas de sexo. Oba! Adoro! É hoje! Rsrsrsrs

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos.

O Jogo: é teste para cardíaco!

 

FILME DA SEMANA
“O Jogo”
Um filme de David Fincher.
Gênero: Ação/Suspense
País:USA

 

 

Nicholas Van Orton (Douglas), um homem de negócios mal-humorado, acaba de fazer aniversário. O irmão oferece-lhe o cartão de uma empresa chamada Consumer Recreation Services. É um presente de “vida” … Através de um jogo obscuro o participante “vai brincar” sem saber sequer qual a finalidade. Os estranhos acontecimentos começam a manifestar-se acompanhando o início do Jogo, em que os organizadores parecem monitorizar por completo a vida do participante. As linhas das fronteiras entre o real e a ficção tornam-se cada vez mais difíceis de distinguir.

 

Porque ver: O diretor David Fincher filmou os seguintes títulos: Seven, o Curioso caso de Benjamin Button, Garota Exemplar, Clube da Luta, A Rede e Os homens que não Amavam as Mulheres, etc… Bom, acho que convenci você, não? Este diretor é um fenômeno por si só.

 

Como ver: Quando estiver em busca de emoção!!!! Quando você vai a Natal andar de buggye nas dunas, eles perguntam: “com ou sem emoção”? Este, definitivamente, é “com”.

 

Quando não ver: Tem problemas cardíacos ou respiratórios? Se a resposta for sim, este não é um filme indicado a você.

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos.

Garota Exemplar: um suspense para agarrar você do começo ao fim

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Garota Exemplar”
Um filme de David Fincher.
Gênero: Suspense
País:USA

 

Um casal apaixonado se muda para o Missouri. Os dois foram demitidos, estão passando por problemas financeiros e para arrematar a mãe dele morre de câncer. Até que um dia, Amy, a esposa, some sem deixar rastros. Sinais de luta e sangue são encontrados…O culpado?…Bem, não posso ir além na sinopse ou vou deixar escapar algum detalhe arrepiante!

 

Por que ver:
Um grande suspense. Para os fãs do gênero será um prato cheio. Prepare-se para fortes emoções. O filme te agarra do começo ao fim. Vai te faltar fôlego em alguns momentos e te deixar incrédulo em outros. Acabei de ver o filme e estou até mole.

 

Como ver:
Não adianta preparar aquela pipoquinha pois você não vai ter tempo para comê-la. O filme não te dá descanso… Faça xixi antes.Uma boa pedida, é se você estiver voltando da Europa e precisa se ajustar ao fuso horário… As horas passarão rápido e o sono passará longe!

 

Quando não ver:
Olha, qualquer coisa que escreva aqui pode te dar pistas sobre o enredo, portanto vou me abster de um comentário mais preciso e apenas dizer que se você não puder, por orientação médica, ter fortes emoções, não assista a este filme.

 


Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos.