Novo prédio “assassina” árvore com autorização da prefeitura

A derrubada de uma das poucas árvores centenárias ainda em pé na rua Mourato Coelho (veja imagem e nota mais abaixo) foi para atender aos interesses de um novo empreendimento imobiliário e com autorização da Subprefeitura de Pinheiros.

O subprefeito Nilton Nachle enviou nota ao CBN São Paulo e a este blog lamentando que a lei assegure o direito de o proprietário do imóvel derrubar a árvore.

Leia a nota:

“A remoção da árvore foi autorizada devido a uma solicitação de rebaixamento de guia, para um edifício que está sendo construído no local, aprovado pela Secretaria de Habitação, de acordo com o processo 2007/0.157.820-0. A entrada de veículos do novo empreendimento fica exatamente em frente à árvore e, infelizmente, a Lei 10.365/87 ampara o interessado, o qual tem direito a 50% de rebaixamento da frente do imóvel. Quanto à Uva Japonesa, é um crime do qual não tínhamos conhecimento. Vamos investigar e já emitimos autuação para o proprietário do imóvel em cuja calçada está a árvore.

Atenciosamente,

Nilton Nachle
Subprefeito de Pinheiros”

7 comentários sobre “Novo prédio “assassina” árvore com autorização da prefeitura

  1. Triste constatação: SP é a cidade dos carros. Definitivamente, não há mais lugar para as pessoas.
    A nota de esclarecimento não faz menção ao estado da árvore ou ao interesse da comunidade, apenas atende ao tráfego de carros.
    Infelizmente, acho que cada dia se confirma que tá na hora de ir embora para Pasárgada…….

    Abraços condoídos

  2. Os lucros das incorporadoras custam caro à sociedade. Lucros de poucos e perdas prá muitos.
    Pinheiros é mal conservada e ainda tem novos empreendimentos imobiliários.
    Ruas sujas, bares barulhentos, trânsito caótico, não existe lei de trânsito à noite e finais de semana, assaltos e roubos.
    O que está acontecendo ao nosso bairro?

  3. Bem meu caro Milton, como você vê, depois que se arromba a porteira e que os orgãos públicos vão pensar em tomar uma providência, neste caso da árvore serve bem para ilustrar como é que vive os nossos representantes e quando precisamos deles só temos, na sua maioria, pessoas incapazes de fazer e prestar um serviço de qualidade para quem paga muito, mais muito imposto para esta Prefeitura.
    Abraços, Eduardo.

  4. Fazemos o seguinte em relação a este novo edificio::
    Anunciaremos quando o stande de vendas estiver pronto “Aqui neste local foi derrubada uma árvore centenária pra a sua moradia::o que voce acha??”

  5. A Lei que amparou o pedido da construtora e foi atendido pelo minicípio é de 1987, antes da Constituição atual e de várias leis que buscam proteger o patrimônio cultural e ambiental do Brasil como um todo. É difícil de acreditar que a garagem do prédio não pode ser efetivada de tal forma que se permitisse a permanência da árvore.

  6. O estranho é que se houver uma árvore dentro da nosso terreno, mesmo que as raizes estejam prejudicando a estrutura do imóvel, é preciso provar e demonstrar para poder retirar esta árvore mas no caso, estamos falando de uma árvore na rua, um bem público. No projeto deveriam contemplar essas alterações quando verificassem o terreno, isso com base em leis. O importante é não haver prejuízo para a construtora por essa alteração. Estamos precisando incentivar e não punir a Empresa que tiver essa iniciativa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s