Foto-ouvinte: o Monte Mooca

Monte da Mooca

Você não encontrará este monte em guia de atrações turística nem em livros de geografia, mas ele existe no início da rua da Mooca, próximo da avenida do Estado, de acordo com o ouvinte-internauta Anderson Fernandes. “A cada dia a montanha de entulho aumenta, quisera meu salário seguisse o mesmo ritmo”, ironiza.

Agora o outro lado

“Com relação à foto enviada pelo ouvinte-internauta Anderson Fernandes nessa terça-feira (10), que mostra um ponto viciado de entulho na Rua da Mooca, próximo a Avenida do Estado, informamos que a Subprefeitura da Sé monitora frequentemente a região fazendo o recolhimento diário dos materiais depositados irregularmente no local. As equipes de limpeza já foram acionadas para realizar nova limpeza no lugar ainda nesta tarde.
Atenciosamente,
Secretaria das Subprefeituras”

9 comentários sobre “Foto-ouvinte: o Monte Mooca

  1. É , diferente da mooca que não sabemos quem joga os entulhos , Aqui no Pq. Arthur Alvim , a Sabesp em seu belo quarteirão R. Hermes Borges esquina com Major Boaventura ,formou uma FLORESTA ( com a galhadae podas , após a chuva de sexta dia 06/03, obstruindo os idosos que caminham ao redor do quarteirão , pela já esburacada caçada , obrigando todos a caminharem pelo asfalto

  2. Coisas das grandes cidades extremamente complexas e dificieis de se administrar com qualidade.
    Ai pergunto:
    São Paulo não tem as sub prefeituras?
    Se tem porque não recolhem esta imundice vista em todos os bairros?
    Aha!
    Eles, os adminstradores querem que o cidadão alugue um caminhão e leve o lixo la num desses bota fora que existem por ai.
    Fácil né?
    Para que pagamos o IPTU e ouros trocentos impostos.
    Então para a prefeitura fica mais fácil culpar quem joga lixo de madrugada, o que também acho errado.
    Essa cidade esta um lixo só!
    Buraqueira, calçadas idem, transito caótico, muita gente, muito carro nas ruas, transito infernal etc.
    Com a palavra os administradores de SP por favor.

  3. Na frente dessa montanha de entulho existe uma cooperativa (ou algo que o valha) de catadores de lixo e reciclagem.

    Será essa cooperativa um dos motivos desse lixo todo? Esse pedaço da Rua da Mooca está sempre assim, passo lá todos os dias pra ir trabalhar, e nunca muda.

    E o pior que esse local não é o único ali naquele pedaço, à uns 200 metros embaixo de outro viaduto tem outro “lixão” igual a este.

  4. Curioso que há um caso parecido perto de onde moro: um posto de gasolina abandonado virou estacionamento clandestino, depósito de entulho e, muito provavelmente, fonte de contaminação do solo por ainda ter os tanques de combustível enterrados. Tenho mais de um protocolo submetido pelo SAC da Prefeitura, mas até o momento, resposta alguma foi dada. O mesmo vale para a CETESB que não tomou providência nem respondeu ao meu pedido de vistoria e providências no local.

  5. Em tempo, outro assunto curioso: a subprefeitura da Penha divulga em sua página uma planilha com o planejamento de varrição de ruas contendo dados como logradouros, freqüência de varrição bem como horários estimados para dias determinados da semana. O curioso é que a Unileste, responsável por atender parte dos bairros sob a responsabilidade da dita subprefeitura, não executa a varrição semanal na minha rua.
    Eu sugiro como pauta futura que se levante esta questão: as empresas são licitadas e contratadas para prestar um serviço que não é executado.
    Fiquei perplexo após receber hoje a visita do fiscal da empresa contratada e ouvir dele que será visto o que pode ser feito. Não deixarei por menos: ou cumprem o contratado pelo Município ou cumprem.
    Quantas ruas e locais pela cidade afora não estão em situação idêntica. Cada cidadão dispõe de armas eficientes: internet e email. Basta agir.

  6. Nessa região de São Paulo isso é normal. Passo diariamente por essa região para chegar ao trabalho, e o que vejo todos os dias são lixo e mais lixo.
    Isso sem contar com o Parque Dom Pedro, uma gigantesca lixeira a céu aberto, sem contar que no calor sobe um fedor insuportável.

    Provos Brasil

  7. A prefeitura é a grande culpada desse lixo todo, ela tem que passar de casa em casa perguntando se tem entulho e lixo para recolhe-los. Os munícipes que pagam o iptu não têm culpa alguma de fazer isso, pois pagamos esse imposto pra isso mesmo. A prefeitura tem que tomar alguma atitude senão, sei lá criar um disk-entulho e disk-lixo, lá em marte tem este tipo de serviço e funciona muito bem, não tem nem um kilo de entulho em sua superfície.

  8. É o que eu sempre digo: já que o lugar se tornou “viciado” e a Prefeitura não tem competência para fiscalizar e impedir o descarte, ela deveria render-se e criar no local mais um ecoponto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s