O ministro, o cartola e a incontinência verbal

 

Por Carlos Magno Gibrail

Nelson Jobim e Andrés Sanches, protagonistas recentes de frases, que têm feito a festa de adversários políticos e humoristas, demonstram entre outras coisas que a fala destemperada não tem nada a ver com a origem.

Jobim, advogado, mestre em Filosofia e Lógica Matemática, e professor adjunto de Direito Processual Civil da Universidade de Brasília. Foi deputado federal, presidente do STF Supremo Tribunal Federal, ministro da justiça de FHC, e ministro da defesa de Lula e Dilma.

Currículo e tanto para produzir opiniões não tão eloquentes:

“Os idiotas chegavam devagar e ficavam quietos, hoje perderam a modéstia e é preciso tolerá-los” – Saudando FHC no dia de seu aniversário.

“É muita trapalhada, a Ideli é muito fraquinha e Gleisi nem conhece Brasília” – Referindo-se às colegas de ministério.

“Votei em Serra em 2010” – Em entrevista recente.

Andrés Sanches, curso secundário na escola Nossa Senhora do Brasil em Limeira. Foi feirante, fundador da torcida organizada Pavilhão 9 do Corinthians, diretor de futebol do Corinthians nomeado por Kia Joorabchian representante da MSI do milionário russo Boris Abramovich Berezovsky . Após problemas com a parceria russa foi eleito presidente do Corinthians. Sucedeu Alberto Dualibi, afastado por acusações da Polícia Federal contra a MSI, acusada de lavagem de dinheiro. Conseguiu descartar o Morumbi como o estádio da Copa e planeja abrir o evento com uma obra de um bilhão sem que o Corinthians, seu proprietário, não desembolse tostão. Detonou o Clube dos 13. Tirou do São Paulo o primeiro lugar em arrecadação publicitária. Inimigo de Juvenal Juvêncio e amigo de Ricardo Teixeira, Ronaldo Fenômeno, Kia Joorabchian e Lula.

Um perfil contundente para frases também arrebatadoras:

“Kia, ganhamos, c_ _ _ _ _ _” – Ao telefone, na noite da vitória na eleição para presidente do Corinthians.

“O Corinthians vai ser condenado pela Lei Maria da Penha. Batemos nas meninas ontem” – Comentário feito após vitória sobre o São Paulo.

“Sou amigo do Ricardo Teixeira, sou amigo da Globo, apesar de ela ser gângster” – Na fase de bombardeio ao Clube dos 13.

Origens diferentes, motivações distintas, métodos pessoais peculiares, mas o gosto pelos holofotes e a busca insana e permanente pela espetacularização é fato convergente e latente.
Jobim disse que se retirou. Sanches anuncia que não se candidatará a mais nada. Quem acredita?

Carlos Magno Gibrail é doutor em marketing de moda e escreve, às quartas-feiras, no Blog do Mílton Jung

12 comentários sobre “O ministro, o cartola e a incontinência verbal

  1. Antes diziam que o Futebol é uma caixinha de surpresas, hj podemos dizer que o Futebol é uma caixinha de boas amizades. Quando o Andres desfilou na Copa ao lado de R.Teixeira poderiamos deduzir que o Estádio do Corinthians sairia do papel. Só que não esperava pagar por isso. Afinal, o dinheiro é público.

  2. OS GAÚCHOS E O FUTEBOL
    A rivalidade entre Grêmio e Inter como sabemos é uma das maiores do futebol brasileiro.
    E, em termos de competição é um fato positivo.
    Tão positivo que gera estádios muito bem administrados, torcidas que se associam e pagam mensalidades, gramados perfeitos, anunciantes que não ousam optar por um só clube, lojistas idem.
    Pois bem, ao que tudo indica o mesmo valor de capital que o Inter receberá, que sediará jogos da Copa 14, também será destinado ao Grêmio, para evitar desequilíbrio entre as duas forças do futebol gaúcho e brasileiro.
    É uma lição.
    Diante disso o Palmeiras deve estar pensando em algo semelhante, embora de gaúcho ´só tenha o Felipão.

  3. Bom Dia Milton e aos Colegas Blogueiros,

    Meus caros, todos os comentarios são inteligentes e retratam a situação em questão. Porem o colega Armando, fala que o ex-minsitro precisa de tratamento psiquiatrico e eu concordo. Eu acho que o Sr. Jubim, esta faltando um parafuso. O pior de tudo é que ele esta tendendo para os tucanos. Já o André, tem outra cara e já tem se cuidou de arrumar excelente para fazer o que ele quer e representa, Não é atoa que ele disse o seu time vai ser o mais rico do mundo em 4 anos.
    Se não for esses professores, ele não consegue essa proeza. Ele não tem tem inteligencia para tanto. Eu acho que o time dele, já virou poseção do R. Teixeira.

    Bom fim de Semana,

    Abr,

    SS.

  4. Mas como acabamos de ver, os que morrem pela boca são peixes, não pavões. E para continuar com a sabedoria popular:
    É uma questão de tempo e o “fim” mostrará quem foi quem durante o período que durou o “meio”, também no futebol.

    Seguimos esperando e vigiando. Bom fim de semana Carlos.

  5. Jose Sinval, comentário 8
    O Jobim chegou a lembrar o Collor, quando usou o uniforme camuflado de general. Coisa realmente de doido ou busca de ludica emoção.
    O Sanchez é daquelas figuras que as novelas estão representando bem , casando personagens com ímpetos de ascensão social e de vingança.

  6. Boa Tarde Milton e aos colegas blogueiros,

    Meu caro Carlos, pensando bem, ambos tem cara de esquisofrenico. Espeo que qaundo eles surtarem, não estejam armdos. Por que se não, vidas inocentes poderam pagar.
    Com essa cara, eles deveriam ser enternandos em um hospicio.

    Abr,

    SS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s