Morumbi quer segurança e Paraisópolis, respeito

 

Contraste Morumbi/Paraisópolis

Tem Casas Bahia, tem Correios e tem Banco do Brasil. O que não falta é loja de construção. Não é difícil encontrar farmácia por ali. Tem CEP em algumas ruas e a luz elétrica (oficial) chegou faz pouco tempo. A Maria mora lá. O Zé, também. Os meninos e meninas deles estudam bem pertinho. Não é no CEU, mas um CEU foi entregue em 2008. São 13 escolas, para meu espanto. Tá certo que duas delas estão entre as piores da cidade. Campo de futebol, quadra de esporte e jogador de rugby fazem parte do seu patrimônio. E uma das primeiras rádios comunitárias da capital está no ar desde o ano passado.

Na zona sul de São Paulo e na borda do Morumbi, Paraisópolis, que ganhou o status de comunidade mas não perdeu o estigma de favela, só não tem posto da polícia. Lá dentro, a PM costuma aparecer correndo atrás de algum suspeito. E correndo sai de lá para não se machucar. Nos últimos anos, por duas vezes, ocupou espaços, a última foi em 2009, após rebelião de algumas pessoas provocada pela morte de um conhecido em troca de tiros com policiais. Mas a Operação Saturação tem data de validade e assim que os policiais e suas viaturas luminosas deixam o lugar, a população fica a deus-dará.

Neste domingo, moradores do Morumbi e todos os demais bairros que receberam este nome por adoção se encontrarão na Praça Vinícius de Moraes, bem pertinho do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo. Às 10 e meia, com hino nacional, pompa e circunstância se darão as mãos e depois passarão abaixo-assinado pedindo que a PM coloque uma base comunitária fixa, funcionando 24 horas, dentro da Paraisópolis. Querem, também, elevação no número de policiais civil e militar, adaptando-o ao crescimento da população.

Leia o texto completo no Blog Adote São Paulo, no site da revista Época São Paulo

2 comentários sobre “Morumbi quer segurança e Paraisópolis, respeito

  1. Bom Dia Milton e aos colegas do blog.

    Mais uma ficou claro que só rico tem direito nesse país. Ficou demostrado tb, que o psdb só governa para os ricos e se sobrar migalhas, serão doadas para os pobres. É de conhecimento de todos, que não temos segurança em nemhum local de SP, somos roubados e assaltados ou mortos em qualquer local em plena luz do dia e acabamos sendo mais um na estatistica de crime no estado.
    Como se viu, só foi os ricos do Murumbi, gritarem, não precisou nem fazer paseata, ele se antecipou o policiamento no local e com certeza, quem vai pagar é a população da favela do paraisopoles.
    Não podemos perder a chance em 2012/2014.

    Abr,

    JS.

  2. Realmente a “coisa” tá feia no Morumbi
    E nos outros cantos da cidade não ficam atraz.
    Vejam a materia no Estadão
    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,ladroes-levam-232-carros-por-dia-em-sp,763925,0.htm
    Assustador ne?
    Isso é o resultado da falta de leis severas por parte dos nossos legisladores, senadores, deputados e ministros do STF em Brasilia como as existentes em países realmente de primeiro mundo.
    Bandido, ladrão sempre existiu, mas do jeito que estamos hoje em dia………
    Nos ficamos presos em nossas casas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s