Avalanche Tricolor: Com o Grêmio, onde eu estiver

 

Cruzeiro 1 x 3 Grêmio
Brasileiro – Belo Horizonte (MG)

 

 

O mar Tirreno desenhado pelas praias de La Feniglia mais a direita e o Monte Argentario ao fundo compuseram o cenário de onde assisti à partida desse domingo. Cinco horas a frente, quando o jogo se iniciava em Minas Gerais já deveria ser noite na Itália, mas em Ansedonia, cidade pequena ao sul da Toscana, o sol teima em permanecer no céu até pelo menos às nove horas e, em boa parte do primeiro tempo, o colorido provocado por seus raios no horizonte dividiu minhas atenções com o ótimo desempenho da equipe tricolor. A região onde estou ganhou espaço no noticiário internacional devido a barbeiragem do comandante Schettino que tombou o Costa Concórdia e matou 30 pessoas, local que virou atração turística que, confesso, não me interessei a visitar, pois são tantos os lugares históricos e bonitos nas redondezas que não me entusiasmaria com a desgraça alheia.

 

Para ter as imagens do Grêmio, em continente tão distante, me beneficie de um equipamento eletrônico que havia comprado na última viagem aos Estados Unidos. Com o SlingBox, uma pequena caixa preta que se conecta no modem da TV a cabo e na internet de casa, consigo acessar as imagens da minha televisão em qualquer ponto do planeta usando um celular, um tablet ou um computador. Com o aplicativo SlingPlayer devidamente instalado e uma conexão wi-fi à disposição, foi muito simples ver o jogo desse domingo. O equipamento não exige nenhum conhecimento muito apurado, é simples de ser ligado e acessado, basta ter as peças certas colocadas nos lugares certos – um pouco daquilo do que se viu na partida de domingo.

 

A escalação de Luxemburgo não teve invenção. Wesley e Gilberto Silva são os dois melhores zagueiros à disposição. Tony na ala direita se revelando cada vez mais competente e habilidoso para chegar na linha de fundo e Pará, na esquerda, como melhor opção que se tem até o momento. Os volantes Fernando e Souza são especiais, seja pela forma como marcam seus adversário seja pela tranquilidade com que saem jogando, coisa rara para gente da posição. Zé Roberto e Elano têm experiência, sendo que o primeiro é muito superior a maioria dos que estão jogando por aqui e o segundo, se estiver concentrado no futebol, pode fazer diferença. No ataque, Kleber e Marcelo Moreno. Não quero dizer que esta é a melhor escalação do Campeonato Brasileiro, mas, com certeza, é a melhor que o Grêmio tem para este campenato e, portanto, é com esta que devemos seguir em frente.

 

Nem mesmo a falta de um zagueiro na maior parte do jogo, provocada por mais um erro do árbitro, desequilibrou o Grêmio, que preferiu passar a bola e mantê-la em seu domínio a sorteá-la com chutões para o alto, como costumava fazer. De diferente em relação as demais partidas, o fato de que a posse de bola resultou em chutes a gol e, não por acaso, levou os dois atacantes a voltar a marcar.

 

O domingo me proporcionou duplo prazer. Além de aproveitar as praias e as incríveis paisagens desta região da Itália, pude apreciar o melhor desempenho do Grêmio neste ano. As férias vão terminar em breve. Que o futebol gremista se repita até o fim desta temporada !

10 comentários sobre “Avalanche Tricolor: Com o Grêmio, onde eu estiver

  1. Fiquei satisfeito em razão de dois episódios que se conjugaram,nesse domingo,para te deixar alegre,Mílton: o fato de teres assistido ao jogo do nosso time,aliado à bela atuação do Grêmio,talvez a melhor deste ano. Nem preciso dizer que torço para que tu e tua turma sigam aproveitando o verão na Ansedonia. E que voltes a assistir,quarta-feira,nova exibição segura do Imortal Tricolor.

    • Pai,

      Na próxima quarta-feira, o desafio será se manter acordado depois de um dia intenso de muito sol e praia. A partida, por aqui, se iniciará à meia noite e meia. Ao menos a atuação de domingo me inspira a segurar o sono sob a justificativa de que serei bem recompensado.

  2. Foi um jogo especial, digno de ser assistido em qualquer parte do mundo, sorte tua pelo visual externo e interno (via TV)! Jogaço do TRICOLOR IMORTAL. Mas não foi em Ipatinga. Agora em BH tem o Independência e segundo a imprensa, tem mais de 5.000 pontos cegos. E querem fazer a Copa e Olimpíadas aqui.

    • Gunar,

      Correção feita. Foi força do hábito, pois desde o início da transmissão já ouvia o narrador lembrar do tabu que o Grêmio mantinha há mais de uma década na capital mineira sem vencer o Cruzeiro. Na hora de registrar o post, fui, sem pensar, na Ipatinga dos anos anteriores. Aliás, já havia ouvido falar deste fiasco na construção do estádio. Os estádios para a Copa não terão estas barreiras pois suas construções têm padrões bem definidos. Para quem quiser conhecer um estádio qualificado para grandes jogos e eventos, é só esperar até o início de dezembro quando a Arena Tricolor será entregue à sua torcida.

  3. Moro bem perto do Paraguai, gostei do aparelho que vc descreveu, quem sabe consiga achá-lo por aqui, rs. Assim como gostei da atuação do Grêmio, embora eu não tenha conseguido vê-la ao vivo, pois estava também em um lugar agradável, no sítio de minha avó, e lá não tinha Premiere. Tenho certeza que valerá a pena ficar acordado até tarde, Milton. O jogo não é de risco (pelo menos o adversário não mete medo) mas, nem por isso o Grêmio entrará de salto alto. Pela forma como jogou domingo, o time sabe o que quer neste campeonato.

    Abs

    • Bruno,

      Não custa tentar, o Sling Box deve ser encontrado do outro lado da fronteira, sim. Quanto ao Grêmio, não quero me entusiasmar demais. Prefiro esperar os próximos jogos, ver como se comportam jogadores como Tony, Pará, Elano e Marcelo Moreno. Têm capacidade, mas nem sempre estão no ritmo certo.

  4. Caro Milton Jung, vou viajar aos Estados Unidos e gostaria, se possível, que me enviasse via e-mail mais detalhes deste equipamento que você descreveu no blog e que possibilita ver em qquer lugar do mundo conectado nos canais pagos do Brasil, não ?
    Nome, modelo, marca, tipos de conexões, quais os links usados, etc..
    Aguardo e desde já agradeço.
    Sou gremista desde 1962 (com 5 anos) já dava para entender e amar nosso imortal tricolor, e ouvia seu pai gritar gol,gol,gol do Grêmio. Como viajo muito gostaria de ver os jogos do nosso tricolor. Abraços, Adilson

    • Adilson,

      Não tem muito segredo. O aparelho chama-se SlinBox Solo (existe um mais profissional, mas desnecessário). O equipamento custa próximo de 150 dólares. As informações estão no link: http://www.slingbox.com/go/slingbox-solo. A instalação também é simples. Um cabo liga o SlingBox ao modem da TV a cabo, o outro liga o SlingBox ao roteador de internet (ou no modem da internet). Tem ainda dois fios com sensores nas pontas (tudo vem junto na caixa) que você terá de colar próximo do sensor do seu modem da TV a cabo. No computador, no Ipad ou no seu celular você terá de baixar o aplicativo SlingPlayer (http://www.slingbox.com/go/spm) que custa cerca de 30 dólares. Lembre-se que para assistir às imagens é importante estar conectado na internet por wi-fi. Caso você vá usar o chip de celular tenha certeza de que seu plano é grande suficiente para suportar tantos dados transmitidos, caso contrário sua conta vai ficar alta. No site do SlingBox tem um tutorial que ajuda bastante a instalação e funcionamento. Com isso você terá acesso a todos os canais que você tem à disposição na sua Tv a cabo em casa. A única coisa que o aparelho não resolve é a qualidade das narrações de futebol na TV, você não encontrará nenhum Milton Gol-Gol-Gol Jung, mas ao menos vibrará com os gols do Grêmio enquanto estiver viajando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s