Mundo Corporativo: invista na sua carreira, planeje

 

Para vencer na profissão não adianta imitar o chefe ou copiar o colega que se deu bem no emprego, você tem de ser você mesmo. É o que recomenda o consultor em gestão de pessoas Eduardo Ferraz entrevistado do programa Mundo Corporativo, da rádio CBN. Para ele, muitas das frustrações no mercado de trabalho se devem ao fato de as pessoas não desenvolverem o autoconhecimento e sugere que o profissional se identifique em quatro pilares para planejar melhor sua carreira: dominância, extroversão, paciência e detalhes. “Quando a gente aprofunda, aprimora, investe nos pontos fortes , a gente é bem sucedido, quando a gente tenta consertar aquilo que odeia, acaba sendo medíocre no trabalho”, alerta.

 

 

O Mundo Corporativo vai ao ar às quartas-feiras, às 11 horas, ao vivo, no site da CBN. O programa é reproduzido aos sábados, no Jornal da CBN. A participação dos ouvintes-internautas pode ser feita pelo mundocorporativo@cbn.com.br ou pelo Twitter @jornaldacbn

2 comentários sobre “Mundo Corporativo: invista na sua carreira, planeje

  1. Excelente assunto e entrevista!!! Seria muito bom se tivéssemos outras oportunidades, talvez de continuar/aprofundar o assunto. Apesar de meus 56 anos, vou sim reiniciar minha vida, chegou no momento certo ouví-los hj. Daqui uns 5 anos volto posicioná-los… Indicarei tb para outras pessoas, bem mais jovens que Eu, pois percebo estar procurando uma forma de se descobrir, se conhecer melhor e consequentemente serem mais feliz…
    Por favor, divulgue uns dias antes no jornal da CBN, caso haja continuação do assunto pra termos oportunidade de ouvi-los. Vou ler o livro, mas pra mim é fundamental as colocações na entrevista, principalmente da forma que são conduzidas… Mílton Jung, como sempre vc arrasou + uma vez!!! Como está o prof.Heródoto?
    abs,
    Márjorie

  2. Bastante interessante a fala do entrevistado. Eduardo Ferraz é feliz ao usar o próprio caso como exemplo, sem tergiversar como alguns, que diriam que o curso de Engenharia Agronômica é boa base para uma carreira em RH.
    Explora muito bem a prática acumulada no setor de Pessoas e Carreiras.
    E, difere na abordagem pelo embasamento essencialmente pragmático.
    A questão dos anos necessários para uma boa formação é também um ponto forte no posicionamento de Ferraz. É assim também que vejo, embora há montes de exemplos no mercado que divergem desta consideração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s