Avalanche Tricolor: vitória de risco

 

Pelotas 1 x 3 Grêmio
Gaúcho – Pelotas

 

 

Com time titular, parece, não tem para ninguém. Mesmo no estádio acanhado e no gramado pequeno, o futebol gremista fluiu com tranquilidade, no fim da noite de quarta-feira. A tal ponto que, após sete minutos e alguns pontapés, já vencíamos por 1 a 0 com Barcos seguindo serelepe à marca dos 28 gols que pretende registrar nesta temporada – espero apenas que não os gaste todos no Gaúcho. Apesar de uma queda de ritmo e de termos aceitado a pressão adversária em seguida, não foi preciso mais do que um susto – que veio com aquela cobrança de falta na trave e no rosto do Dida – para colocarmos a bola no chão, trocarmos passe com rapidez e nos deslocarmos com velocidade, características que têm sido aprimoradas a cada partida. Resultado: Wellington apareceu livre para fazer 2 a 0 antes do fim do primeiro tempo. Não foi coincidência que nosso terceiro e definitivo gol tenha ocorrido, mais uma vez, com Elano recebendo a bola por trás da linha de marcação e precisando apenas de categoria para chegar às redes. É evidente que há um entrosamento natural dos homens que jogam mais à frente, provocado pelo talento e a habilidade no passe e isto será um diferencial neste ano.

 

Se tudo foi tão simples na segunda vitória em dois jogos pela Taça Farroupilha onde está o risco que marca o título desta Avalanche? Na forma violenta e desleal com que os adversários resolvem parar o talento gremista. Longe de mim reclamar da marcação dura e da força às vezes desproporcional na tentativa de roubar a bola. Quem me acompanha neste espaço sabe que não fujo de um bom carrinho, mas que Zé Roberto e Barcos, os principais alvos, correm sério risco em campo, não tenho dúvida. Ano passado fomos prejudicados por algo semelhante com a lesão que praticamente afastou Kleber. Não podemos permitir o mesmo, agora, quando os desafios são muito maiores. Então, a saída é voltar com os reservas para o Gaúcho? Necessariamente não, mas pressionar os árbitros a cumprirem a regra e punirem com severidade quem comete atentados em campo, pois até mesmo para ser um troglodita é preciso algum talento.

4 comentários sobre “Avalanche Tricolor: vitória de risco

  1. Milton, fui vencido pelo sono ontem à noite, e mal consegui ver o primeiro gol do Barcos (aliás, como está jogando esse pirata, que não é da perna de pau). Além de fazer gols, ainda dá passes precisos. E faz golaços fora de campo, como no caso em que visitou a pequena Gabrieli, que faz tratamento contra leucemia.

    De fato, o risco em colocar os titulares, é eles se machucarem. Porque em relação aos resultados, apesar de não devermos cantar vitória antes da hora, o time titular cria muitas expectativas positivas para o futuro.

    Abs

    • Bruno,

      E não é que o Barcos, em entrevista, defendeu ideia escrita nesta Avalanche no fim de semana, quando propus que as assistencias dele contassem na meta de chegar a 28 gols na temporada. Será que o Pirata lê o blog?

  2. O Gaúcho é uma competição na qual a dupla Gre-Nal raramente se incomoda com os adversários, a não ser,como escreveste,Mílton,com os perigos corridos pelos seus jogadores quando enfrentam times que apelam para a brutalidade. Também entendo que os árbitros devem abrir o olho e não deixar campear a violência,mas nem todos os que hoje vestem a cada jogo uma cor diferente de uniforme – antes apenas vestiam preto – estão em condições de agir com o rigor que se faz necessário. Aqui,há uma safra nova de juízes. Que tratem de seguir religiosamente as regras.

    • Pai,

      Curioso é que mesmo contra adversários como o de ontem à noite, tem alguns jogadores que não conseguem render nem fazer diferença em campo. Além disso, a defesa ainda apresenta muitos problemas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s