“Obrigado por tudo Juvenal, nós te amamos…”

 


Por Carlos Magno Gibrail

 

 

O Juvenal da frase é o Juvenal Juvêncio e a frase é da torcida do Corinthians, exibida há uma semana numa faixa no Pacaembu, por ocasião da final da Recopa. O fato é que o presidente do São Paulo é autor e ator da moderna saga do Morumbi, que colocou o Clube, antes visto como um dos mais competentes do futebol brasileiro, na pior fase de sua história. As derrotas substituíram as vitórias que escassearam, chegando ao ponto inédito de sete seguidas. A democracia instituída por eleições a cada três anos foi substituída por oito anos de poder ditatorial, origem evidente de todos os problemas atuais.

 

A permanência prolongada nos cargos de comando quer governamentais, quer esportivos, geram administrações ineficientes e, em alguns casos, corruptas, coercitivas e até mesmo caricaturais. E, não por acaso, o Bem Amado de Dias Gomes tem sido associado à figura de Juvenal.

 

Correlação que pessoalmente discordava, pois se na forma a comparação fosse perfeita, no conteúdo Odorico Paraguaçu me parecia bem mais eficiente do que o presidente são paulino. Juvenal brigou com o melhor cliente, tirou jogador de concentração por suposto erro em jogo, delegou o futebol a diretor sem tato e sem contato com o time, demitiu jogadores por derrotas nas quais eles não participaram, trocou técnicos como se fossem os responsáveis pelas derrotas e, acima de tudo, criou um mundo de fantasia, onde passou a viver.

 

Hoje, após o episódio de domingo, quando a convite de Juvenal, a torcida Independente participou de um churrasco com a diretoria na sede social do clube, certamente para pagar a blindagem que tem sido dada à imagem do presidente, já não dá para discordar da semelhança de Sucupira com o atual Morumbi. Com direito inclusive a ataques físicos a adversários políticos. Odorico com certeza faria tal qual Juvenal, trocando apenas os Independentes pelas Cajazeiras. As irmãs que serviam, e de quem se servia.

 


Carlos Magno Gibrail é mestre em Administração, Organização e Recursos Humanos. Escreve no Blog do Milton Jung, às quartas-feiras.

7 comentários sobre ““Obrigado por tudo Juvenal, nós te amamos…”

  1. Meu caro Carlos! embora alguem possa não gostar do que vou escrever. Mas, os problemas que o SP esta tendo, sáo provocados por duas pessoas. Um o seu proprio texto já diz, é juvenal juvencio e o outro, chama-se rogerio seni. O dia que sair o juvenal e entrar um presidente juntamente com uma comissão técnica que bote o rogerio no lugar dele e acaba com esse diz que me disse dele entre os jogadores e sua influencia para derrubar técnico, os problemas do tricolor acabam.
    O seni devia tomar vergonha na cara e dar a vaga para outro. Para ele,não dar mais, é só ver os gols que ele toma, são verdadeiros pirus. Será que ele vai querer ser mumificado e continuar sendo goleiro titular do sp? Coitando do Denis, vai aposentar igualzinho o bosco que passou praticamente sua carreira interinho no sp e deve ter jogado umas 10 partidas.
    Se eu fosse o Denis, eu procuraria outro clube. Por que se depender desse seni, pela sua ganncia e egoista que é, até morto ele vai querer jogar no sp. Já imaginaram quando ele morrer! coitado dos goleiros que ocuparem a vaga dele, a alma desse seni vai perseguir esses coitados.
    Rogerio seni! Vc não é o dono do sp e nem eterno no gol. Larga de ser egoista e usurento, passa a bola para ourto, já é passado, virou pagina da história.

    Att,

    José sinval.

  2. José Sinval, desta situação toda, creio que há um destaque especial para o fato das pessoas no poder visarem exclusivamente o interesse pessoal, embora funcionalmente estejam ligadas a organizações que esperam delas o cumprimento da missão precípua a que foram empossadas. Isto vale para tudo, e é em quase tudo que vemos o pessoal prevalecer diante do público.

  3. Como se ainda precisasse de prova que o Morumbi vive um sistema ditatorial, ontem na oitava derrota consecutiva e sexta seguida dentro do estádio tricolor, uma faixa que protestava contra Juvenal Juvêncio foi confiscada. Não há liberdade de expressão nesta nova Sucupira, assim como não havia na original.

    • Carlos,

      Que não sou torcedor do São Paulo, sabem todos que leem este blog. Mas me entristece muito ver o que acontece no time do Morumbi pois até há algum tempo a forma com que o clube era administrada servia de referência, exemplo que usávamos para criticar os comandantes dos clubes brasileiros que tendem à concentração e longevidade de poder. Os resultados em campo, o acerto nas contas e a forma sustentável como o futebol eram reivindicações que fazíamos, modelo a ser seguido. Infelizmente, bastaram alguns anos do clube nas mãos de um déspota para a imagem do São Paulo e suas referências serem destruídas. Lamentável, pois não é o São Paulo quem perde, é o futebol brasileiro.

  4. Milton, esta situação só contribuí para alertar que atingir a democracia não é suficiente para mantê-la.
    Muitas vezes quando revejo a história da humanidade fico perplexo de imaginar como por exemplo o Egito de hoje não tem nada a ver com o de antigamente. O mesmo para a Grécia, a China. Civilizações culturalmente avançadas de ontem são hoje ditaduras abomináveis.
    Voltando ao futebol, que esta decaída tricolor sirva de exemplo, inclusive para saber que a mesma pessoa democrática de antes pode se tornar o ditador de hoje.

  5. Prefiro o Juvenal,prefeito de Sucupira,lembrado,às vezes,no encerramento do Jornal da CBN,do que o ditador são-paulino. Aquele fazia graça,o presidente do São Paulo,somente traz desgraça.

  6. Pablo Ventura, também acho, e nesta consideração ficou muito boa a frase da graça e da desgraça.
    Aliás, como também é muito boa a finalização às sextas-feiras do programa do Milton na CBN. A equipe tem feito produções sensacionais inclusive algumas vezes buscando letras de músicas relacionadas com os estranhos fatos reais que vez ou outra nos assola.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s