Mundo Corporativo: Artur Hipólito do Zaiom fala de franquias de baixo custo

 

 

“As microfranquias são para as pessoas que estão mudando o mundo do emprego pelo mundo do trabalho; e que vão se dedicar durante uma fase da sua vida a construir esse pequeno negócio até que ele tenha as condições necessárias para que possa ser formatado melhor do ponto de vista da contratação de pessoas e recursos humanos para operar suas atividades”. A afirmação é de Artur Hipólito, sócio-diretor do Grupo Zaiom, entrevistado pelo jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, da rádio CBN. Hipólito explica quais são as estratégias para quem pretende entrar neste mercado de franquias de baixo custo: “é muito importante a pessoa separar o que vai fazer, porque nem sempre o negócio que é bom para o seu cunhado, ou para o vizinho do lado, é bom para você, e às vezes a pessoa chega e pergunta o seguinte: o que que está dando dinheiro? Eu costumo responder o seguinte: vender coxinha na porta do campo de futebol dá dinheiro. Qualquer coisa que você vier dá dinheiro, desde que você faça com muito amor, com coração e muito trabalho”.

 

O Mundo Corporativo vai ao ar, toda quarta-feira, às 11 horas, no site http://www.cbn.com.br​ Você participa com perguntas para o e-mail mundocorporativo@cbn.com.br e pelos Twitters @jornaldacbn e @miltonjung (#MundoCorpCBN). O programa é reproduzido aos sábados, no Jornal da CBN e tem a participação de Paulo Rodolfo, Carlos Mesquita e Ernesto Foschi.

2 comentários sobre “Mundo Corporativo: Artur Hipólito do Zaiom fala de franquias de baixo custo

  1. Olá!
    Achei show…vi o repeteco…sem formalidade…linguagem leve e de fácil entendimento, serve p qq sujeito, peço q continue lembrando de convidar pessoas com o foco de micro franquias, fica uma bacana sensação de algo viável pra qq ambicioso sonhador motivado!
    Grato.

  2. O tema é muito importante, e foi desenvolvido de forma bastante elucidativa. Apenas não assimilei a dicotomia entre o “mundo do emprego e o do trabalho”. Justamente numa época em que emprego, função e trabalho são tão almejados, ao se referir aos empregados, funcionários e trabalhadores estão usando outros termos tais como assessores, consultores, colaboradores, etc.
    Não seria melhor usar “mundo do emprego e do empreendimento”? Ou “mundo do empregado ou do patrão”?
    De resto, itens importantes não foram esquecidos, como a questão do capital, dos novos patrões que serão os clientes e a dedicação total ao negócio.
    As micro franquias efetivamente poderão dar grande contribuição às pessoas e ao país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s