Moisés: história bíblica com ares de grande produção

 

Por Biba Mello

 

 

FILME DA SEMANA:
“Moisés”
Um filme De Ridley Scott
Gênero: Epico
País: USA

 

Gente, este filme é sobre a historia de Moisés, o profeta que libertou o povo hebreu da escravidão imposta pelos egípcios. Resumindo: Moisés foi criado com o filho do Faraó, Ramsès, como se fosse um príncipe mesmo. Mais tarde, Ramsès, ao descobrir que o “irmão” é hebreu de origem, vira seu inimigo. Moisés foge e conhece sua esposa em meio a pastores, o que o faz virar pastor. O chamado de Deus acontece e ele então sai para libertar o povo hebreu das garras de Ramsès.

 

Por que ver: amo histórias bíblicas, mas esta em especial foi contada com ares de grande produção ao estilo “Gladiador”, “Os 300” e “Tróia”. Vale a pena! As Chagas que Deus manda para fazer Ramsés resolver de uma vez por todas libertar os hebreus são bem críveis e cientificamente possíveis. Por exemplo, a água ficar vermelha matando todos os peixes = maré vermelha, o mar se abrindo = tsunami… E por ai vai. Não gosto quando contam uma história sem pé nem cabeça e tenho que engolir; a interpretação do diretor foi perfeita. Mais um comentário: sou católica e achei Deus retratado de uma maneira muito “mala”, não concordei… Moisés, para ser um “profeta” está bem violento no filme, mas tudo bem, vamos crer que seja um recurso para dar peso ao filme…

 

Como ver: logo após ter comido algo… Este povo hebreu e egípcio foi retratado com muitas perebas e muito sujo… Gente, cadê a licença poética? Precisava ser tão literal ao mostrar o homem andando pelo deserto? Ou com as infecções de pele após a chaga das moscas??? Nojento!

 

Quando não ver: se você tiver toque de limpeza… Algumas cenas trash passarão por sua cabeça, apesar de não terem sido citadas no filme, tipo, como este povo sujo fazia sexo…? Imagina…! Outra: e o cecê? Última: e a piolhada???!!!! Aahahah socorro!

 

Biba Mello, diretora de cinema, blogger e apaixonada por assuntos femininos. Aqui no Blog do Mílton Jung se dedica a comentar e sugerir filmes que estão rodando por aí.

2 comentários sobre “Moisés: história bíblica com ares de grande produção

  1. Gostei do filme, mas como você bem destacou a imagem de Deus retratada dentro de uma grande produção teria que ser melhor, e mais solene.
    As feridas foram desnecessárias. Parece que depois do Cristo de Mel Gibson, tem havido certo exagero.
    Certamente se o programa for assistir o filme e depois jantar, o apetite estará prejudicado.

  2. Carlos, a vantagem é que as descrições da Biba nos ajudam a ir ao prato com parcimônia, ou seja, nos previne das sensações que poderiam estragar nossa percepção em relação a boa qualidade da história contada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s