O futebol brasileiro é igual ao Brasil

 

Por Carlos Magno Gibrail

 

(Sacolão das Artes no Parque Santo Antônio Imagem: Léo Pires)

(Sacolão das Artes no Parque Santo Antônio Imagem: Léo Pires)

 

“Como o futebol explica o mundo”. É o que Franklin Foer propõe demonstrar em sua obra. Os fatos de segunda-feira, em Zurique, comprovam a tese de Foer. E podemos concluir que o futebol brasileiro é igual ao Brasil. Celeiro do mundo, eminente exportador de matéria prima, mas incapaz de agregar valor à matéria prima e exportar o produto acabado. Por exemplo, o campeonato nacional e a Copa do Brasil.

 

Na premiação de 2015, a Bola de Ouro teve Neymar como indicado, o gol mais bonito ficou com Wendell, e a Seleção dos melhores jogadores do ano tem Daniel Alves, Marcelo, Neymar e Thiago Silva. O Brasil é o país com maior número de representantes nesta seleção.

 

Para comparar este fenômeno do futebol nacional com o país Brasil vejamos o café, do qual somos o maior produtor mundial e temos qualidade excepcional. Exportamos os grãos para depois importá-los como cafés gourmets com preços multiplicados por mais de dez vezes.

 

Vendemos jogadores ao Barcelona, ao Milan, ao PSG, para depois comprar o campeonato espanhol, italiano, francês, etc. E vimos nossas crianças vestindo essas camisas e espantosamente achamos natural.

 

Precisamos de competência para eliminar tanto o “complexo de vira-lata” quanto o ufanismo, e saber lidar com mitos como o jeitinho, o talento nato e o improviso.

 

É imprescindível identificar no futebol a atividade rendosa e global que realmente é. E, tratá-lo como tal.

 

Se a matéria prima principal existe, os produtos e subprodutos também deverão ser aproveitados por nós. Não será o mercado menor que possuímos a justificar a abdicação a favor de europeus, asiáticos e em breve americanos.

 

Carlos Magno Gibrail é mestre em Administração, Organização e Recursos Humanos. Escreve no Blog do Mílton Jung.

2 comentários sobre “O futebol brasileiro é igual ao Brasil

  1. O Brasil é Campeão Mundial de incompetência. Só existe um item em que podemos disputar, com grandes chances de ser mais competente – na Corrupção. No resto,Saúde, Educação, Justiça, Saneamento, tudo, e uma lástima. Uma vergonha. O pior é que não tem um cara que durante uma entrevista com os “líderes , diga na cara deles, em público, essa verdade.

    • Prezado Rogério, é isso mesmo.
      O principal problema é que não se deslumbra alternativa.
      Todos os poderes, querem tirar proveito às respectivas carreiras pessoais.
      O país a procura de ganhos individuais, seja lá como for.
      É estarrecedor, por exemplo, o caso da lama do Rio Doce..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s