Avalanche Tricolor: foi bom, meu amigo!

 

Corinthians 0x0 Grêmio
Brasileiro – Arena Corinthians

 

26529682262_3b12ff0217_z

Roger em foto de arquivo (LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

 

Foi oxo mas foi bom, meu amigo!

 

Foi bom porque vimos o Grêmio marcando alto e pelo alto, quase sem nenhuma falha. Nossos atacantes não se furtaram de impedir que o adversário saísse jogando com tranquilidade ao pressionar a saída de bola. Enquanto a turma que ficava na nossa área foi testada o jogo todo com cruzamentos e bolas lançadas por cima. E, amigo, digo sem pestanejar: nossa turma lá de trás passou no teste.

 

Foi bom, também, porque, ao contrário do que um dos jogadores deles disse ao fim da partida, não fomos (ou viemos) a São Paulo na retranca. É curioso, meu amigo, como ainda tem quem entenda ser retranqueiro o time que marca bem e no campo todo. O Grêmio marcou bem e no campo todo. E não foi retranqueiro. Foi eficiente.

 

Foi bom, ainda, porque vimos Roger investir em nova escalação com dois jogadores que atuam mais avançados: Bobô e Bolaños. Tinha ainda Luan, Giuliano e depois Everton (sem contar Henrique Almeida), que também gostam de jogar próximo da área do adversário. E, saiba amigo, mesmo com esta gente toda acostumada ao ataque, Roger conseguiu dar consistência na marcação, graças a intensa movimentação e dedicação deles.

 

Eu sei, amigo, que poderia ter sido melhor: se aumentasse a precisão do passe, especialmente quando nos aproximamos da área adversária; se Luan atuasse à altura do futebol que lhe é peculiar; se nossos atacantes acertassem o pé no chute final.

 

Mesmo assim, insisto, foi bom. Até porque você não tem ideia da quantidade de amigo corintiano que me cerca no trabalho, aqui em São Paulo. Um tropeço contra eles e a vontade que tenho é de sumir no dia seguinte. Porque você sabe, quando o assunto é futebol, os amigos não perdoam.

 

Portanto, digo e repito, meu amigo: foi oxo, mas foi bom!

Um comentário sobre “Avalanche Tricolor: foi bom, meu amigo!

  1. Fiz este comentário na noite de sexta ora sábado. O que já havia escrito foi engolido pelo meu computador. Não esqueci,porém,que fiquei satisfeito com o zero-a-zero. Afinal,empatar com o Corinthians a ninguém diminui. Sei que o último campeão paulista perdeu jogadores e Tite procura outros para remontar o seu time. O Grêmio,por sua vez,não perdeu profissionais,mas precisou mudar o seu principal chefe e segue buscando reforços. O primeiro a chegar vem,a propósito, do Corinthians. Edílson foi contratado e desembarcou com promessa
    para remontar o seu time. O Grêmio,por sua vez,não perdeu profissionais,mas precisou mudar o seu principal chefe e segue buscando reforços. O primeiro a chegar vem,a propósito, do Corinthians. Edílson foi contratado e desembarcou com promessas de ter mudado para melhor. Tomara!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s