Avalanche Tricolor: se eu troquei o Grêmio pela final da Liga? Você não me conhece mesmo!

Vasco 0x0 Grêmio

Brasileiro — São Januário RJ/RJ

 

Alisson em jogada de ataque; foto: LUCASUEBEL/GRÊMIOFBPA

 

Houve quem duvidasse das minhas escolhas futebolísticas. Apostava que meu programa dominical seria assistir à decisão da Liga dos Campeões da Europa. Uma final que colocou frente à frente um projeto de clube, em que a organização é a principal estratégia, e um projeto de time, em que o dinheiro é estratégico. Oportunidade rara: alguns dos maiores jogadores do planeta se enfrentando em partida que prometia emoção do início ao fim, em competição das mais organizadas e caras do Mundo, e readaptada às novas condições impostas pela pandemia.

 

Um jogo com expectativa de audiência gigantesca na maior parte dos países para onde e por onde fosse transmitido: na tela da TV, do computador ou do celular.  Com tal interesse aqui no Brasil, especialmente pela presença de Neymar com a camisa do PSG, que o clássico paulista marcado para esta rodada do Campeonato Brasileiro teve de mudar de endereço. No estádio em que deveria ser jogado, preferiu-se a transmissão da final europeia no telão —- assistida no modelo drive-in.

 

Apesar de afirmar categoricamente aos meus colegas de rádio que me dedicaria a partida do Grêmio, em São Januário, disputada no mesmo horário que a final da Liga, a dúvida persistiu. E ao fim desta Avalanche, você —- caro e raro leitor deste blog —- talvez se mantenha no time dos descrentes. Duvidarem do meu comportamento e intenções não chega a ser novidade por jornalista que sou. 

 

O curioso é que esse jamais foi um dilema para mim. Minha agenda dominical estava bloqueada para ver a partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro desde o rearranjo do calendário, necessário para se ajustar a parada forçada pelo coronavírus. Nem mesmo a escolha de Renato em escalar um time mezzo a mezzo, meio titular e meio reserva, já que temos decisão do Campeonato Gaúcho na quarta-feira, me demoveria da ideia de ver o Grêmio em campo.

 

Eu gosto muito de futebol. E futebol bem jogado, gosto mais ainda. Mas assistir a qualquer outra partida de futebol que não seja a do Grêmio, jamais será uma opção. Pelo Grêmio, eu torço; e torço muito.

 

Tá bom, me perguntará o incrédulo: se você antes do jogo soubesse que Vasco e Grêmio fariam uma partida medíocre, com muitos passes errados, bolas desperdiçadas e sem gols, nem assim você aceitaria trocar o programa desse domingo?

 

Incrédulos e crentes, minha resposta é não. Vou repetir: eu gosto de futebol mas antes eu torço para o Grêmio; e se é pelo Grêmio que torço, é com ele que estarei onde o Grêmio estiver! 

 

PS: bem que poderia ter me dado uma força também jogando um pouquinho melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s