Conte Sua História de São Paulo: aos 70 anos, foi a tecnologia que me deu conforto na cidade

Durval Pedro da Silva Junior

Ouvinte da CBN

Foto: Pixabay

Sou paulistano do Bexiga. Neste janeiro de 2021 completo 70 anos, cada dia mais amante desta cidade. São Paulo, como poucas no mundo, tem a capacidade de oferecer o que há de melhor em grande escala —- e em poucas situações o que há de pior. 

Amá-la não é sacrifício. Isso ficou latente nesses quase um ano de pandemia, em que os recursos tecnológicos amenizaram algumas das nefastas consequências do coronavírus.  A quarentena ficou mais fácil de enfrentar porque se existe tecnologia de ponta em grandes cidade, existe também em São Paulo.

Aos 70 anos não ser um craque no mundo digital não é pecado. Tive de aprender muita coisa enquanto experimento esse isolamento que ainda me imponho pela faixa de risco que estou. 

Em março e abril, quando vivíamos uma cegueira geral e medo de tudo, foi a tecnologia que me deu esperança, alívio, conforto e qualidade de vida. Aprendi a comprar comida e remédio. Fiz consultas diversas. Tudo pelos aplicativos do celular —- os quais jamais havia usado. 

Bater papos com os filhos e netos por uns instrumentos que nunca tinha sequer ouvido falar: Zoom, Webex, Teams, Whereby, Google Meet. Fora os vídeos do Whatsapp e FaceTime. Ter feito reunião com os colegas de faculdade —- com os quais estou junto há 50 anos e sou o caçula da turma —- não teve preço.

Só mesmo a cidade de São Paulo me permite matar a vontade de comer uma coxinha ou um bauru e tudo ser entregue em casa com todo o cuidado. E, ao mesmo tempo, acompanhar em tempo real o atendimento médico a amigos em um dos hospitais de ponta da cidade.

Também viajei por aqui: em visitas virtuais apreciei obras do Masp e da Pinacoteca —- que estão entre os melhores museus do mundo. Jamais imaginei que iria me divertir com as imagens de um drone: o da CBN, me mostrando logo cedo mais do que detalhes do trânsito e acontecimentos da cidade. Sem falar das lives com Márcio Atalla e Cássia Godoy. E até com o Mílton Jung que, apesar de ser bem mais novo do que eu, é um parceiro ideal para quem não faz muito exercício.

Esta é São Paulo, a cidade que esta digitalizada no meu coração

Durval Pedro da Silva Junior é personagem do Conte Sua História de São Paulo. A sonorização é do Cláudio Antonio. Escreva agora o seu texto e envie para contesuahistoria@cbn.com.br. Para ouvir outros capítulos da nossa cidade visite o meu blog miltonjung.com.br e assine o podcast do Conte Sua História de São Paulo.

Um comentário sobre “Conte Sua História de São Paulo: aos 70 anos, foi a tecnologia que me deu conforto na cidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s