Mundo Corporativo: Marco Ornellas diz por que a nova ordem nas empresas é a desordem

Foto de Julia M Cameron no Pexels

A desordem traz um pouco a sensação de que as coisas podem ser diferentes, eu posso fazer diferente; é aí que eu começo a trabalhar o ‘como vou fazer para ser melhor’ e ‘como vou construir um mundo melhor’” 

Marco Ornellas, consultor

As empresas precisam de um novo desenho organizacional para enfrentar a complexidade e o caos que imperam neste momento de pandemia. Não apenas neste momento, pondera o consultor Marco Ornellas, entrevistado do programa Mundo Corporativo. Dedicado a cuidar de desenvolvimento organizacional, Marco lembra que as transformações veem ocorrendo há algum tempo, especialmente com a inserção da tecnologia nos processos de trabalho:

“A complexidade e o caos sempre fizeram parte de alguma forma da nossa vida, hoje de forma mais intensa. A pandemia fez acelerar os processos. Os contatos, os relacionamentos, e as formas de comprar e de trabalhar, tudo isso foi alterado e confirmou o surgimento de uma nova ordem”

A nova ordem é a desordem, diz o psicólogo por formação e professor por dedicação. Foi essa discussão que o inspirou a escrever o livro “Uma nova desordem organizacional”. Marco identifica três grandes movimentos que devem ser feitos pelos profissionais de uma maneira geral:

  1. Desapegar  … de ideias, de objetos, de coisas velhas; as coisas não têm mais valor. O que vale é o que somos;
  2. Se doar … devemos nos entregar às coisas que fazemos e isso tudo precisa fazer sentido para mim. Se doe para o outro, se doe nas relações, se doe para o seu entorno;
  3. Descobrir … com as mãos e com os pés, andar por caminhos que não estou andando, por redes que não vimos, por lugares desconhecidos

A nova ordem organizacional é responsabilidade de todos dentro da organização, segundo Marco Ornellas:

“Todo mundo vai ter de cuidar dessas questões. As organizações do jeito que estão estruturadas não vão sobreviver dessa maneira, precisarão se reorganizar —- é preciso um novo desenho organizacional. Novos modelos de trabalho, de relacionamento, de gestão e de interface. Em um primeiro momento todo mundo é responsável por fazer um novo desenho organizacional olhando para fora e para o futuro, que está aí, presente na nossa realidade”

Com a pandemia, muitas empresas começaram a rever o modelo de trabalho. Algumas já entregaram seus escritórios porque vão investir no trabalho remoto. Outras mantém espaços menores e seus colaboradores que ocupavam o local cinco vezes por semana talvez só voltem a se encontrar uma única vez. Para Marco Ornellas é preciso buscar uma forma flexível de trabalho, investir na troca de experiência entre os diversos setores e transformar o escritório em uma espécie de co-working. 

Para o consultor, não haverá espaço para empresas que mantém departamentos competindo entre si, que não revelam suas vulnerabilidades para não perderem espaço para outros setores:

“Temos um novo desenho do trabalho, uma nova relação da liderança dos colaboradores. De alguma forma, eu preciso trabalhar com mais autonomia e mais liberdade. Muitas áreas vão se integrar com outras. Por exemplo, os departamentos de recursos humanos e de tecnologia da informação”

O Mundo Corporativo pode ser assistido às quartas-feiras, às 11 hora, no canal da CBN no Youtube, no site da emissora e na página do Facebook. O programa vai ao ar aos sábados, às 8h10, no Jornal da CBN e pode ser ouvido em podcast. Colaboram com o Mundo Corporativo: Juliana Prado, Bruno Teixeira, Priscila Gubiotti e o Rafael Furugen.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s