São Paulo terá banheiro público-privado

 

Banheiro públicoUrologistas do Hospital das Clínicas chamaram atenção ao lançar guia sobre a necessidade de haver banheiros públicos à disposição do cidadão. Estavam preocupados, principalmente, com as pessoas que sofrem de incotinência urinária, bexiga hiperativa e problemas de próstata. Também, com o fato de que conter a urina por muito tempo propicia problemas de saúde. A falta deste equipamento é sentida quando se circula no centro de São Paulo.

Foi na administração Paulo Maluf que se fechou boa parte dos banheiros públicos localizados nas áreas externas das estações do Metrô. Alegava dificuldade para conter o vandalismo e atos sexuais pouco recomendáveis em público. Desde então, para os paulistanos restaram o paredão mais próximo ou a condescendência dos donos de bares e padarias, que muitas vezes só ocorre após o pagamento do cafezinho.

São Paulo agora estuda a possibilidade de “privatizar” os banheiros públicos. Ou criar os banheiros públicos-privados, conforme projeto apresentado à Emurb. Os donos de restaurantes, bares e padarias que aceitarem o acordo abrem seus banheiros para quem quiser entrar e em troca podem colocar uma placa (15 x 15) na parte externa com o nome de quem financia a parceria. Pode ser o nome do próprio restaurante ou de algum patrocinador. Da mesma forma como ocorre com as praças.

Na entrevista para a Fabíola Cidral, o secretário municipal das Subprefeituras Andrea Matarazzo passou a imprensão de que banheiro público (saúde pública, segundo os urologistas do HC) não é prioridade. Ao ouvir a entrevista, o ouvinte-internauta Edivaldo Ferreira lembrou de um banheiro que encontrou em Santiago do Chile e nos enviou a foto que ilustra este post. Além de público, limpo e disponível, também é inclusivo, pois tem acesso para pessoas com deficiência.

4 comentários sobre “São Paulo terá banheiro público-privado

  1. Ótima ideia!
    Esse negocio de quando ficamos apertados e ter que recorrer a banheiros de butecos é ruim demais de tamanha sugeira e falta de higiene nestes banheiros.
    Tem até rato morto nestes banheiros.
    quem sabe se desta forma as fétidas ruas do centro de São Paulo deixam de ser banheiro publico
    Ninguem aguenta mais o fedor!
    Só tem um detalhe:
    Como farão com os moradores der rua, drogados, noias, etc?
    Será que irão dar conta do recado?

  2. Infelizmente aquilo que vem para o bem do cidadão não é prioridade, salvo quando acompanhado de taxas e tributos.
    A Prefeitura está gastanto horrores na implementação de radares inteligentes e tenho que ir no banheiro da padaria.

  3. Já estou até vendo a cerimônia no HC. A lei dos banheiros públicos, a participação de comentaristas no rádio com musiqueta e tudo! Na TV todas aquelas pessoas muito contentes com esta vitória da cidadania! A boa saúde e a fisiologia do corpo humano é igual pra todo mundo. Em fim, livres do mau cheiro.
    E os fiscais, sim os fiscais, estarão em aparições surpresa nos bares e restaurante, eles outra vez seriam multados, todos aqueles que não permitirem o uso de seus banheiros pelos cidadãos transeuntes e moradores de rua. Aplausos, para o fim do xixi na rua!
    O melhor será a propaganda na TV, “xixi agora só la dentro!”
    O que importa é a saúde pública! Um site será criado para indicar os locais na cidade onde estrão os banheiros disponíveis.
    Macacos me mordam Milton! Deste jeito NY é aqui! E sem o constrangimento da migração dos gringos…

Deixe uma resposta para Humberto Camergo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s