“Não é bode, não”, diz secretário sobre IPTU

 

bodeA política brasileira está cheia de bode na sala. Mas o projeto de lei que aumentava o IPTU em até 60% não era um deles. É o que insiste dizer o secretário de Finanças de São paulo Walter Rodrigues, apesar de ter demonstrado durante entrevista no CBN SP, de que a aprovação da proposta negociada na Câmara com reajustes menores (mas nem por isso pequenos) em nada prejudica os planos para 2010. Ou seja, já estavam dentro do previsto.

O que o bode tem a ver com isso ? Ele é personagem de uma velha história que se passa na casa da família com problemas financeiros, sem emprego e sem comida. Um dia, o pai aparece com um bode na sala. Ninguém entende nada até porque os problemas aumentam. O bode fede, incomoda a todo mundo, torna a vida insuportável. Em seguida, o pai tira o bode da casa e todos acreditam que as coisas ficaram melhores, apesar de nenhum dos velhos problemas terem sido resolvidos.

Depois de tentar majorar o IPTU em índices absurdos, o prefeito aceitou reduzir para até 30% nos imóveis residenciais e 45% os comerciais. O peso do reajuste ainda assim será grande, mas a ideia que a prefeitura passa é que foi boazinha com todos e aceitou recuar – ou fazer uma “mudança estratégica”, como prefere o prefeito Gilberto Kassab (DEM).

Mas vamos ao que disse o secretáario:

Ouça a entrevista do secretário Walter Rodrigues, ao CBN SP

6 comentários sobre ““Não é bode, não”, diz secretário sobre IPTU

  1. Adorei a história, odiei o ato do prefeito e seus aliados.
    de acordo com o verador João Donato: o fato é que a cidade assistiu a um crescimento vertiginoso das receitas municipais – que em em 2001 eram da ordem de R$ 9 bilhões e em 2010 foram estimadas em R$ 28 bilhões.Isso quer dizer X 3. Quero saber quem teve aumento de 300% nesse período ?????
    os empregados da prefeitura ?????
    os desapropriados ?????
    os que tem precatórios da prefeitura ?????
    só não teve aumento de iptu de 2001 pra cá quem não paga.

  2. esse Claudinho aí ta enganado, ou está enganando. A faixa de isenção era para imóveis até R$ 65mil e não R$37mil conforme diz o bRog dele; e agora essa faixa subiu para R$92mil com o aumento da planta genérica

    _

  3. Bom dia a todos
    sabe o ke me deixa mais revoltado e ver o nosso amado prefeito jogar o reajuste dos imoveis em geral a um reajuste absurdo
    e ele em sekuencia faz um reajuste se naum me engano de 98% do seu proprio salario e da sua sub-prefeita ke ganhava um salario de R$5 mil e passa a ganhar R$19 mil e uns trokado sera ke ele ja fez esse reajuste kontando kom o aumento na ke ira ter nos kofres da prefeitura kom o aumento de nosso iptu????

  4. retificando: era de R$37mil mesmo e vai para R$70milmesmo, só que para imóveis COMERCIAIS. COnforme parte do texto no site da Câmara:

    Outra novidade trazida pelo substitutivo é que imóveis comerciais com valor venal inferior a R$ 70 mil serão isentos do IPTU. Na proposta original o valor máximo para isenção era de R$ 37 mil. ” Essa medida irá beneficiar os pequenos comerciantes”, afirmou Bezerra.

    http://www.camara.sp.gov.br/cr0309_net/forms/frmNoticiaDetalhe.aspx?n=1584

    _

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s