Foto-ouvinte: Velejando em represa verde

 

Represa de Guarapiranga

Velejadores tem encontrado dificuldade para treinar na Represa de Guarapiranga, zona sul de São Paulo. A superfície está tomada por esta vegetação que pode ser percebida, também, no trecho do rio Pinheiros, próximo da barragem. De acordo com o ouvinte-internauta Celestino Neto o problema se agrava a cada dia e praticamente inviabiliza o uso dos barcos na região.

2 comentários sobre “Foto-ouvinte: Velejando em represa verde

  1. Ola Milton
    Durante muitos anos velejei, esquiei, pratiquei modalidades náuticas na Guarairanga.
    Posso dizer que conheço esse “ex paraiso” palmo a palmo ou no a nó
    Já na década de setenta, vilas, novos bairros, favelas, invasões nas margens dos rios que abastecem a represa, foram sendo criados as vistas das nossas autoridades, numa total degradação do meio ambiente, mananciais.
    O esgoto gerado por estes bairros.
    Note na imagem do satelite como se encontram as margens da represa
    Totalmente invadidas!
    Tem até piranhas nas águas da Guarapiranga!
    quem pratica espote aquatioco na represa, corre sério risco de adquirir uma doença de pele, hepatite, micoes, etc.
    E eu foi um dos que adquiriu uma doença de pele quando velejava de hobby cat 16, um catamarã, devido a sua velocidade e design competitivom joga muita água na tripulação do barco, e tive que ficar por mêses em tratamento dermatologico.
    Dai meu caro acabei por desistir definitivamente de praticar qualquer esporte nautico neste paraíso, que acabou também se tornando um esgoto a ceu aberto, despejado pelos bairros ribeirinhos.
    SAomente apartir de dez anos, depos da enorme degradação da represa é que os governantes decidiram projetar o saneamento nos rios da represa e cercanias.
    Mas pode estar certo que não sdolucionara.
    E os bairros ilegair, vilas, favelas que ainda continuam por la e também outros são criados do dia para a noite?
    Então a melhor solução caríssima, é sanear.
    Isso na minha opinião é o mesmo que tampar o sol com a peneira.
    Porque permitiram que essas vilas, bairros, favelkas foram sendo desenvolvidos ao longos dos enos em velocidade espantosa ao olhos das autoridades?
    Será pelo fato, quanto mais bairros, maior será o numero de pessoas, eleitores e assim diuante da pessima qualidade de vida desta gente humilde teremos mais condições de realizar promessas infundadas, melhorias, etc?
    Acho que é por ai.
    O mesmo acontece nas regiões centrais da cidade com os predios, assunte este vastamente discutido aqui no blog.
    Vale dizer que é frequente algas nas águas da represa.
    Eu não tenho mais coragem de frequentar um dos últimos paraísos ecologicos, naturais que é a represa do guarapiranga
    Abraços
    Armando Italo

  2. concordo em parte com o sr armando. em primeiro lugar a represa não é um paraíso natural. foi construída artificialmente em 1908, inundando uma região sem muito planejamento – várias árvores não foram cortadas, o que gerou a sua água escura desde sua existência. Já perfurei o tímpano na represa 2 vezes andando de wakeboard e não tive nenhum tipo de infecção ou consequência, sou fequentador assíduo da represa e reconheço que ela tem algumas de suas partes poluídas , mas já foi bem pior tempos atrás. essas algas são oriundas da adutora da Billings, e o que é mais absurdo é a inoperãncia da secretaria do meio ambiente. A situação das algas é a mesma das árvores espalhadas pelos bairros residenciais da cidade: várias árvores doentes, mortas e em risco iminente de queda, pra piorar não é possível intervir, deve-se aguardar uma posição da prefeitura, que nunca chega a uma decisão coerente e sempre se lixa para os fatos.

Deixe uma resposta para Fernando Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s