Canto da Cátia: Amor declarado e abandonado

 

Carro Abandonado Paz & Amor

“Ou eu ou o carro”. O ultimato de Gabriela, enciumada com o carinho oferecido ao veículo, foi ouvido com dor no peito pelo dono do velho Ford LTD. Teria de abandonar sua paixão, aquela que lhe acompanha desde os anos de 1970 quando ainda causava inveja nos demais motoristas que retorciam o pescoço para acompanhar sua passagem pelas ruas da Barra Funda, zona oeste de São Paulo.

A ingrata namorada não aceitou nem ouvir as lembranças que marcavam aquela relação: foram muitos os passeios com a namorada no banco da frente, de mãos dadas e encostadinhos, ombro a ombro, dessas coisas que só aquele carrão nos permitia.

A possessiva não se satisfez em saber que ele aceitaria abandonar o carro em troca de maior dedicação à relação com a namorada. Exigiu que deixasse eternizado na lataria a opção pelo amor à Gabriela. E assim o submisso o fez como nota-se na foto registrada pela Cátia Toffoletto.

4 comentários sobre “Canto da Cátia: Amor declarado e abandonado

  1. Sou sua ouvinte assídua e vejo que vc é incisivo no auxlío ao consumidor. Peço-lhe ajuda: Estou c/ m/ veículo Honda City/2010 batido, parado na oficina da Honda SP Japan há 23 dias por falta de peças de reposição na fábrica, não obstante m/constantes solicitações junto à oficina e ao SAC da montadora (08000171213).Detalhe: o veículo foi enviado à oficina em 05/04, em 08/04 a Azul Seguradora liberou os reparos.Em 13/04 a oficina fez o pedido das peças (nº 168606).Preciso muito do veic.p/trabalhar. O que fazer? Agradeço-lhe , certa de sua intervenção, e aguardo retorno.

  2. Olá subprefeita,

    Esse Galaxie é daqueles famosos carros beberrões, uma acelerada um litro de gasolina! O dono sofre por amor e sofria por não poder sustentar esse posto de gasolina ambulante1

    Falando sério agora, devemos cobrar da CET, SPTRANS e demais órgãos responsáveis pelo trânsito da nossa cidade suas obrigações quanto poder público.

    A cidade está cheia desses carros velhos abandonados ou circulando pela vias sem o pagamento de impostos.
    Sem falar que não passam pela inspeção veicular!

    Cadê o secretário Alexandre de Moraes para falar sobre essa frota irregular que roda na cidade?
    Em média 40% da frota da capital não paga IPVA e Seguro Obrigatório. Porque isso ainda acontece? Cadê o MP que não cobra a responsabilidade do Órgão/Servidor Público?

    Cadê o POLIVALENTE secretário?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s