Comandante da Rota diz que foi salvo “graças a Deus”

 

Vítima de atentado e alvo de 11 tiros na manhã de sábado, o comandante da Rota em São Paulo, Paulo Telhada, disse que não morreu “graças a Deus” e tomará ainda mais cautela, pois “você sempre espera que tenha problemas, agora [quando ataca] a sua casa é complicado”.

Ele afirmou em entrevista ao CBN São Paulo que a polícia não mudará sua forma de atuar contra o crime organizado e os ataques que ocorreram no fim de semana sinalizam que o trabalho da segurança pública no Estado incomoda os criminosos.

Para ele, muitas outras coisas precisam mudar, a começar pela “glamorização dos bandidos”. Telhada disse que “bandido aparece na mídia andando com mulheres bonitas” e visto como “um coitadinho, enquanto a polícia é algoz”. O comandante da tropa de elite da polícia paulistana voltou a falar em Deus quando comentou que “homem que vai a Igreja não mata”.

Um dos fatos que chamaram atenção é que para Telhada o homem que foi morto após participar de atentado contra o quartel da Rota é um egresso do sistema penitenciário, viciado em droga, que teria dívidas a pagar e, por isso, teria sido obrigado a participar da ação. Porém, o comandante preferiu não comentar sobre o fato de que o sistema prisional não é capaz de recuperar as pessoas que cumpriram pena pelo crime cometido.

O tenente-coronel Paulo Telhada nega que alguma facção criminosa domine os presídios no Estado de São Paulo e entende que é prematuro afirmar que os ataques contra ele e o quartel da Rota tenham relação com o incêndio de carros.

Ouça a entrevista completa do tenente-coronel e comandante da Rota Paulo Telhada ao CBN São Paulo

7 comentários sobre “Comandante da Rota diz que foi salvo “graças a Deus”

  1. Não só o sistema penitenciário não recupera seus internos, como o próprio comandante já dá um sinal de intolerência com a frase “homem que vai a Igreja não mata”. Infelizmente, uma mente pequena o suficiente para defender tamanho preconceito comanda divisão fortemente armada da nossa polícia.
    Mas o que mais preocupa é ele negar que alguma facção criminosa domine os presídios em SP. A última vez que as autoridades disseram isso deu no que deu…
    Abraços,
    Grilo D

  2. Bandido e mocinho sempre existiram a exemplo do velho oeste.
    Mas quem poderia nos dar uma explicação convincente sobre a violencia que assola o país, são as nossas autoridades máximas, legisladores, judiciário.

  3. Em quanto não tivermos leis mais severas, os criminosos vão continuar atacando sem medo, se atacam a polícia, imaginem nós cidadãos comuns? Até quando?
    bjos Flávia

  4. Milton,
    Quando ouço afirmações genéricas do tipo “o trabalho da policia está causando incomodo” ou “não há nada de anormal, está tudo muito bem “ já saio correndo pra trocar a água onde as barbas costumam ficar de molho…
    O trabalho da policia tem que constranger a bandidagem, isso já é o que se espera dele.

  5. Milton e os colegas blogueiros bom dia,

    Bom a minha modesta opinião, como a educação, a segurança no estado, já chegou ao fundo do poço. Se os bandidos não estão respeitando a policia mais temida do estado de SP, imaginem o que vai virar a segurança. Já vimos esse filme a quatro anos atras e se não me falha a memoria, a rota, foi a unica que não sofreu esse tipo de ataque.
    Agora o que nos deixa preocupada é ouvir o Sr. Governandor dizer que não precisa se preocupar, isso foi algo do disisperos das organizações criminosas. Meu Deus se esse pessoal estão desisperados, a população desprotegida, vai ficar como? Há, a população que se dane. Qualquer coisa, manda o comandante da PM negociar com o marcola.

    Abr,

    JS.

  6. Milton e meus caros blogueiros boa tarde,

    Eu sei que não é o assunto aqui tratado mas, como se trata de policia, eu gostaria de tercer um comentario a respeito dos dois crimes que estão em evidencia.
    Eu gostaria de perguntar se existe diferença entre a lei aplicada ne Estado de Minas e no Estado de SP. Vejam bem: o crime cometido pelo Bruno e sua gangue, até o momento, não teve evidencia do corpo, o que existem, são provas tecnicas. Porem eles, estão presos e tiveram negado todos os pedidos de relaxamento da prisão. Em SP, teve evidencia do corpo, teve testemunha que viu o crime, teve testemunha que participou do assassinato, teve varias provas tecnicas e mesmo assim, o principal assassino esta solto dando risadas da cara de todos. E agora, o segundo assassino, foi beneficiado e esta solto também. Fico me perguntando: qual a diferença entre a lei aplicada nesses dois Estados? Será que um assassino é rico e o outro é mais ou menos ou os juizes que julga cada caso imcompetentes ao passo de não saber aplicar a lei? Ou será que só eu que estou com essa cara de bobo? Fico me perguntando como fica a familia da Dra. Mercia, que vendo toda essa epopeia legalizada? como essa famila fica, vendo os assassinos de sua filha andando solto por ai, dando risada das nossas caras, sem poder fazer nada? Faço uma pergunta aos senhores: será que devemos confiar na justiça desse Estado que ai esta? Que a lei, só funciona, para ladrão de danones e bolachas de mercados ou para pessoas, que roubam um pacote de arroz para matar a fome do filho.
    O pior de tudo isso, que não apareceu nenhum politico para prestar solidariedade a familia da Dra. Mercia. As autoridades do governo do Estado, nem se quer apareceu para falar para familia, oferecendo apoio.
    Mais eu posso dizer a familia da Dra. Mercia, esses assasinos, podem se safa dessas leis podres desse Estado mas, da lei Divina, eles não escapam. Pode ter certeza, que eles vão pagar caro pelo que fez, pois a lei DO SENHOR DEUS, é justa.

    Abr,

    JSR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s