De Santorini

 

Por Maria Lucia Solla

Olá,

Hoje quero pensar em prazer: alegria, cor, leveza, beleza e magia, ao som de banda de coreto, que sempre me faz emocionar e me faz chorar. Quando estou muito feliz, meu prazer alcança o limiar da dor. Um lugar de pura magia; alquímico.

Quero pensar na sofisticação da simplicidade que traz consigo satisfação, no mar, nas ondas que dançam, dançam, e se expressam, cantando, no dançar.

Quero pensar no sol queimando a pele, sem culpa de me deixar seduzir por ele, sem culpa de passear pelo passado e sem culpa do privilégio de poder me lembrar.

Quero tomar um καφές με κονιάκ (café com conhaque), de frente para o vulcão, hipnotizada pelo mar, sem saber onde termino e onde começa ele. Ouvindo o Adagio de Albinone e escrevendo um cartão postal para o meu pai. Obrigada, pai, pela vida, por eu estar aqui neste mundo, por poder ver tanta beleza e sentir tanta emoção.

Nesse momento da minha vida eu já era executiva, independente, descasada mais de uma vez, mãe de dois filhos criados e independentes. Não agradecia por um presente que se compra com dinheiro. Há muito tempo minhas viagens eram presentes meus para mim mesma. Agradecia por ter me trazido à vida e ter me conduzido com cuidado e estratégia para que eu fosse firme e digna, diante do mundo. Ele era responsável pela magia da minha vida.

Quero pensar num passeio de moto pelas vias rochosas e dar de cara com o mar.

Quero comer frango assado com batatas ao sabor de limão siciliano.

Quero salada grega, o queijo feta original e o orégano que vem rindo na travessa, de tão vivo que está.

Quero as buzúquias, os grupos de dança que me puxavam para o palco e me faziam perceber que eu já nascera dançando aquela música, que eu nunca existira antes de estar naquela roda.

Quero a areia pedregosa, de seixos de lava vulcânica. Quero os velhos da cidade dizendo : Υειά σου, Μαρια! olá, Maria, quando eu passava no caminho para o mar e de volta para casa.

Quero assistir aos barcos voltando da pesca, as mulheres agradecendo a Deus pela volta dos seus homens e as velhas de lenço preto na cabeça, passando a limpo a vida dos outros, nas calçadas.

Quero olhar mulheres e homens caiando muros e calçadas, apagando as pegadas do turista que fugiu do vento que sussurra a verdade, levando na mala a fantasia vivida.

Quero sempre e quero mais.


Ouça “De Santorini” na voz e sonorizado pela autora


Maria Lucia Solla é terapeuta, professora de língua estrangeira e realiza curso de comunicação e expressão. Aos domingos, escreve no Blog do Mílton Jung

22 comentários sobre “De Santorini

  1. Noêmia,

    Obrigada pela generosidade.
    Se agarra nelas, na alegria e na esperança, mas não aperta muito pra elas não quererem fugir.
    Espero que elas gostem tanto da tua companhia que não te abandonem mais!

    beijo,
    ml

  2. Adorei sentir Santorini pelas suas delicadas lembranças, mas o que mais me pegou desta vez foi o agradecimento ao pai por ter te conduzido a ser firme e digna diante do mundo. Estamos tão carentes de mais e mais pessoas firmes e dignas diante da vida, do outro, do meio ambiente… O mundo seria bem melhor. Obrigada por ser uma delas! Beijos.

  3. Há quanto tempo eu não passava por aqui!!
    Ao ver qual era o tema da tua coluna, não resisti e entrei correndo!! Larguei tudo mesmo!!
    É simplesmente o lugar dos meus sonhos!!
    Minha querida, parabens mais uma vez pelo texto, pela criatividade e pelo jeito que tuas palavras transmitem emoção pura!!
    Adoro muito você e estou com muita saudade!!

    Um beijão

  4. Andrea,

    Hoje ninguém mais tem tempo de estar com as pessoas que ama, o tempo todo. A gente se vê cada vez menos. Mas há olhos que não precisam ver a imagem, não é?

    vamos resolver esse assunto de saudade? Tenho a mesma, do lado de cá.

    beijo,
    ml

  5. Oi querida Malu,

    Como é bom relembrar velhas lembranças e momentos muitos gostosos.
    Ouvi mais uma vez esses momentos que você viveu da vontade de estar por la.

    Bjus e saudades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s