Fim do São Vito é um pecado contra São Paulo

“Querido São Vito! A vós recorro porque em vós eu vejo uma esperança para a minha saúde, uma luz para a minha vida. Sinto que a vossa proteção me reanima na minha fraqueza. De vós espero alívio na minha aflição, calma nos momentos de irritação, equilíbrio na perturbação, força de vontade para superar tudo o que é negativo. A vossa bênção me dará um pensamento positivo, paz, segurança, tranquilidade”

Da oração de São Vito, padroeiro dos epiléticos, destaco trecho acima em um rasgo de imaginação no qual o Centro de São Paulo estaria a clamar de joelhos por uma ajuda desesperada do combalido prédio, batizado com nome santo, na avenida do Estado.

Bem sabemos que nem o Centro fala, nem o São Vito ouve. Menos ainda a prefeitura haverá de mudar seus planos para a edificação. Sem fé na recuperação do espaço, aguarda a demolição total do São Vito e seu vizinho Mercúrio até o fim deste mês de março para construir em seu lugar parque e estacionamento de carro (é lógico !).

Alucinação pós-carnavalesca esta minha, talvez. Provocada não pelas ideias mirabolantes cantadas nos sambas-enredo das escolas paulistanas, mas pela foto enviada, nesse feriado, pelo jornalista Marcos Paulo Dias que passou pelo que resta do São Vito. Coberto por uma rede de proteção, deste ponto de vista o prédio parece um gigantesco carro alegórico a homenagear não sei bem a quem e ao que.

Destruição do São Vito

A boa intenção do São Vito – o prédio -, projetado por Aron Kogan e Waldomiro Zarzur, era permitir que um número maior de famílias morasse no centro da cidade, onde haveria mais estrutura e serviço à disposição, evitando os custosos deslocamentos que enxergamos atualmente. Ao ser inaugurado em 1959, tinha 624 pequenos apartamentos, comércio no térreo e sobreloja, e auditório na cobertura (moradia, serviço e cultura). Seguia os mesmos moldes de prédios paulistanos famosos como o Conjunto Nacional (de 1956) e o Copam (de 1961).

Leia este post completo no Blog do Adote São Paulo (Épocas SP)

3 comentários sobre “Fim do São Vito é um pecado contra São Paulo

  1. Milton
    Como você ja disse tudo o que podia nos dizer sobre mais este desmando da prefeitura de são Paulo, pode estar certo que outros em breve poderão acontecer a exemplo da demolição e da descaracterização de uma rua e seus quarteirões historicos.
    A Rua Sta Efigenia onde seus predios historicos darão lugar a grandes predios com mais de quinze vinte andares avorecendo o lobby formado pelas construtoras e prefeitura
    Com a desculpa “d e que o projeto nova luz” ira espantar os drogados, acabar com a cracolandia, sendo que este serviço, acabar com drogados e noias, deve ser realizado pela assistencia social, guarda municipal, policias.
    Que os predios a serem construidos serão ocupados por grandes empresas do setor da informatica e de eletronicos, os terreos então serão ocupados pelo comercio.
    Já imaginaram o caos em que se tornara a Estreita Santa Efigenia?
    A atual administração paulistana em seu desgoverno ´so pensa nos automoveis, na construção de predios e mais predios com a desculpa de “melhorar o aspecto de São Paulo” e assim a exemplo do São Vito, a prefeitura destroi e poe abaixo o pouco que resta de historia de são paulo aominvés de incentivar a conservação de patrimonios historicos da cidade.
    Depois que o prefeito Kassab atravez de você Milton quando formulei pergunta em entrevista que ele nos concedeu na CBN sobre o porque a prefeitura esta permitindo a construção de predios em qualquer local e o prefeito Kassab nos respondeu que os predios estão sendo construidos porque as pessoas estão casando e precisam de um local para morar, diante desta desculpa esfarrapada não nos restam mais duvidas que o negocio da prefeitura e favorecer as construtoras e automoveis.
    A historia, a memoria, as raízes paulistana são ítens que não interessam para a prefeitura.
    Até escola, posto de saude, a prefeitura quer demolir no Itaim Bibi, um quarteirão inteiro para a construção de predios como se já não bastasse os inumeros predios que la existem e forem construidos recentemente para infernizar a vida dos moradores e mais uma vez favorecer as construtorias “em troca de creches espalhgadas pela cidade” sendo que neste quarteirão ja existe uma arborizada creche onde eu na minha infancia fui um dos frequentadores.
    Das promessas eleitoreiras perto de 230 obras nem trinta de real interesse da população foram realizadas e estão ainda no papel.
    O Prefito Kassab afirma que até o final do seu mandato “todas as obras restantes” proximo a 220 estarão totalmente concluidas!
    Pergunto ao prefeito Kassab:
    -Qual o milagre que será feito para realizar mais de duzentos projetos que estão ainda no papel se em dois aos de mandato não foram feitos nem trinta?
    O São Vito deveria ser destinado a outra finalidade e não ser demolido.
    Assim como outros tantos que foram e serão também demolidos.
    Bairros e edificações que deveriam ser tombados pelo patrimonio historico estão sendo devastados para favorecer construtoras, incorporadoras, o lobby politico e demais influentes.
    Estaria eu exagerando?
    Cometendo algum tipo de injustiça?
    As enchentes pioraram, fazem quatro anos que os rios que cortam a cidade, Pinheiros e Tiete não passam por manutenção.
    Vejam o exemplo de uma aberração que foi construida em São Paulo que é a ponte estaiada e que não serve para nada.
    O que foi gasto nesta ponte poderia ter sido gasto na construção de novos hospitais, postos de saude, escolas, na limpesa publica e conservação da cidade, mais parques publicos e locais de lazer quie e um dos itens que falta em São Paulo, transporte, saude e educação.
    A demolição do são vito não nos deixa duvidas com relação as intenções duvidosas da prefeitura de São Paulo

    Porém, ao meu ver e de muitos paulistanos “pode haver” uma luz no fim do tunel.
    Criar leis semelhantes as existentes em algum paises realmente civilizados, onde politicos são constantemente, vigiados, policiados e punidos quando comete desmandos a exemplo do que vem acontecendo ultimamente.
    Politicos deveriam antes de demolir estruturas historicas saber antes da sua historia se os moradores, vizinhos concordam ou não que tais estruturas sejam demolidas para darem lugar a novas edificações.
    Vereadores de são Paulo, prefeitura, secretario ao invés de somente legislarem em causas proprias deveriam ouvir a voz e a opinião do cidadão.
    Mjuitos comerciantes estabelecidos no centro da cidade alegam que a degradação deste antes glamuroso local e historico esta sendo degradado providencialmente e assim as construtoras e incorporadoras poderão construir as suas barbaries destruindo o pouco de historia da cidade de são paulo quem duvidar basta ir ao centro de são paulo e conversar com moradores, comerciantes.
    Os drogados, mendigos, é de competencia da asistencia social, da guarda metropolitana, da policia.
    Tiram eles de um lugar e vão para outro.
    Não precisa ser local degradado
    Por exemplo a Av Roberto Marinho esta abarrotada de drogados
    A cracolandia da zona sul.
    E la não existem predios abandonados.
    Mas existe a tal da ponte estaiada.
    Quantos São Vitos serão demolidos a favor das construtoras?
    Construtora não constroem somente predios.
    Residencias construidas no inicio do seculo XX na Vila Olimpia, Itaim bibi, Mooca, Tatuapé, Barra funda, estão na mira da prefeitura e das construtoras poderem construir suas torres.
    Casarões nos jardins, construidos nos tempos dos barões do café são postos abaixo durante madrugadas e finais de semana e no “dia seguinte” ja viraram estacionamentos e no mes seguinte mais um lançamento imobiliario.
    Não seria oportuno o MPSP, a OAB começar a policiuar o que vem acontecendo em SP antes que o pouco de historia acabe de vez?
    Politicos, construtoras, prfeitura já passaram dos limites tamanha é a ganancia e especulação imobiliária existente em São Paulo ultimamente.
    É de chorar o que estão fazendo com a minha cidade!
    De lamentar.
    http://www.blogodoaitalo.blogspot.com

  2. Milton como sempre seu comentário foi perfeito logo pela amanhã.
    Eu não sei por quais motivos resolveram demolir o São Vito só sei que em 96 subir até o décimo quarto andar como um amigo pelas escadas do prédio. Nesta época, mesmo não sendo engenheiro tive a nítida impressão que esse prédio iria cair a qualquer hora tamanha eram as infiltrações, rachaduras e paredes em péssimo estado, enfim ele agora depois de quinze anos cai definitivamente.
    Agora o problema habitacional que assola São Paulo nem com uns dez São Vito resolveria, e olha que o que mais tem em São Paulo no próprio “centro velho” são edifícios abandonados, lacrados e totalmente endividados, anos atrás não diziam que aquele prédio bem ao lado da Estação da Luz que tinha sido ocupado por famílias sem teto devia só de IPTU mais de trinta milhões….
    Quem se responsabiliza? Como sempre ninguém, nossa cidade encontra-se abandonado há muitos anos, e esse abandono é em todos os sentidos, é só chover que pessoas morrem afogadas em avenidas de São Paulo, isso para mim é um absurdo sem fim, e como sempre as autoridades, os governantes nada fazem, mas tudo falam e resolvem….

    Provos Brasil

  3. É dificil entender os nossos políticos que legislam em São Paulo. Aqui cada vez casas são demolidas para dar lugar a galpões ou construção de fabricas. E as novas moradias são construidas em lugares onde a infraestrutura é precária em iluminação, sanemento básico, escolas, pavimentação e saúde. Só um exemplo que aconteceu aqui na VilaMaria. Uma Universidade comprou várias casas para a construção da faculdade. Na minha rua, 6 casas uma do lado da outra foram demolidas para que no lugar fosse construida um galpão para empresa. Váris casas residencias da noite para o dia se transformaram em aluga-se para fins comerciais. Ou seja, estamos invertendo as coisas. Construimos galpões e as casas servem para o comercio em areas que deveriam servir para moradias , e mandamos as pessoas morar em lugares precários e distantes do centro-novo e centro-velho. Desse jeito haja transporte público que dê conta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s