De estar feliz

 

Por Maria Lucia Solla

Das nuvens

Ouça este texto na voz e sonorizado pela autora

Felicidade é estar com a barriga cheia e o sono em dia, com tudo funcionando como deve: coração batucando legal, rins fazendo a sua função, sem greve, sem rebelião. Felicidade é enxergar bem, respirar o ar da vida e não o da morte, e saber que os que te cercam têm isso também

Estar feliz é poder ir daqui-pra-lá-e-de-lá-pra-cá, principalmente se o daqui for de um canto confortável e gostoso, e se o pra-lá for um lugar que faz o coração batucar, ainda mais forte e mais depressa, animado pela adrenalina que brota da excitação. Felicidade pode ser estar numa cantina num vilarejo escondido na Bolívia, pode ser o sushi do restaurante favorito comido em casa, sentado no chão, apoiado na mesa de centro na frente da TV, assistindo a um programa que faz a gente sorrir feito bobo, ou lendo um livro que não dá para largar e interrompendo a refeição um milhão de vezes para anotar as ideias que não param de chegar, para engolir o que mastigou, para digerir o que leu, para assimilar o que pensou.

Estar feliz é ter confiança nos dirigentes do país, do ônibus, do trem e do carro, sentindo que o barco vai bem conduzido, não faz água e fica longe do perigo. Estar feliz é poder viver com a consciência tranquila e o coração em paz. É saber que ninguém está espreitando atrás da fresta para te pegar no pulo e tirar vantagem de você. É poder receber o que comprou sem precisar lutar na justiça por meses, às vezes por anos, perdendo saúde e sono. É poder ter respeitado o que é seu, oferecendo respeito em troca.

Estar feliz é confiar que o banco cuida do teu dinheiro, que o médico que te atende sabe o que está fazendo, é ter consciência do que está comendo. Felicidade é poder acreditar em quem diz que gosta de você, é não usar o outro até gastar e aí não ter mais, é deixar ir quando o prazo termina, não iludir, não ser manipulado, roubado, emboscado, traído.

Estar feliz é ter mais motivo de sorrir do que de chorar, é ter quem a gente ama gostando de ser amado e se deixando amar. Estar feliz é trabalhar no que gosta, ou ao menos gostar do que faz, e ter a oportunidade de escolher o que fazer. É saber que o ônibus vai chegar, que a gente vai sentar e, a viagem, nem vai perceber. Estar feliz é andar descalço na praia com o sol acariciando o corpo, a brisa desmanchando o cabelo e cara de idiota, chupando um picolé e se sentindo o maioral. Nem que seja uma vez por mês no bate-volta.

Estar feliz é viver intimamente com a arte, é criar, é recriar, não matando o já criado; reinventando, reinventando, reinventando. É garantir cadeira cativa para a ilusão. Estar feliz é aceitar que a gente está aqui e pronto, e a partir daí pavimentar dia a dia o caminho para estar feliz cada vez mais vezes e por mais tempo. É transformar num só conceito de amor, criatura, criação e criador.

Maria Lucia Solla é professora de idiomas, terapeuta, e realiza oficinas de Desenvolvimento do Pensamento Criativo e de Arte e Criação. Aos domingos escreve no Blog do Mílton Jung

18 comentários sobre “De estar feliz

  1. Amiga Maria Lucia.
    Bom domingo.
    Estar feliz é estar com saúde,família,amigos.
    Realmente o melhor comentário que posso fazer é escrever:COMO MINHA AMIGA ESCREVE BONITO.
    abraço
    Farininha.

  2. ‘(…) e a gente só entende a possibilidade da felicidade aceitando que ela não decora o rosto só com sorriso. É verbo que se conjuga durante as horas do dia e muito mais que substantivo. É caminho, não o ponto onde se possa chegar.’
    Será por isso que em vezes, somos felizes e não nos damos conta?

  3. Oi Luzinha , a cada domingo que passa tu te superas…..
    Consegues colocar no papel exatamente o que penso …
    E , este negócio de " ESTAR FELIZ " fecha ttuudo : Ando me questionando bastante , penso que perdí muito tempo sem PENSAR EM ESTAR FELIZ lá dentro , comigo mesmo !
    Tô tentando , o que´já é um começo… mas é difícil , porém
    sinto que ainda posso alcançá-lo… de uma maneira ou outra , enfim , bola pra frente , na qual fazes parte OBRIGATÓRIA desta minha procura !!!
    Um bom doningo e muitos , mas muitos mesmos , CARINHOS !
    Beth

  4. Maryur,

    quando a gente acha que já sabe é porque mudou de ano e entrou noutro onde não sabe nada. E parece que agora, cada dia é um ano diferente. Dizem que menos é mais: menos tempo, mais confusão!

    beijo e boa semana,
    ml

  5. È vero, Alpha India.
    È vero!

    O duro é lembrar disso em meio à trovoada, esquecer que não está ensopado, tiritando de frio pela danada da chuva torrencial que te pega desprevenido, e sorrir!

    beijo e boa semana com cavok todo dia,
    ml

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s