Avalanche Tricolor: Imagem distorcida na TV

 

Grêmio 2 x 2 Palmeiras
Brasileiro – Olímpico Monumental

Fernando comemora gol em foto do Portal Grêmio.net

Houve tempos – já falei sobre isso em Avalanches anteriores – em que acompanhar o Grêmio, morando em São Paulo, exigia um esforço descomunal. A internet engatinhava, era discada e não oferecia resultados segundo a segundo como fazem os principais sites atualmente. A televisão dedicava sua programação aos jogos de clubes que interessavam diretamente aos paulistas e o sistema pagar-pra-ver não existia ainda. O rádio era a alternativa, mesmo assim em condições precárias, pois as emissoras paulistanas não tinham motivo para falar da partida disputada lá no Sul e as gaúchas eram sintonizadas sob os protestos de estática e chiados. O único que ainda oferecia um resquício das transmissões dos narradores conterrâneos era o do carro, mas para entender o recado precisava rodar distante do centro evitando a interferências das antenas de transmissão.

Hoje, a internet avança no ritmo das centenas de megabits, os sites se atrevem a anunciar a narração digital dos jogos e uma busca rápida lhe coloca diante de transmissões piratas das partidas, onde você estiver. Minhas emissoras preferidas posso ouvi-las apenas clicando em um aplicativo na tela do celular que ganhou “status” de rádio. E o cardápio no PPV é completo, me permitindo assistir à toda e qualquer partida gremista. Mesmo assim, ainda são raras as oportunidades de ver o Grêmio na televisão aberta, o que aconteceu neste domingo com a cobertura da TV Globo. Isto me permitiu alterar do canal 18 para o 125 – minha assinatura é da NET – nos mais de 90 minutos jogados e perceber algumas diferenças como a qualidade superior de imagem e som na Globo, onde podemos ouvir com muito mais clareza o que dizem os jogadores e técnicos em campo – entre um palavrão e outro, às vezes, aparecem alguns diálogos e comandos. Curioso, pois a captação, aparentemente, é a mesma. Em ambos os canais, as características dos narradores e comentaristas se assemelham – e peço licença para não registrar aqui minha opinião – com a vantagem de que na Globo tem Renato Marsiglia falando de erros e acertos do juiz.

Falo de TV e transmissões nesta Avalanche porque de futebol tenho muito pouco a dizer. Por mais que eu trocasse de canal, e se tivesse buscado a navegação na internet ou a sintonia de uma rádio qualquer não seria diferente, a qualidade do jogo jogado foi precária. Menos mal – que isso não seja visto como pouca coisa – que a mística do Imortal voltou em lances protagonizados por dois jovens: nos dribles de Leandro e no chute arrebatador de Fernando. No mais, nossa imagem está distorcida.

N.B: E por falar em transmissões, ouça a narração dos gols de Grêmio e Palmeiras, na voz de meu colega de CBN Paulo Massini

OS GOLS DE GRÊMIO 2X2 PALMEIRAS AO SOM DE RENATO BORGHETTI – PAULO MASSINI by futebolcbn

9 comentários sobre “Avalanche Tricolor: Imagem distorcida na TV

  1. Coincidência você falar das transmissões, justo no primeiro final de semana em que finalmente, depois de anos querendo, consegui instalar Sky. Pude assistir o jogo pelo Premiere, já que na TV local, a afiliada da Rede Globo no Paraná passou Corinthians x Atlético-PR. E na BAND, bem, também me reservo o direito de opinar sobre o comentarista de lá…

    Hoje me irritei profundamente com um jogador em especial: Douglas. A quantidade de passes errados dele na partida não está no gibi! Péssimo. Agora tem uma coisa, o lance que originou o segundo gol palmeirense não foi falta nem aqui, nem no Olímpico… Dos males, o menor. Agora é encarar o Fluminense no Engenhão e torcer por outra mística da Imortalidade.

    • Bruno,

      A qualidade do futebol que apresentamos nos últimos jogos não tem nos dado fôlego sequer para reclamar do juiz. Aliás, ao não dar o penâlti (não sei se foi) reclamado no lance que originou o gol de empate evitou que perdessemos mais uma cobrança. Quanto ao Douglas, confesso que apesar de algumas vezes parecer desligado da partida, ainda tem um toque de talento. Seus companheiros é que não ajudam muito e ao não se movimentarem como deveriam acabam provocando os erros de passe por parte daquele que precisa articular o time. E convenhamos, fazia sentido entrarmos contra o Palmeiras em casa com quatro volantes no time?

  2. concordo em parte, pois eu ñ tive esse problema, vim para são paulo muito cedo e escolhi o time que eu torço meio sem querer..digo isso porque a escolha se deu quando ainda nem sabia o que era futebol.. foi numa visita do dr. gilson, idos dos anos 50, mais para 60.. estava assistindo um desenho na tv..ele me dá uma bronca devido minha proximidade da tv..e na sequencia.. ñ sei tentando amenizar a bronca, pergunta para que time eu torcia..rs.. para desepero do meu pai, sã paulino de carteirinha… respondo sem vacilar..”aquele do periquito”.. desde então.. sou palmeirense.. mesmo sem saber qual era o nome do time!!..mais curioso é que depois de muitos nos casado e já com filhos procurei uma clinica que o aceitasse o meu convenio.. achei uma na angelica, no primeiro dia que lá fui tive a sensação de conhecer o local.. comentei com a minha mãe..ela disse que a clinica do dr gilson era na angelica… na visita sequinte perguntei na recepção..rs.. ñ é que era… fiquei sabendo que havia aposentado-se e estava agora residindo uma idde de goias..onde agora só pescava…é esse mundo é muito pequeno mesmo… agora.. me desculpe..há opiniões diferentes, aina cbn, quanto a qualidade do jog..principalmente no primeiro tempo

    • Joaquim,

      A partida foi ruim tecnicamente, mesmo o Palmeiras tendo jogado muito melhor durante quase todo o jogo. Uma dúvida: você procurou o Dr. Gilson para agradecer ou para reclamar?

  3. Minha imagem do jogo Grêmio x Palmeiras não estava distorcida. Graças a isso (ou desgraçadamente) voltei a não gostar nadinha do Grêmio. Seja lá como for,no entanto,o melhor mesmo é fazer como tu,isto é,comentar a transmissão da partida. A propósito,teu colega Paulo Massini me pareceu um tanto desanimado ao narrar os gols do nosso time. Ou será que foi apenas impressão de torcedor fanático?

  4. A irritação do Bruno com os passes errados de Douglas,no mínimo,foi igual a minha. O que mais me impressionou nele,porém,foi ver o excesso de gordura na sua cintura. Se eu fosse o Douglas,não desfilava sem camiseta,como fez depois de ter dado a sua. .

  5. acredito que quando fala que “voltei a não gostar nadinha do Grêmio” esteja falando do futebol apresentado e não de sua paixão pelo tricolor gaucho.. acredito tambem que esteja equivocado quanto ao Paulo Massini..rs… ao primeiro gol do seu tricolor a vibração foi tanta que tive a impressão que iria sair pelos altofalantes do radio. agora não sei se a vibração foi pelo gol feito ou pelo gol tomado, uma vez que ele é um dos que propagam aos ventos a possibilidade “real do rebaixamento do, outrora tricolor e agora alviverde”

  6. Não poderia deixar de aproveitar a chance de falar sobre a diferença entre os jornalistas das TVs abertas e fechadas. O pessoal do PPV, por exemplo não tem a mesma qualificação. Entretanto, além da análise do jogo, há as interpretações diversas de lances duvidosos. E, neste caso as TVs se igualam. Fica claro que não usar o recurso tecnológico é um convite ao erro. Mesmo diante da imagem as diferenças de opinião são evidentes. Se a velocidade de reprodução pode mudar o resultado , imaginamos então a situação do árbitro.
    Recentemente, Arnaldo César Coelho, no Bem Amigos, informava que em lance involuntário houvesse contato que derrubasse o adversário , a falta era devida. Neste caso um pênalti.
    Dias depois o Noriega disse exatamente o contrário. E era lance de gol.
    O Müller insistia que não houve falta com a imagem claramente mostrando um puxão de camisa.
    Acho que absurdo, mas real, vamos aplaudir estes amadores que arbitram os jogos de profissionais milionários. E vaiar esta miopia dupla da mídia especializada.

  7. Milton, vc sabe que eu não entendo nada de futebol…só sei torcer pelo Corinthians e, acredite se quiser, torci tb muuuito pelo Grêmio neste domingo…mas tava difícil, viu… Apesar de achar que o Grêmio venceria, fiquei satisfeita com o empate, afinal o Palmeiras está chegando a marca dos 10 jogos sem vencer e não ganha um título há 2583546 anos…Valeu Grêmio por ajudar nesta estatística…#VAICORINTHIANS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s