Avalanche Tricolor: Sai da frente que lá vem o Grêmio

 

Veranópolis 1 x 4 Grêmio
Gaúcho – Veranópois (RS)

 

Time comemora com Gilberto Silva primeira gol da goleada (Gremio.net)

 

O adversário era líder na chave, segunda melhor campanha de todo campeonato, invicto jogando em casa e se transformou em nada diante do poder de ataque gremista. Ataque que passa pela cabeçada de um zagueiro, o pé direito de um ala e o chute de fora da área de um volante – de onde saíram três dos quatros gols desta tarde de domingo. Nossos atacantes não deixam por menos e fragilizam os defensores com uma sequência de jogadas fulminantes, acompanhados da chegada de jogadores do meio de campo, especialmente quando Bertoglio entra (a propósito, porque ele ainda precisa entrar no segundo tempo e não é escalado desde o início?). Para o conjunto ficar completo, lembro da melhora incrível de nosso goleiro que se reafirma e oferece segurança a toda a equipe, com ótima colocação e defesas corajosas.

 

Há quem entenda que o futebol que apresentamos esteja ligado a presença do novo técnico. Sem tirar-lhe o mérito, acredito muito mais na evolução natural de um time que havia sido desconstruído, precisava de tempo para se ajeitar, fazer com que seus jogadores passassem a encontrar seu espaço em campo, ganhassem personalidade e, claro, retomassem a forma física. Resultado deste conjunto: em março, marcamos 14 gols em quatro partidas.

 

Ainda faltam algumas peças, mas começamos a entrar nos trilhos. E aí de quem estiver no nosso caminho.

5 comentários sobre “Avalanche Tricolor: Sai da frente que lá vem o Grêmio

  1. Luxemburgo vem sendo elogiado pelos repórteres,dirigentes e aspones, que assistem aos treinos coletivos do Grêmio, por ser um técnico exigente,sempre preocupado em corrigir os erros cometidos pelos jogadores. Não lhe sonego os méritos,embora ele sonegue o direito dos torceadores que querem Facundo Bertoglio desde o início do jogo. Ao contrário,porém,de seu antecessor,Luxa dispõem de um grupo bem superior ao que passou pelas mãos de Caio. Com quase todos os reforços prometidos pela direção já em casa estamos diante de um novo Grêmio. Que continue evoluindo.

    • Milton Pai,

      Que era o que eu vinha chamando atenção antes da demissão do Caio. Reclamava-se dele mesmo sabendo que o grupo era frágil, os reforços estavam para chegar quando o afastaram do cargo, porque ficaram com medo de perderem o Gre-Nal. Ou seja, pensam com o estômago e o fígado, quando deveriam usar da inteligência (?).

  2. Fica evidente, agora, que a pré-temporada para os times que disputam a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro é insuficiente. As equipes precisam de tempo para se adaptarem e a prova disso é o Grêmio. Aos poucos o time vai se acertando e mostrando a que veio em 2012. Pode ser que o Luxemburgo tenha méritos nessa evolução, mas só ganhará o meu respeito de fato, quando colocar o Bertóglio para começar jogando.

    E que venha o River Plate na quarta-feira.

    Abs

    • Bruno,

      E que o nosso pé sempre esteja no chão, porque assim como é preciso tempo para que o time ganhe físico e personalidade, também o é que os adversários do Gaucho e deste início da Copa do Brasil não são referência para o restante da temporada.

  3. Como o primeiro jogo foi na Argentina espera-se que esse seja mais fácil.

    Calma gremistas. O efeito Orloff ainda vai chegar.

    Faz parte do “projeto”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s