Avalanche Tricolor: Deu para sorrir

 

Fortaleza 0 x 2 Grêmio
Copa do Brasil – Fortaleza (CE)

 

 

Sabe quando você está naqueles dias em que nada dá certo? Uns falam em inferno astral, outros em onda de azar. É a fase, comenta o amigo. Vai passar, consola o colega. Tudo bobagem da sua cabeça, ouço em tom de reprimenda. Seja como for, quando se está nessa é sempre bom procurar uma boa notícia ou um fato que possa ser animador. Quem sabe dar um cavalo de pau na história que nos ajude a enxergar um novo horizonte. A vitória do Grêmio nessa noite de quarta-feira tem um pouco esse efeito. Quando você vê que aquela bola que tinha tudo para explodir nas arquibancadas lá atrás do gol se transformar em um golaço, abre-se uma perspectiva diferente. Refiro-me ao lance protagonizado por Marco Antonio, um meio-campo que ainda não se firmou na equipe, mesmo tendo chegado com boas recomendações após o futebol que apresentou na Portuguesa. Pegou de voleio ou de sem-pulo, acho que é assim que chamam aquele tipo de chute, na entrada da área e enfiou no ângulo. Se você ainda não viu a jogada, vale procurar na internet (ou clique aqui). Eu vi, revi e voltei a ver mais algumas vezes. Era de um lance assim que estava precisando para levantar o astral. Não que o futebol seja capaz de mudar a nossa vida, mas quando estamos a procura da alegria confiscada o prazer de uma vitória é sempre bem-vindo. Sendo assim, obrigado Grêmio – e Marco Antonio e Marcelo Moreno – pelo sorriso no rosto.

3 comentários sobre “Avalanche Tricolor: Deu para sorrir

  1. Fiquei muito satisfeito ao ler na Avalanche Tricolor que reencontraste, no jogo do nosso time contra o Fortaleza, a alegria que te roubaram na semana passada. Eu também,por motivos que para nós são óbvios,agradeço ao Grêmio e aos autores dos gols tricolores – Marco Antônio e Marcelo Moreno – o retorno do sorriso ao teu rosto.

  2. Bela vitória, para animar a semana, trazer de volta um fio de esperança, resgatar um sorriso. Aliás, o Grêmio foi o único visitante da noite (contando Copa do Brasil e Libertadores) a vencer. E foi logo 2 a 0 com direito a golaço do Marco Antônio, destes de encher os olhos.

    Que o time continue assim. Perder o GREnal, embora seja indigesto, não é considerado anormal. Pelo menos no papel, o adversário parece ter melhores jogadores, embora nossa camisa e tradição sempre faz a diferença. Agora, em torneios mata-mata, como a Copa do Brasil, que se mantenha o espírito copeiro e peleador.

    Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s