De borborleta

 

Por Maria Lucia Solla

 

 

Todo mundo que fala português usa, usou ou vai usar, a expressão matar a saudade. Pois eu, que tenho precisado dar conta dela em muitos dos seus nuances, de diferentes ângulos, me dou conta de que matar a saudade não traduz realidade, mas sonho.

 

saudade é impalpável
invisível incontrolável
imortal
não há como
matar

 

saudade
é o não perceber
presença
na
ausência

 

Bom seria não sentir saudade, para não ter que ficar espantando a danada o tempo todo. Ela chega chegando e entra em atrito com os pensamentos da gente e manda fagulhas ao contrário, do telhado para a fornalha, da cabeça para o estômago. Não dá para evitar a saudade, mas também não dá para resistir a chocolate, e a gente até resiste de vez em quando. O bom seria não sofrer com ela, mas ouvir o que tem a dizer e para que caminho aponta. Apesar de que noventa e nove por cento das vezes ela aponta para o caminho errado, do passado, do previsível matematicamente, sem saída. De qualquer modo, decidi mudar a expressão para espantar a saudade, em vez de matar. Nem que seja só para diminuir a violência expressa no pacote.

 

a gente
cai na real
e entende
finalmente
que ela é imortal
e que
não adianta
tentar
a saudade matar

 

E seguindo a pista do matar a saudade, encontro matar a sede e matar o tempo. Nesses casos vou manter o matar.

 

não vejo razão nenhuma
para
da sede arrancar
a morte
é evitar
que cresça
firme
e forte

 

quanto ao tempo
quem sou eu
para emitir opinião
nem sei
se
sou eu que vivo nele
ou
ele é que vive em mim

 


Maria Lucia Solla é professora de idiomas, terapeuta, e realiza oficinas de Desenvolvimento do Pensamento Criativo e de Arte e Criação. Aos domingos escreve no Blog do Mílton Jung

18 comentários sobre “De borborleta

  1. Bah! O Milton trocou o crédito, levei um susto. Mas teu texto, Lú, é inconfundível,
    e vamos espanar, espantar, mandar passear a saudade. bjs e bom domingo, Maryur

    • Maryur,

      Se não tivesse trocado o nome não me chamaria Milton. Dos que conheço, só o governador Montoro era capaz de errar mais nomes do que eu. Craque em lembrar era o Malu, e por conhecê-los ainda prefiro a companhia do Montoro. Obrigado pelo alerta.

  2. Mas quem saudades não têm,
    De ver borboletas,
    Voarem de flor em flor?

    Mas ao cair na real,
    Vimos que de imortal,
    Só mesmo o time meu,
    E dos Milton’s também…

    E se saudades sentimos,
    É um bom sinal,
    Pois o tempo passou,
    E vivo estamos…

  3. AMIGA MARIA LUCIA.
    LINDA MENSAGEM.
    SEMPRE LEMBRANDO QUE NA PRÁTICA A PALAVRA SAUDADE SÓ EXISTE NA LINGUA PORTUGUES,POIS EM OUTROS IDIOMAS,O SIGNIFICADO NÃO É O MESMO
    ABÇOS
    FARININHA

  4. Gunar,

    sou gremista por-questões-familiares… (a Maryur que não nos ouça porque o sangue da família dela não é azul – ai, essa ela vai responder) Já fui ao estádio e vi coisas interesantíssimas, menos o jogo. Meus cunhados precisaram fazer uma barreira à minha volta porque fiquei a-pa-vo-ra-da, na hora da saída. Não fui feita para o esporte, para tristeza do meu pai, mas é isso mesmo que você disse. Curtir o hoje, bem curtido, e preparar o amanhã. É um barato. Dia a dia, com prazer.

    Prazer te receber aqui.
    beijo e boa semana,

  5. Kkkkkk. Mas se o dono da festa está aprontando confusão, daqui a pouco as visitas … nem sei, estarão dançando em cima da mesa! Deixa não, Maria! Brincadeira, queridos. Bom começar a semana dando risada, beijo.

  6. Saudade tem sempre poesia… e poesia tem vida e emoção. Então eu, nostálgico de sou, gosto de viver saudade e não matar, assim revivo dias de aplausos, festas, beijos e até lanchinho no final de tarde de domingo com amigos e, de uma forma ou de outra, entendo como cheguei até aqui! bjs. Maluzinha!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s