Avalanche Tricolor: nós acreditamos e somos os mais fanáticos

 

Grêmio 1 x 0 Corinthians
Brasileiro Arena Grêmio

 

 

Ensaiar qualquer texto antes do apito final do jogo é arriscado, principalmente quando somos torcedores do Grêmio. Tudo é possível de acontecer, mesmo porque somos o time do impossível. Deixar para escrevê-lo depois de um jogo que se encerra tarde da noite como o desta quarta-feira, é um risco à saúde e ao bom humor na manhã seguinte, em especial para quem acorda de madrugada. Mas decidi acreditar mais uma vez na nossa força e esperei para iniciar esta Avalanche somente com o placar confirmado. E acreditei que este placar seria nosso. Fui recompensado.

 

A crença na conquista se iniciou com a entrada de Maxi Rodrigues no time, no segundo tempo. Renato apostou na qualidade técnica de nosso jogador de meio campo e na capacidade dele servir melhor nossos atacantes. Diminuiu assim o sacrifício imposto ao centro-avante Barcos que há nove partidas não marcava gol e na maior parte das partidas não recebia uma só bola decente. Era obrigado a brigar com dois, três adversários sozinho. E pagava caro por essa escolha do time.

 

Com Maxi em campo, Barcos desencantou. Diante da área e de uma defesa bem postada, Maxi enxergou Barcos. A bola veio pelo alto, correu no peito do atacante e caiu disposta a ser chutada para dentro do gol. O punho cerrado na comemoração, o olhar sério em direção às arquibancadas e o abraço no técnico Renato foi a maneira de Barcos mostrar que, tanto quanto os torcedores, sofria com aquele futebol. Mas assim como nós, acreditava na vitória.

 

Torcer pelo Grêmio é acreditar sempre. É por isso que somos a mais fanática torcida do Brasil, sensação confirmada em pesquisa publicada nesta quarta-feira, pela Pirui Consultoria (leia aqui) Segundo os dados colhidos pela consultoria, 22,5% dos torcedores do Grêmio se identificam como fanáticos pelo clube. Enquanto, 57% se dizem torcedores. O total de engajados é de 79%. O Grêmio também tem o menor índice de torcedores indiferentes, com 7,6%.

 

Se você não acredita nisso, brigue com os números e não comigo. Porque eu acredito. Aliás, eu sempre acredito no Grêmio.

4 comentários sobre “Avalanche Tricolor: nós acreditamos e somos os mais fanáticos

  1. Desde a sua estreia no time do Grêmio, depositei confiança em Maxi Rodrigues. Não me enganei. Em geral,ele entra em campo e marca um gol ou deixa um companheiro “pifado”. Nessa quarta-feira,contra um Corinthians, que é tão bom defensivamente quanto o nosso time,Maxi recém havia entrado em campo e já ajudava Barcos a quebrar o seu longo jejum de gols. Vida longa na Arena para este moço, é que lhe desejo.

  2. Bom dia senhores Ferretti…
    É Milton, não deu certo o que eu pensei…
    Nada a declarar.
    Beijo
    Dione!
    (como o senhor Ferretti Jung escreve legal!!!)

  3. E Máxi Rodriguez pode ser a salvação gremista na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, contra o Atlético Paranaense, em Curitiba, uma vez que o trio de atacantes, Kleber, Barcos e Vargas, estará suspenso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s