Apesar dos pesares, Felipão e o Grêmio se preparam para iniciar mais uma Avalanche Tricolor

 

Cruzeiro 1 x 0 Grêmio
Brasileiro – Mineirão (MG)

 

1_bastidores21.11 009_l

 

Os comentaristas de resultado já estão com sua língua afiada para criticar Luis Felipe Scolari e o Grêmio que sofreram mais uma derrota, neste Campeonato Brasileiro. Brincadeiras e ironias vão se misturar na boca de torcedores adversários, pois estes têm pouco compromisso com a realidade. Nós, porém, não podemos nos abalar com o que aconteceu na noite desta quinta-feira, em Belo Horizonte. Temos de entender que o time está sendo reconstruído. É apenas a terceira rodada em que Felipão comanda a equipe. Alguém vai lembrar que sua campanha é fraca até o momento: duas derrotas e uma só vitória e contra equipe sem tradição. Não podemos cair nessa armadilha e atrapalhar o trabalho que, nitidamente, vai dar resultado em breve.

 

Diante do único adversário realmente forte nesta competição, e na casa dele, o Grêmio demonstrou futebol mais bem estruturado e lógico do que apresentava até aqui. Com jogadores bem posicionados e um conceito de jogo inteligente, criou mais oportunidades de gols no primeiro tempo. E quando digo oportunidades de gols, não são aqueles chutes fortuitos que os estatísticos registram como válidos. Refiro-me a ataques bem construídos como a primeira jogada de Dudu que infernizou a defesa cruzeirense e só foi parado pelo goleiro. Ou aos dribles de Luan que ludibriava o marcador com suas passadas lentas e olhar insosso.

 

Não lamento o gol que levamos, mesmo porque é difícil conter um ataque tão intenso por tanto tempo. Lamento, sim, não termos marcado quando tivemos chances. Infelizmente, mais uma vez faltou-nos o matador, aquele que decide a partida nos raros instantes em que as oportunidades surgem. Essa sim é uma carência na equipe de Luis Felipe Scolari que foi obrigado a escolher a terceira opção depois de ver dois de seus atacantes principais machucados, em duas partidas seguidas. Assim como foi levado a mudar a equipe no intervalo devido a lesão de um de seus mais consistentes volantes. Gols desperdiçados abalam a confiança e fortalecem o adversário.

 

Independentemente do que disserem, Luis Felipe Scolari e o Grêmio têm de seguir apostando nesta equipe – talvez com mudanças pontuais – e se conscientizar que apesar da diferença de pontos para o líder, não podemos desistir da busca pelo título. Há ainda mais do que um turno pela frente para a nossa recuperação. Ponto a ponto, vitória a vitória, sofrimento atrás de sofrimento. Assim nós conseguiremos asfaltar a caminhada ao topo da tabela. Felipão já mostrou que tem condições de comandar mais uma Avalanche Tricolor.

 

A foto deste post é do site Gremio.Net

6 comentários sobre “Apesar dos pesares, Felipão e o Grêmio se preparam para iniciar mais uma Avalanche Tricolor

  1. É isso mesmo Milton. Estamos no caminho certo. Agora cá para nós não podemos mais conviver com o Pará. Precisamos de uma solução mais consistente pela direita, tanto ofensiva como defensiva.

    • Danier, temos carência de laterais, veja que Felipão teve de usar da criação para resolver o lado esquerdo, recuando Zé Roberto, em ideia com resultado bastante positivo.

  2. Milton, o Felipão está de parabéns. Vimos um raro futebol. Agora, se ele acha que o 7×1 é passado está muito enganado.
    O 2×1 de 50 nunca foi esquecido, como então se esquecerá do 7×1?
    Nem que ele faça como o Roberto Carlos, proibindo bibliografias.

    • Carlos,

      Felipão deu sinais contraditórios no Mineirão. A forma como armou o time do Grêmio e o bom futebol apresentado, apesar do resultado, demonstram que aprendeu a lição e se chocam com a declaração de que o 7×1 é passado. Neste caso, na realidade, é a maneira dele manter o foco no desafio do momento. Tenho certeza de que ele sabe que este é uma chaga que o perseguirá, mas não vai admitir publicamente. Já basta que os outros todos o lembrarão a cada capítulo do futebol brasileiro.

    • Pessoal,

      Acredito que esse espaço aqui seja de verdadeiros gremistas preocupados em analisar o nosso time. Não temos nada a ver com o 7X1 e que bom que o Felipão não queira falar sobre isso. Foco total no Grêmio. É isso! O time está bem e irá crescer muito. Podem apostar. .

  3. Gostei do Grêmio.O futebol que mostrou na quinta-feira passada é,imagino,o começo de uma redenção pilotada pelo nosso técnico. Felipão não perdeu o jeito como pensaram muitos. Quem viver,verá. Ah,o nosso time chutou menos do que Cruzeiro,mas ainda lhe falta o homem-gol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s