Conte Sua História de SP: caipira, pujante e provinciana

 

Por Roberto Moreira da Silva

 

 

Nasci em 1959, em uma São Paulo portuguesa, caipira, pujante e provinciana ao mesmo tempo.

 

Nos anos de 1960, havia os carros elegantes, as carroças entregando leite na garrafa de vidro e verduras frescas; e o fim do saudoso bonde.

 

Tinham o toque da garoa, o cheiro de macarrão e chocolate aos domingos, da pizza às sextas-feiras, dos cafés e chás no centro da cidade, das sorveterias, dos restaurantes … árabes, italianos, portugueses.

 

Havia as escolas e seus uniformes, os bailes do clube, e o recato assanhado do trânsito provocado pela paquera na Rua Augusta, e da Brunela, na Gabriel Monteiro da Silva, aos domingos.

 

São Paulo sempre misturou o poder das grandes metrópoles e foi acolhedora com as deliciosas cidades do interior.

 

Hoje, mesmo morando na Granja Viana, em Cotia, não larguei essa cidade. Vou ao menos duas vezes na semana. E um dia no fim de semana. Levado pelo cheiro de família que me faz sentir conforto no coração já na chegada a cada visita se seu eterno filho apaixonado.

 

O Conte Sua História de São Paulo vai ao ar, aos sábados, logo após às 10h30, no CBN SP, e tem a sonorização do Claudio Antonio. Os textos dos ouvintes podem ser enviados para o e-mail milton@cbn.com.br

2 comentários sobre “Conte Sua História de SP: caipira, pujante e provinciana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s