Avalanche Tricolor: guris, o Grêmio Copero voltou!

 

Grêmio 0 (2) x(0) 0 Cruzeiro
Copa do Brasil – Arena Grêmio

     

  • troquei Copeiro, em português, para Copero, em espanhol, por sugestão do Márcio Neves, a quem agradeço pela leitura e porque contra a história não se briga de jeito nenhum.

 

img_6533

 

Guris,

 

A gente está de volta! Estamos na final! E na final da Copa que nasceu para nós.

 

Vocês não lembram nem eram nascidos ainda.

 

Em 1989, quando esta Copa se iniciou, nós fomos os campeões.

 

De lá pra cá, nos acostumamos com ela. E aos títulos, também.

 

Somos tetracampeões.

 

A última vez foi há 15 anos. 

 

Vocês eram muito jovens quando o pai narrou aquela final, em 2001.

 

Ganhamos de 3×1 do Corinthians, aqui no Morumbi.

 

Desde lá, nosso único título nacional foi o da Batalha dos Aflitos, que vocês sabem ter sido fundamental para forjá-los tricolores, mesmo morando longe do Rio Grande.

 

Tivemos outras chances de ganhar, tanto a Copa do Brasil como o Brasileiro e a Libertadores. Mas não tivemos sucesso.

 

Estamos mais uma vez em uma final. E chegamos honrando o título de copero que construímos na história com vitórias incríveis e algumas que pareciam ser impossíveis.

 

Desta vez, começamos a conquista na casa do adversário, ao vencermos por 2 a 0,  e viemos para a Arena apenas confirmar passagem à final. E o fizemos com inteligência e talento.  

 

O mais legal é que dessa vez, eu terei vocês ao meu lado para vibrar, torcer e sofrer.

 

Guris, preparem-se, o Grêmio Copero voltou!

5 comentários sobre “Avalanche Tricolor: guris, o Grêmio Copero voltou!

  1. Milton o feriado deveria ser amanhã. Teremos que trabalhar na quinta mas não sei que horas irei dormir. Muita felicidade por estar em uma final novamente. Agora foco total nesses 2 jogos com o Galo acreditando que seremos novamente campeões!!!

  2. Acredito que o melhor elenco (no papel) é o do Atlético-MG, mas deu para perceber nesta semifinal que o time, mais um mineiro, deixa brechas e comete falhas na defesa. Grêmio tem que voltar a jogar com inteligência, assim como fez contra o Cruzeiro, e aí é só sair para o abraço, vestir a faixa no peito e colocar a taça no armário. Aguardamos ansiosamente por essa final, esse possível título.que não será fácil, como nunca foi na vida do Grêmio.

    Ligarei para o meu pai, gremista assim como o seu, em caso de título, e também em caso de (Deus nos livre) em caso de vice. Afinal, gremistas são gremistas, não importa o momento.

    Abraços!

  3. Bruno, o complexo na final contra o Galo é que estaremos diante do espelho. Se de um lado temos nossa história de superação e alucinação; do outro, tem o Atlético com seus resultados incríveis e viradas impressionantes. Isto torna impossível prever resultados, mesmo que se tente usar análise técnica e tática. E tudo isso servirá para tornar ainda mais gloriosa nossa conquista.

  4. Parabéns pelo texto e pela classificação, Milton! Sou Galo e tenho admiração e carinho enorme pelo Grêmio! Ouço a CBN todos os dias e gosto muito do seu trabalho! Parabéns pelo seu trabalho! Serão dois grandes jogos! E que vença o melhor! Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s