Mundo Corporativo – Nova Geração: riscos e oportunidades para os novos líderes

 

 

O profissional que pretende se transformar em líder na empresa em que atua precisa pensar no todo e menos no individual e tem de mostrar habilidade de coordenação não apenas nas atividades que realiza mas, principalmente, na forma de mobilizar as pessoas. A sugestão é do consultor Alexandre Marins entrevistado pelo jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo – Nova Geração, da rádio CBN.

 

Marins é diretor de desenvolvimento de talentos para a América Latina da Lee Hecht Harrison LHH. Ele tem ajudado CEOs de primeira viagem a percorrem com mais segurança e melhor performance a nova função:

 

“Você não pode olhar só para o resultado, o resultado acontece através das pessoas, então o líder tem o papel fundamental de escolher bem as pessoas, desenvolver bem essas pessoas, motivar e engajar essas pessoas no sentido de dar clareza no que é esperado, como ele está indo e o que a gente está fazendo juntos”

 

O Mundo Corporativo que vai ao ar no último sábado do mês é dedicado às novas gerações. O programa tem a colaboração de Juliana Causin, Rafael Furugen e Débora Gonçalves.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s