Avalanche Tricolor: o Grêmio-Show está em campo!

 

Grêmio 4×0 Monagas-VEN
Libertadores – Arena Grêmio

 

Jael1

Jael marca o primeiro do jogo: cruel! (reprodução SportTV)

 

É colocar a bola no chão, trocar passe pra cá e pra lá, esperar o companheiro se deslocar, controlar a paciência e esperar os espaços surgirem. Às vezes demora mais, às vezes demora menos. Mas o gol aparece. E quando aparece um, vem outro e outro e, como no início da noite desta quarta-feira, mais outro.

 

É um show de bola!

 

O adversário bem que ensaiou uma retranca e pensou em dar alguns sustos no contra-ataque. Mas a resistência não foi além do primeiro tempo. Bastaram os minutos de conversa de Renato no vestiário para o Grêmio voltar diferente para o segundo tempo.

 

E quando o futebol do Grêmio que admiramos entra em campo, é outro show!

 

Com a entrada de Alisson, como tem ocorrido com frequência nos últimos jogos, o time fica ainda mais solto, a quantidade de jogador que aparece para receber a bola aumenta e deixa os marcadores completamente perdidos.

 

Até as jogadas pelo lado esquerdo apareceram, com Cortez chegando na linha de fundo e cruzando na área. Esse tipo de lance valoriza ainda mais nosso homem de frente.

 

Jael costuma jogar como pivô, de costas para os zagueiros e por isso é o rei da assistência. Mas quando vem o cruzamento, ele vira o centroavante clássico.

 

Show de Jael!

 

Um gol de cabeça que marcou o início do domínio pleno da partida. Dali para frente, a dúvida era quantos mais gols marcaríamos.

 

E aí vieram os shows de Everton e Luan.

 

O Rei da América corre elegante com a bola no pé, escapa do marcador, limpa o lance, serve os companheiros, chuta a gol e marca gols. É o nosso goleador na temporada.

 

Um show à parte!

 

Já Everton – escrevi isso na última Avalanche – segue a mesma trajetória de seu antecessor Pedro Rocha, que por algum tempo era criticado devido aos desperdícios nas finalizações.

 

Ele ganha cada vez mais confiança, cria oportunidade atrás de oportunidade, investe na velocidade e no talento. Hoje, deu dribles que deixaram seus marcadores desnorteados. E dribles em direção ao gol, produtivos.

 

Everton é outro show!

 

Foi de cabeça e com Cícero, que havia recém-chegado ao jogo, que completamos a goleada. Aliás, mais uma goleada nessa trajetória gremista. Foi assim nas partidas decisivas do Campeonato Gaúcho, foi a assim na Libertadores, esta noite.

 

Virou padrão.

 

Ou, como diria aquele famoso locutor esportivo: virou passeio.

 

O Grêmio-Show está em campo!

Um comentário sobre “Avalanche Tricolor: o Grêmio-Show está em campo!

  1. Caro Milton, como milhões de brasileiros, te acompanho todas as manhas, e gremista feito você, fico feliz quando citas nossa paixão. Eu moro em Florianópolis, mas acompanho o Grêmio, de quem sou torcedor apixanado, e lembro muito de teu pai, pois ouvi muitos jogos do Grêmio narrados ´por ele, com o Lauro comentando e o Belemonte nas reportagensm bons tempos do rádio, nosso eterno e fiel companheiro,

    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s