Corinthians: 100 derrotas implacáveis

 

Nesta onda de homenagens ao Corinthians, não poderia faltar uma “flauta centenária”, tarefa que ficou a cargo de Sebastião Corrêa Porto que relacionou em livro as 100 derrotas implacáveis. Ano após ano, listou momentos de extrema alegria da torcida adversária. Goleadas inesquecíveis como o 7 x 3 da Portuguesa em 1951 até jogos vencidos por placares magros, mas não menos importantes, como o 1 x 0 do XV de Jau, em 1978.

Provavelmente faltarão jogos que você gostaria de ver citados em “Prazer, adversário! Corinthians 100 anos: 100 derrotas implacáveis” (Editora Porto de Ideias), mas o livro está aí para provocar estas boas lembranças. Afinal, vencer um time com a importância e dimensão do Corinthians é sempre muito bom, parafraseando locutor de TV famoso.

Ouça a entrevista com Sebastião Correa Porto, ao CBN SP

Do meu glorioso Grêmio, Sebastião registrou a vitória por 3 x 0 em 2003, no estádio Olímpico. Creio que fez de propósito pois matou dois coelhos com uma cajadada só. Falou mal do Corinthians e ainda lembrou ter sido aquele o ano da derrocada do Tricolor, quando despencamos para a segunda divisão.

Como discordo do jogo escolhido, deixo registrado aqui, texto que o autor dedicou aos confrontos entre os dois mosqueteiros, no capítulo de apresentação do livro:

O que dizer do Corinthians contra o Grêmio ? Até mesmo contra este time gaúcho, que se acha e se sente argentino, o Corinthians leva pau – e dos grandes. É impressionante o serviismo do Corinthians às cores e ao sotaque argentinos. Se não bastassem aqueles episódios vergonhosos do “rei Teves”, do contrato do Passarella, ainda existe uma chuva de goleadas sofridas para este time argentino que entre nós se esconde. Se ainda não se convenceram, lembrem-se do jogo que derrubou o time para a segunda divisão

8 comentários sobre “Corinthians: 100 derrotas implacáveis

  1. Milton, não podemos nos esquecer daquele fiasco na final da copa dos Brasil, onde o Timão ganhou do “argentino” Grêmio, lá em Porto Alegre. É claro que depois teve a desforra….

  2. ~$%^&%$^#&*(@!

    Isto foi o que Catia Toffoletto afirmou sobre a magnífica iniciativa desse livro.

    Um beijo para todos do CBN SP!
    Eliane

  3. Bom dia Milton!

    Para um grande time de futebol , o Curintia é uma excelente “lojinha de tranqueiras”. É só ver aquelas “Poderoso Timão”, e o pessoal que sai de lá com uma sacolinha com aquelas camisas ridículas, com o ego maior que o do Lula (não por acaso!).
    Quem vê esse pessoal, acha que eles foram até campeões da Libertadores.Ganharam um “mundial comprado” pelo Kia Berezovski “et caterva” e acham que são mesmo um time.
    Acham que possuem até um estádio! E até sonhavam em ganhar um de graça, o Pacaembú!
    Vou eté repetir aquela perguntinha: O que faz o Curintiano quando ganha a Libertadores?

    Desliga o “playstaixon paraguaio emprestado” e vai dormir.

    Saudações Alviverdes!

    E parabéns ao Sebastião.Vou comprar o livro imediatamente!

  4. Ai, mas não tem mais nada que inventar….100 anos, 100 derrotas… 100 noção!!!!! Pelamorrrr….. TIMÃO Ê Ô!!!!! NAs vitórias e tb nas derrotas…SAUDAÇÕES!!!!!
    Taí um livro que não faço questão de ler….rs,rs,rs,rs,rs….. Como disse a Eliane sobre a minha iniciativa: #@&*!%¨$###¨!!!!!!!!!!!
    😦

Deixe uma resposta para Luis Fernando Gallo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s