Tomei um chapéu no caso do Duque de Caxias

 

Era alto demais para alcançar. Mas por que desconfiar da habilidade de jovens em busca de um “tesouro” ? Vimos tantas coisas nessa cidade acontecer. Por vezes me surpreendi, por exemplo, com incompreensíveis grafites que surgem em pontos aparentemente inalcançáveis. Além disso, ver o patrimônio ser depredado por quem vive aqui não chega a ser novidade para ninguém. É triste.

Foi neste embalo que tomei o chapéu do Duque de Caxias, homem forte, venerado pelos militares brasileiros e de muitas batalhas, homenageado em monumento que está na Praça Princesa Isabel, região central de São Paulo. E com base em informação e foto passadas por e-mail noticiei o sumiço do que nunca houve.

O patrono do Exército usou chapéu em suas inúmeras batalhas. Aparece com o adereço na homenagem feita na cidade que leva seu nome, no Rio de Janeiro.Tem também em duas imagens dele que estão na base do monumento aqui em São Paulo, que representam a Batalha de Itororó, e a presença em Bagé, no interior gaúcho. Porém, o chapéu nunca esteve na cabeça do Duque que monta o cavalo no alto da criação de Vitor Brecheret.

A estátuta em Duque de Caxias e o detalhe da Batalha de Itororó

Quem me alertou foi o ouvinte-internauta Samuel Oliveira que fez pesquisa de imagens no Google e não encontrou nenhuma com o adereço sobre a cabeça de Caxias, ao menos na estátua inaugurada em 1960. Informação confirmada pela assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Cultura que, por e-mail, pediu para que a correção fosse feita.

É o que faço substituindo o post que você vê na imagem abaixo por este pedido de desculpas ao Duque – que, assim, não teve sua honra atingida -, aos Nóias que vivem no entorno da praça, mas não cometeram este desrespeito, e a você, caro e raro leitor deste blog, induzido ao erro.

Existe, atualmente, um projeto desenhado pelo engenheiro e general reformado Euclydes Bueno Filho em parceira com a Fundação Brecheret para recuperar o monumento de 40 metros de altura, retomando as cores originais e oferecendo novo brilho ao bronze e granito que o compõem.

Quem sabe eu não sugiro a inclusão do chapéu no novo projeto ?

N.B 1: As imagens da estátua de Duque de Caxias em São Paulo são do álbum digital Artexplorer, no Flickr

N.B 2: As mensagens de 1 a 11 foram escritas com base na informação errada que publiquei no Blog.

15 comentários sobre “Tomei um chapéu no caso do Duque de Caxias

  1. Como assim? O mais interessante é que a autoridade que deveria preservar pelo patrimônio público (seria uma tal de GCM??) obviamente nem notou… estão mais preocupados em achar que são polícia….

  2. Milton e ouvintes, como pode as autoridades que deveriam patrulhar e dar segurança simplesmente não fazerem nada? Não é possível que com a quantidade de degradações públicas as autoridades continuam simplesmente sem fazer nada e só contar com a educação do povo brasileiro, que está longe de realmente poder ser chamado de EDUCAÇÃO!! Repito, aonde e o quê fazem as autoridades nessa situação absurda!!

  3. E a guarda Civil Metropolitana que foi criada justamente em uma das suas obrigações cuidar do patrimonio publico?
    Pracas, monumentos, parques, jardins, espantar os noias, drogados, moradores de rua, etc dos logradouros publicos
    O que tem a dizer a nossa, que esta deixando muito a desejar, prefeitura da cidade de São Paulo sobre o sumiço do chapeu?
    Em qualquer cidaee civilizada e bem admnistrada de paises desenvolvidos um guarda permanece 24 horas por dia policiando praças monumentos, etc.
    Se roubaram o chapeu obviamente porque não tem policiamento e nem interesse por parte da prefeitura em manter os nossos monumentos seguros.
    Esta ai a uma das resposatas para mais este descaso e desmando que acontece com frequencia na cidade de São Paulo

  4. A estátua do Duque de Caxias estásem chapéu há pelo menos dois anos! Na época que teve umprotesto de um artista que esqueci o nome, na qualele colocou um salva vidas na estátua, já estava sem chapéu. É coisa antiga! Abraços

  5. Anos atrás possuia grades ao redor do monumento e tinha manutenção do Exercito , pois Duque de Caxias é patrono do Exercito ,
    Agora , hj é frequentado por noias e nigerianos que alicião mulas , e tbém estacionamento dos cavalos da Pm ( cavalaria), agora ninguem sabe , ninguem viu , ontem 17hs , na esquina da duque de caxias com a Rio Branco , tinha ate noia perneta de flanelinha , pode ???
    Mas as “autoridades” não querem enxergar , pois da muito trabalho conduzir um meliante ao distrito policial e aguardar a boa vontade da autoridade lavrar um B.O.

  6. Verdade que a coisa mais demorada do mundo é conseguir registrar um B.O.
    As ‘autoridades’ te tratam como um incômodo, como se estivessem fazendo um grande favor em lhe ouvir, como se o trabalho deles fosse muito mais importante do que registrar uma denúncia… A verdade é que em Sampa o crime acontece em todo lugar, bem embaixo dos narizes de todas as polícias e demais ‘autoridades’, como em todas as capitais do Brasil. O cidadão é refém da falta de segurança…

  7. não consigo entender de que maneira é possível escalar aquele monumento, existem grades lá desde que explodiram uma bomba, anos atrás, além disso as paredes são lisas…

  8. Bão meu caríssimo Jornalista e âncora da Radio CBN Milton Jung.
    Depois da retratação no post acima em substituição ao anterior, “equivocado” nós ouvintes internautas, leitores e seguidores deste tão hontrado e respeitado blog, TIRAMOS O CHAPÉU diante de tão nobre”retratação pública” de sua parte.
    E assim justos e contratados assinam o rpesente em duas vias de igual teor mediante trocentas testemunhas.
    E tenho dito!
    Bom findi!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s