SP: Metrópole mal-amada

 

Por Carlos Magno Gibrail

 

 

Não bastasse o desejo de fuga da maioria dos seus habitantes, comprovado através de recente pesquisa, eis que um novo levantamento de opinião revela que mais de 60% dos moradores de São Paulo acreditam que José Serra irá abandonar novamente o cargo de Prefeito, se eleito. E, ainda assim o tucano lidera as intenções de voto.

 

Provavelmente é a expansão da síndrome de Estocolmo, já detectada na assimilação dos efeitos nefastos do trânsito congestionado quando há uma inexplicável inércia e, simplesmente, não há reação por parte da população paulistana.

 

As antigas manifestações do poeta Paulo Bonfim, as notas compostas por Caetano Veloso, as letras de Billy Blanco, as músicas de Adoniram e Rita Lee até as atuais manifestações de Gilberto Dimenstein, todas declarando de algum modo o bem querer pela maior cidade da América Latina, não foram suficientes para sensibilizar esta gente que aqui vive.

 

Tudo indica que a usam como Serra e Kassab fizeram. Serra abandonou a Prefeitura negando a própria palavra verbal e escrita. Deixou Kassab como herança, que conseguiu o feito de montar o quarto maior partido do país sem precisar de nenhum voto. Feito e tanto, pois, além disso, seu conceito é não ter conceito. Fato que acaba de ser provado ao desmanchar o noivado com o PT e cair nos braços de José Serra.

 

Muito se tem comparado São Paulo a New York, mas é bem provável que nem que Frank Sinatra cantasse a cidade ou Woody Allen a filmasse o amor apareceria.

 

Certamente a sina paulistana não vem da brasilidade. Provavelmente da falta de identidade e de má civilidade. Observemos que dentre os dez motivos mais citados para não morar em São Paulo, todos eles seriam administráveis através de boa cidadania:

 

1. Trânsito. 2. Pessoas mal-educadas. 3. Rios poluídos. 4. Pedintes, drogados. 5. Impostos elevados. 6. Fila para tudo. 7. Motoboys, buracos, obras. 8. Assaltos e violência. 9. Prioridades erradas do governo, como proibir bicicleta em parque, proibir feirante de gritar, proibir outdoor. 10. Poluição do ar.

 

E, lembremos-nos do recado de Billy Blanco em “Capital do Tempo”:

 

Paulista é quem vem e fica!

 


Plantando família e chão!

 


Fazendo a terra, mais rica!


 

Dinheiro e calo na mão!…

 

Carlos Magno Gibrail é doutor em marketin de moda e escreve, às quartas-feiras, no Blog do Mílton Jung

13 comentários sobre “SP: Metrópole mal-amada

  1. A ganância politica, especulação imobiliária, grandes avenidas, tudo feito para automoveis, facilidades mil para as construtoras e incorporadoras poderem construir seus predios cada vez mais altos, devastando bairros inteiros, edificações historicas, saudaveis vilas familiares. graças a lei da outorga onerosa, as péssimas administrações a exemplo da atual que na minha opinião é a pior que São Paulo ja teve, caos geral no transito, cidade extremamente cara, povo mal educado, transporte publico ainda muito a quem do aceitável, a cidade esta as escuras, suja, esburacada, abandonada, insegura, nem mais jantar fora o paulistano pode mais com medo de ser assaltado em um dos arrastões costumeiros, dar umas voltas pela cidade de automovel idem, além de ter que enfrentar transito em qualquer hora do dia, também pode ser assaltado nos farois, motoboys, fila para tudo, falta de lazer natural, o paulistano atualmente vive confinado em seus apartamentos, total falta de qualidade de vida, poluição, diante de tudo isso acima o paulistano então está saindo da cidade para morar em outros locais na busca de mais confortop, segurança, lazer, qualidade de vida.
    Sou dos que a dois anos preferiu deixar São paulo e evito o máximo possivel de ir a SP, somente em ultimo caso.
    E para falar a verdade, não sinto a menor falta de São Paulo, saudades.
    Tenho sim saudades dos tempos em que São Paulo era bucolica, limpa, de gente educada, com menos predios, sem transito, etc.
    Mas isso aconteceu até o inicio da década de oitenta
    De lá ate hoje a cidade se tornou um verdadeiro inferno de Dante onde politicos voltam suas atenções para turistas, grandes eventos esporádicos, como trampolim para poder atingir cargos mais altos na politica a exemplo do Sr José Serra que não fica dois anos no cargo visando a presidencia da republica.
    Viver como nesta cidade que é desumana, caotica em vários aspectos, sem qualidade de vida?

  2. Sr Carlos. Dois pontos:

    O instituto que fez essa pesquisa é suspeitíssimo. (tem pt no meio, logo detonar a cidade é o seu propósito)

    Segundo: Eu prefiro o Serra como prefeito durante 2 anos do que o PT por quatro anos.

    Se for prá eu me apaixonar pelo sequestrador, que ele não seja petista/peemedebista/aliados

  3. Pobre de São Paulo com eleitores como este Ezequiel, incapaz de enxergar a vida além da dicotomia PT e PSDB. A tal pesquisa que ele diz ter o dedo do PT, até onde sei foi feita pelo Ibope, o mesmo instituto que dá a Serra liderança em pesquisas de opinião – não me refiro ao Datafolha, senhor., este é outro instituto, tambem com credibilidade. Nosso horizonte tem de ser mais amplo e exigir comprometimento dos candidatos com a nossa cidade.

  4. Um gringo me perguntou se o motivo do PSDB e aliados dominarem São Paulo de cabo a rabo, é porque os acima da classe “C” são maioria.

    Minha única saída foi lembrar e citar palavras do saudoso Tim Maia:

    “O Brasil é o único país onde, além de puta gozar, cafetão ter ciúme e traficante ser viciado, pobre é de direita”. …”

    Anti-pretalhas e anti-privataria tucanas, pobre ou rico, brigam com muita emoção e votam sem razão. Pior, a polarização PT e PSDB, deve-se ao motivo de os outros partidos terem como único objetivo composição politica com o vendedor e barganha de cargos. Nada mais que isso!

    Bom saber que no levante do consumo, existe a compra de educação descente. Quem sabe assim, os votantes do futuro sejam mais eficientes no voto, e, talvez, quem sabe um dia, a boa educação não tenha também que ser necessariamente comprada.

  5. Este Ezequiel trabalha em São Paulo há mais de 38 anos. Ele é filho de paulistas, anda todo dia pelas ruas de São Paulo, mas não tolera invasões, cracolândia, kit gay, apesar de respeitar quem o seja. Não acredita em novos horizontes de político nenhum apesar que a coisa ficará muito mais feia caso os eleitos sejam aqueles apontados. A pesquisa que se refere foi aquela apresentada sobre a opinião sobre o desejo de fuga dos seus moradores.
    Comprometimento dos candidatos com qualquer cidade brtasileira é uma blasfêmia.

    Abraços polarizados porque não temos escolha

  6. Ezequiel, comentário 2
    A preferência por Serra é democrática. O que não é universal ou plural é a restrição ao foco PT versus PSDB.
    Na minha percepção PT e PSDB são iguais. Veja que o PSDB criou a CPMF e o PT foi contra. Depois o PT quis revigorá-la e o PSDB impediu.
    Quando adversários PT e PSDB pensam e agem da mesma maneira. Quando se juntam criam coisas como o Itaquerão, cujo ápice vimos nesta recente concorrência com cartas marcadas. É obra para juntar PT, PSDB, CBF,FIFA.Uma turma do barulho à altura do lord Volcker.

  7. Mário Cardoso, comentário 3
    Não vejo até onde o resultado da pesquisa que indicou a vontade de boa parte dos moradores de São Paulo saírem da cidade, possa beneficiar ou prejudicar partidos políticos.
    A vítima neste caso é réu. Quanto a isto não tenho a menor dúvida.

  8. Marcelo, comentário 4
    Acredito na solução através da nova geração.
    Tenho filho de 8 anos que defende o meio ambiente, defende as cópias originais, defende as leis de trânsito, etc
    E há indícios de que esportes e leituras são bem aceitas. Computadores e afins idem.

  9. Ezequiel, comentário 5
    A escolha realmente é difícil.
    A Soninha era contra o Serra, e depois virou colaboradora. O PV não tem nada a ver com o verde. Marina Silva que o diga.
    O Kassab não tem nenhum preconceito, nem conceito, nem pós conceito. Fundou um partido que não é direita, centro ou esquerda. É de quem puder tirar maior proveito?

  10. Em São Paulo, como paulistano nato, aformo que não é mais possivel viver!
    Fico fora da cidade e quando tenho que ir a SP, a noite quando retorno estou com as vistas irritadas, garganta também irritada.
    Tudo em são Paulo “é longe”, caro, dificil, complicado, a cidade está com ar irrespiravel.
    Só que sai de São Paulo pode confirmar o que estou afirmando.
    Se o paulistano for depender da vontade dos politicos para melhorar a qualidade de vida do paulistano, esqueça, porque comprovadamente não estão nem ai para com o povo
    Só pensam em favorecer os grandes lobbys, que são as construtoras, montadoras, bancos, multinacionais, pois são os mesmos que financiam suas campanhas politicas.

  11. Armado Italo, comentário 11
    Você está certo, pois hoje sabemos que o mundo se divide de acordo com o estilo de vida de cada um. O Lifestyle do Armando Italo se adequa mais a cidades menos cosmopolitas e bem estruturadas.
    Não terá os melhores hospitais, cinemas, teatros,shoppings, etc.. Em compensação a vida será mais calma.
    Abraço

  12. Realmente Carlos
    Não tenho nada a ver com a vida cosmopolita, principalmente em são Paulo
    Ja residi em outras cidades.
    Por motivos alheios minha vontade tive que retornar a São Paulo.
    Não me acostumo mais a vida cosmopolita.
    Não sou de frequentar restaurantes da moda, shoppings.
    Prefiro passear em locais abertos, ao ar livre, longe de poluição, aglomeração, ostentação.
    Quanto ao aspecto a saude, poucos podem tratar da saude nos grandes hospitais de São Paulo, pagar carisiimos planos de saude, a não ser politicos, figuras da sociedade, artistas, ricos e famosos.
    Se não, vai ter que tentar se tratar nos hospitais do SUS.
    O que são verdadeiras camaras de horrores.
    Prefiro qualidade e não somente quantidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s