Avalanche Tricolor: Copa do Brasil ou será da Argentina?

 

 

Grêmio 3 x 0 Ipatinga
Copa do Brasil – Olímpico Monumental

 

 

 

 

É muito legal assistir aos jogos do Grêmio pela Copa do Brasil e não escrevo isto pensando no futebol talentoso e forte que poderíamos desenvolver – e, registre-se, não temos feito isso nas últimas partidas, seja na Copa seja no Gaúcho. Digo de quanto é bacana acompanhar esta competição porque os locutores, comentaristas e repórteres de campo da televisão não se cansam em repetir que somos o primeiro campeão da história da Copa, estivemos em sete finais, vencemos quatro, estamos sem perder há sete anos dentro do estádio Olímpico – mesmo que isto não signifique mais de nove jogos – e tantas outras daquelas coisas que tratam do passado (e dizem pouco sobre o presente). Eles não se cansam de falar e eu não me canso de ouvir, mesmo que o jogo esteja cansativo.

 

 

Quanto a partida de ontem, é bem verdade, estivemos mais para Copa da Argentina do que para Copa do Brasil, haja vista a relevância dos hermanos no ataque gremista. Bertoglio e Miralles fizeram a diferença na classificação à próxima fase e deixaram a esperança de que poderão desequilibrar com seu futebol surpreendente nas seis partidas que nos separam da conquista do penta.

3 comentários sobre “Avalanche Tricolor: Copa do Brasil ou será da Argentina?

  1. Não pude assistir ao jogo do Grêmio ontem, porque (pasmem!) precisei ir – a trabalho, diga-se – ao jogo do Corinthians, em Ciudad del Este, na fronteira do Paraguai com Foz do Iguaçu. Pelo menos pude ficar na torcida do Nacional, e torci pelo time que também era tricolor.

    Soube ainda lá no estádio, do resultado do Grêmio. Só não sabia quem havia feito os gols. Bom saber que foram nuestros hermanos. Aliás, o Miralles está se especializando neste tipo de golaço. Que continue assim! E o Le-léo Ga-ga-go também. Tenho a impressão (quase certeza, na verdade) de que este ano, quando estivermos naquele jogo, em que nada dá certo, onde tudo parece impossível, poderemos contar com um chute despretensioso e um gol de um destes jogadores. Tenhamos fé!

    Abraços, Milton.

    P.S: Pena que não consegui conhecer pessoalmente o Deva e toda a equipe de esportes da CBN que veio para cá. Fica para uma próxima.

    • Bruno,

      Se você viu os gols, viu tudo. Jogamos apenas o suficiente. O importante mesmo é ver Miralles em nova fase e esta opção dos chutes de fora da área. Mas ainda falta criatividade.

  2. Gostaria de saber se Luxemburgo,no jogo contra o Ypiranga (Gaúcho),vai escalar os melhores,isto é,aqueles que decidem jogos. Refiro-me a Bertoglio e Miralles,este redivivo depois de ter sido sepultado,tanto por sua culpa quanto pela de Celso Roth. Ambos os argentinos merecem lugar no time. Urge,antes de mais nada,que atuem os que fazem gols. E que saia o centroavante de ofício,que não faz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s