IPTU ignora interesse da população

 

Por Julio Tannus

 

O IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – estabelecido pela Prefeitura do Município de São Paulo, e de conformidade com a legislação definida pela Câmara dos Vereadores, atende somente aos interesses de órgãos públicos. Ou seja, ignora os interesses da população, a quem deveriam representar.
Ao analisarmos o que foi cobrado nos últimos oito anos no bairro de Higienópolis, zona Oeste da capital paulista, duas questões são absolutamente relevantes:

 

1) O aumento desse imposto está acima de qualquer índice econômico, conforme pode ser observado no quadro abaixo. De 2005 a 2012 o IPTU mais que dobrou de valor. A explicação que conseguimos apurar para esse fato é que os imóveis na região foram muito valorizados. E aqui levantamos a questão: se sou proprietário de um imóvel e não tenho nenhuma intenção de comercializá-lo, porque um órgão público quer se beneficiar de sua valorização? Não seria o caso de obter vantagem sobre essa valorização apenas no caso de venda do imóvel?

 

 

O retorno obtido com esse elevado aumento do imposto é inexistente. Ou seja, continuamos com as vias públicas em péssimas condições, esburacadas, cheias de remendos mal feitos. A iluminação pública, no geral, é deficiente, propiciando todo tipo de insegurança aos cidadãos. Toda a vegetação não tem o tratamento adequado. Sem falar na falta de segurança. E assim por diante…

 

Julio Tannus é consultor em Estudos e Pesquisa Aplicada, co-autor do livro “Teoria e Prática da Pesquisa Aplicada” (Editora Elsevier) e escreve às terças-feiras, no Blog do Mílton Jung

4 comentários sobre “IPTU ignora interesse da população

  1. Esse é um dos absurdos dos últimos anos na capital paulista.
    Muito bem lembrado esta questão da valorização.
    No Morumbi, por exemplo, as casas estão desvalorizadas em função da atual tendência das pessoas preferirem os apartamentos. Entretanto o IPTU continua subindo como se houvesse valorização.
    Na verdade, isto é como o trânsito. O controle é apenas para multar.

  2. E São paulo a cada dia fica mais insuportavel em quase todos aspectos, mesmo com o absurdo que o paulistano tem que pagar de IPTU

    Um verdadeiro assalto!

    Sem retorno quase nenhum

    e o prefeito só pensa no seu partido mesmo com quase 50% de rejeição como péssimo.

    Com certeza o dinheiro arrrecadado com IPTU vai para a politicagem sem vergonha e com destino certo

    Não em beneficio da população

    Assim como outras tachas

    Basta ver a quantas anda São Paulo no seu total abandono.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s